Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

12 dicas para detectar um agressor sexual – você ficará surpreso com o que vai descobrir

Já se deu conta do quanto aumentou o número de denúncias por causa da violência sexual?

Felizmente, as pessoas vêm tomando consciência de que a culpa do estupro não é da vítima, mas sempre do abusador.

Afinal de contas, até crianças, que são inocentes, são violentadas.

Nesta matéria, trouxemos algumas características comuns a um agressor:

1. É atraído pelo poder e não pelo sexo

A sensação de que está dominando e tendo o ato sobre controle é o que causa prazer ao criminoso.

Tanto é que há vários relatos de estupro sem penetração.

2. Aparenta ter um comportamento normal

Não vem na testa da pessoa que ela é estupradora.

Geralmente são pessoas comuns, aquelas que a gente menos espera.

3. Procuram vítimas mais fracas

Como a busca é pelo controle, pelo poder, o agressor tende a procurar vítimas sem muita força.

4. Tem sentimentos de inferioridade e frustração

O agressor sexual tem autoestima baixa e é muito pessimista em relação a si mesmo.

5. Acredita que a vítima merece o abuso

Isso significa que são pessoas sem o mínimo de empatia.

6. Não sabe planejar

Isso mesmo!

O abusador geralmente não pensa antes de tomar as decisões, faz tudo de forma muito imediata.

CURA PELA NATUREZA – LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

7. Tem um possível histórico de abuso

Crianças ou adolescentes que já sofreram abuso podem crescer achando que é algo normal.

É como se desenvolvessem o desejo de conquistar as coisas com a própria força.

A menta humana é realmente muito complexa.

Portanto, a vítima pode se transformar no vilão.

8. Acredita que tem o direito sobre os outros

Este ponto depende muito da questão cultural, mas geralmente o criminoso cria uma justificativa interna para violação.

9. Não é um deficiente mental

Você pode encontrar distúrbios de personalidade no agressor.

Ele pode ser, por exemplo, bastante antissocial.

Mas, geralmente, o abusador sexual é capaz de entender o que está fazendo e, mesmo assim, não se sentir mal por isso.

10. É capaz de assumir a responsabilidade por suas ações

É claro que não podemos generalizar, mas a maioria, como já dissemos, tem consciência do que está fazendo.

11. Evita assumir a responsabilidade

Os agressores sexuais geralmente justificam seu comportamento com o uso de substâncias ou fingem sofrer uma psicopatologia para escapar de sua punição.

São pessoas realmente perigosas.

12. Culpa a vítima

É um absurdo, mas os agressores sexuais normalmente culpam as vítimas, como se elas tivessem provocado a situação.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO