- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

4 enzimas digestivas naturais para evitar barriga estufada

As enzimas encontradas em frutas irão te ajudar a ter uma boa digestão dos alimentos.

Você já sentiu a sua barriga estufada após as refeições?

Embora seja inofensiva, sem motivos de preocupação, caso a situação persista recomenda-se consultar um médico.

As causas mais comuns são:

  • Comer rápido demais;
  • Ingestão de líquido durante as refeições;
  • Excesso de doces e carboidrato refinado;
  • Temperos em excesso;
  • Excesso e gordura no preparo das refeições;
  • Intolerância alimentar.

No entanto, essa condição pode ser resolvida através do consumo de enzimas digestivas naturais.

Essas proteínas ajudam a “quebrar” macromoléculas em porções menores.

Dessa forma, acelera as reações químicas do organismo e facilita a absorção através do intestino. 

Abaixo listamos quatro enzimas digestivas naturais que irão te ajudar a ter uma boa digestão dos alimentos.

Bromelina (abacaxi)

O abacaxi contém bromelina, uma enzima digestiva natural que age no organismo desempenhando três funções.

A principal delas é a sua ação digestiva, que ajuda na quebra das proteínas alimentares.

Dessa forma, melhora o aproveitamento dos nutrientes e acelera a digestão pesada.



Também é um excelente anti-inflamatório natural, prevenindo doenças inflamatórias no intestino.

Além disso, o abacaxi é diurético e, por isso, ajuda na eliminação de líquidos e toxinas do organismo. 

Um estudo chinês realizado pela Dalian Medical University comprovou a eficácia da bromelina no alívio do inchaço e colite.

Portanto, incluir a fruta em sua dieta ajuda a melhorar o sistema digestivo, fazendo com que os alimentos sejam digeridos mais rapidamente.

Papaína (mamão)

O mamão é rico em papaína, uma enzima digestiva que ajuda a digerir as proteínas e previne a prisão de ventre.

De acordo com estudo austriaco realizado pelo Grupo Científico Internacional de Medicina Preventiva, o mamão melhora  a fisiologia do aparelho digestivo.

Além disso, previne diversos distúrbios funcionais, como a síndrome do intestino irritável, por exemplo.

No entanto, em casos de diarreia a fruta deve ser evitada, pois ela age como laxante e pode agravar a situação.

Actinidina (kiwi)

O kiwi contém actinidina, uma enzima  proteolítica solúvel que facilita a digestão.

Ela ajuda a digerir as proteínas das carnes e dos laticínios, normalizando o trânsito intestinal.

Dessa forma, também reduz a sensação de inchaço e peso no estômago após as refeições.

O recomendado é consumir a fruta diariamente, podendo ser no café da manhã, lanche da tarde ou como sobremesa.

Gengibre

O gengibre contém gingerol, substância que ajuda a melhorar a digestão, alivia e outros problemas gastrointestinais.

Isso ocorre porque ele estimula o pâncreas a funcionar melhor, gerando enzimas  que favorecem a absorção de nutrientes.

Dessa forma, o aparelho digestivo não irá trabalhar de forma tão intensa, funcionando de maneira mais adequada.

Segundo estudo da Universidade Chang Gung, em Taiwan, o gengibre pode ajudar a acelerar em 50% o esvaziamento do estômago.

Você pode consumi-lo em forma de tempero nos alimentos (em pó ou ralado) e também em conserva.

Dica: para aproveitar os benefícios das enzimas, consuma uma porção das frutas diariamente – pode alternar, uma qualidade em cada dia.

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
583,797SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,927SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -