Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

13 sinais de que seu corpo está com excesso de estrogênio

Excesso de estrogênio

O estrogênio é um hormônio muito importante para o corpo feminino e seu excesso pode causar vários problemas.

Todos nós já ouvimos falar muitas vezes em estrogênio.

Mas algumas pessoas ainda não sabem ao certo para que exatamente ele serve. 

O estrogênio é um hormônio sexual feminino produzido pelos ovários e liberado na primeira fase do ciclo menstrual.

Todas as características femininas das mulheres, como tamanho dos seios, textura e brilho da pele, ovulação e preparação do útero para a reprodução, estão ligadas a esse hormônio.  

Ele é responsável por determinar a distribuição da gordura no corpo (é capaz de diminuir o risco de desenvolver doença cardiovascular); estimular o desenvolvimento mamário; proteger as células nervosas; preparar o corpo feminino durante a gravidez (aumenta o tecido mamário, útero e vagina).

O excesso de produção de estrogênio pode se tornar um problema.

As complicações incluem câncer de mama, útero e endométrio; pressão alta; endometriose; cistos ovarianos e depressão.

E é bom ficar atenta: se você está acima do peso, tem diabetes ou pressão alta, está grávida, tem um tumor ou está estressada, seu corpo pode passar a produzir mais estrogênio do que deveria. 

Outros fatores como beber muito álcool, se expor a toxinas semelhantes ao estrogênio no ambiente, ou comer certos alimentos que possuem compostos similares ao estrogênio também contribuem para o excesso de hormônio.

Veja 13 sinais de que seu corpo está produzindo mais estrogênio do que deveria.

1. Você está ganhando peso

Um dos principais sintomas de excesso de estrogênio é o aumento de peso e inchaço, particularmente na área do quadril. 

2. Seus seios estão inchados

Se você estiver produzindo excesso de estrogênio, seus seios podem ficar mais inchados do que o habitual ou doloridos, principalmente ao redor dos mamilos. 

3. Seus seios são fibrocísticos

Quando o organismo está com excesso de estrogênio, as mamas podem apresentar cistos.

Seus seios também podem ficar doloridos ou sensíveis ao toque.

4. Seu período é irregular

Se seu ciclo menstrual é irregular, o alto nível de estrogênio pode ser o culpado.

Quando há um desequilíbrio hormonal, todo o seu corpo sente. 

5. Seu período é mais longo que o usual

Isso porque o estrogênio é responsável por engrossar o revestimento do seu útero.

6. Você sofre com alteração de humor

Seu estado mental e suas emoções são afetados pelo estrogênio.

Você pode se sentir deprimida ou ansiosa, passando por alterações no humor sem nenhuma razão aparente.

7. Diminuição do desejo sexual 

Muitas pessoas com altos níveis de estrogênio têm diminuição do desejo sexual. 

8. Você sofre com dores de cabeça

Flutuações nos níveis de estrogênio (como o que acontece com você todo mês enquanto seu corpo passa pela ovulação até a menstruação) são uma das razões pelas quais você pode estar tendo dores de cabeça.

9. Queda de cabelo

Se você tem muito estrogênio, seu cabelo pode começar a diminuir

10. Suas mãos e pés estão sempre frios

Muitas pessoas com altos níveis de estrogênio também têm má circulação e, como resultado, ficam com mãos e pés frios. 

11. Sua memória é ruim

Especialistas descobriram que, se você tem alto nível de estrogênio, também é provável que você tenha problemas de memória e dificuldade em lembrar-se das coisas.

12. Você tem dificuldade para dormir

O estrogênio é um hormônio excitante.

Por isso, se você tiver estrogênio em excesso, pode ter dificuldade para dormir.

13. Você está sempre cansada

Se você tem problemas para dormir, certamente se sentirá esgotado o tempo todo.

Mas se seu cansaço estiver pior que o normal, mesmo não tendo mudado os hábitos de vida, o estrogênio pode ser o culpado.

Para ter certeza de que seu nível hormonal está correto, procure um médico de confiança.   

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM