- PUBLICIDADE -

Error: Embedded data could not be displayed.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

17 benefícios da graviola para pele, cabelo e saúde comprovados pela ciência

17 benefícios da graviola para pele, cabelo e saúde comprovados pela ciência
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A fama medicinal da graviola é merecida e é a ciência que diz isso.

A graviola é uma fruta pouco consumida, mas ela é muito saborosa e também faz maravilhas para seus cabelos, pele e saúde como um todo.

Ela contém quantidades abundantes de vitamina C e várias vitaminas do complexo B, como tiamina, riboflavina e niacina, além de minerais como cálcio, fósforo e uma pequena quantidade de ferro. 

A fruta é composta por 67,5% de polpa, 20% de casca de fruta, 8,5% de sementes de frutas e 4% de pedaços de caroço.

Pode combater células causadoras de doenças, melhorar a saúde dos olhos e tratar uma série de infecções.

 Veja aqui todos os benefícios da graviola:

1. Ajuda na luta contra o câncer

Estudos sugerem que extratos de graviola matam certos tipos de células de câncer de mama e fígado.

Pesquisadores descobriram que graviola um fitoquímico chamado acetogenina, que tem propriedades anticancerígenas.

O extrato de graviola também inibiu a sobrevivência e o metabolismo das células cancerosas pancreáticas – e isso indica um potencial para ajudar na cura da doença letal.

2. Melhora a saúde dos olhos

Os antioxidantes, especialmente as vitaminas C e E, zinco e betacaroteno, presentes na graviola, diminuem o risco de doenças oculares e o estresse oxidativo, que pode causar catarata e degeneração macular relacionada à idade.

3. Ajuda a combater a inflamação

Pesquisas na América do Sul e na África tropical enfatizaram as propriedades anti-inflamatórias das raízes, cascas e folhas da gravioleira.

Elas podem ser usadas para aliviar sintomas de artrite, por exemplo.

 Além do efeito anti-inflamatório, a graviola também é conhecida por seus efeitos analgésicos.

4. Ajuda a tratar infecções

Infecções causadas por bactérias e parasitas, como a leishmaniose, podem ser tratadas com graviola.

As folhas da gravioleira também são usadas para tratar um grande número de infecções.

5. Auxilia no tratamento contra o diabetes

A graviola possui propriedades antidiabéticas, segundo um estudo realizado na Nigéria.

Os dois grupos de ratos testados no estudo tiveram uma diferença significativa em suas concentrações de glicose no sangue, com o grupo tratado por graviola tendo concentrações mais baixas do que o outro.

Cientistas descobriram que o extrato aquoso de folhas de graviola inibe (e até previne) o dano oxidativo hepático causado em pacientes diabéticos.

6. Melhora a saúde renal e hepática

O extrato de graviola foi considerado seguro em ratos que estavam sendo tratados por doenças renais e hepáticas, revela um estudo realizado na Malásia.

Efeitos semelhantes já podem ser observados em humanos.

7. Fortalece a saúde respiratória

Um estudo da Nigéria afirma a eficácia das folhas de graviola no tratamento de doenças respiratórias como a asma.

8. Ajuda a aliviar o estresse

Se você tem estresse ou depressão, consuma graviola.

De acordo com um relatório da Universidade de Connecticut, a fruta é muito indicada para o tratamento de problemas relacionados ao estresse mental.

9. Melhora a saúde gastrointestinal

A graviola possui atividade antiúlcera, elimina o dano oxidativo e preserva o muco da parede gástrica.  

Cientistas descobriram também que a graviola é um anti-helmíntico natural (capacidade de matar parasitas).

10. Fortalece o sistema imunológico

Um estudo coreano afirma que a ingestão de graviola pode aumentar a imunidade, talvez por causa dos compostos bioativos da fruta. 

Observou-se que a ingestão oral de extratos de folhas da gravioleira reduziu o edema em patas de ratos, o que geralmente é causado devido a um sistema imunológico fraco. 

A graviola, portanto, pode ser usada no tratamento de pacientes imunocomprometidos e ainda pode fazer parte da dieta para melhorar a qualidade geral do estilo de vida.

11. Alivia a dor (funciona como analgésico)

Segundo a Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA, a graviola pode funcionar como analgésico. 

12. Trata a febre

A graviola tem sido tradicionalmente usada para tratar a febre

De acordo com um estudo indiano, a fruta da gravioleira e seu suco podem não apenas tratar a febre, mas também agir como um adstringente para diarreia e disenteria.

13. Trata a diarreia

Todas as partes da árvore de graviola são usadas como remédio para uma série de doenças.

E a diarreia é uma delas.

 14. Auxilia no tratamento da hipertensão

Muita gente acredita que a graviola ajuda a controlar a hipertensão.

A razão pode ser o potencial antioxidante dos fenóis na fruta, de acordo com um estudo nigeriano.

15. Ajuda a tratar o reumatismo

Segundo estudos, o chá das folhas da gravioleira mostrou propriedades antirreumáticas.

E as folhas, quando cozidas e aplicadas topicamente, ajudam a aliviar o reumatismo e os abcessos.

A graviola também contém antocianinas, taninos e alcaloides que proporcionam efeitos antirreumáticos.

16. Melhora a pele e o cabelo

A graviola é um bálsamo para a pele.

Tanto, que as folhas da planta são usadas para acalmar a pele dos bebês.

Além disso, o extrato de folhas de graviola pode ajudar a prevenir o papilomavírus, uma doença que causa erupções tumorais, revela um relatório publicado na Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA.

Há quem acredite ainda que a polpa da graviola pode fazer maravilhas nos cabelos: trata a caspa e fortalece os fios, evitando a queda.

17. Pode funcionar como repelente de insetos

Estudo realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) descobriu que a acetogenina – presente na graviola – possui também propriedades inseticidas.