PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

12 alimentos que reduzem os níveis de ácido úrico no corpo

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Conheça agora alimentos que ajudam a reduzir os níveis de ácido úrico no organismo, impedindo que diversos males se instalem no corpo.

O ácido úrico é uma substância produzida naturalmente pelo corpo humano a partir da metabolização das purinas, que são uma espécie de proteína encontrada em alguns alimentos.

Os rins são os órgãos responsáveis por administrar os níveis desse componente no organismo, eliminando o seu excesso.

Porém, a ingestão demasiada de alimentos carregados com as purinas e/ou falhas na atividade renal podem desencadear um acúmulo de ácido úrico no corpo.

Quando está presente em altos níveis no corpo, essa substância provoca uma série de problemas de saúde.

Alguns exemplos desses problemas são inchaços diversos, cálculo renal (pedra nos rins) e gota, que é uma doença causada pelo acúmulo de cristais do composto nas articulações, o que desencadeia desgastes nessas áreas e fortes dores com a execução de simples movimentos.

O exame para aferição dos níveis do ácido no organismo é feito através da coleta de sangue, e a melhor forma de evitar passar por esse problema é se alimentar corretamente e beber muita água.

Veja agora uma lista em que indicaremos os principais alimentos que, se incluídos na dieta, podem evitar que os níveis de ácido úrico no organismo subam, ou ajudar na redução de níveis já altos.

Alimentos que reduzem os níveis de ácido úrico

É importante frisar que a inclusão dos alimentos que apresentaremos na alimentação deverá ser monitorada e avaliada por um nutricionista.

Exames e análises de perfil são necessários para determinar as necessidades de cada indivíduo.

Saiba o que comer para baixar o ácido úrico:

  • Frutos vermelhos: morango, cereja e cranberries, por exemplo
  • Maçã
  • Frutas cítricas: abacaxi, acerola, limão, laranja, entre outras
  • Abóbora
  • Aipo (salsão)
  • Cenoura
  • Carnes brancas: peru, frango e peixe, por exemplo
  • Iogurte natural fresco
  • Cereais integrais: aveia, arroz integral, painço e quinoa
  • Azeite de oliva extravirgem
  • Nozes
  • Sementes; linhaça, chia e girassol, por exemplo

Para além da importância desses alimentos, vale a pena reforçar a dica de beber pelo menos dois litros de água (de boa qualidade) por dia, pois é fundamental para manter os rins trabalhando bem.

Com os rins desempenhando bem as suas funções, eles irão eliminar o excesso de ácido úrico com mais eficiência.

Uma boa alimentação aliada a uma função renal estável impede que o ácido úrico se acumule no organismo.

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.