Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

11 maneiras naturais de aumentar a produção dos hormônios da felicidade no seu corpo!

Tudo o que sentimos, seja positivo ou negativo, é controlado por hormônios e neurotransmissores.

Para quem não sabe, neurotransmissores são substâncias químicas naturais, responsáveis por transmitir informações do cérebro para o resto do corpo.

É por causa desse mecanismo que nós sentimos medo, alegria, tristeza, tranquilidade e outras sensações.

Quem consegue se controlar em situações adversas são pessoas com maior inteligência emocional.

Esta é uma incrível capacidade de manter o autocontrole e não permitir que notícias ruins destruam o nosso psicológico – e é sobre isso que falaremos neste post.

Afinal, é muito possível estimular os hormônios da felicidade quando desejamos.

Se você, por exemplo, praticar exercícios físicos, durante pelo menos 30 minutos diários, isso já será o suficiente para gozar de uma prazerosa satisfação.

As opções são várias: correr, caminhar, fazer ioga, dançar…

Tudo isso aumenta os hormônios da felicidade.

E tem mais!

Quando você come alimentos, como chocolate, nozes e sementes também consegue produzir alguns hormônios especiais para a alegria e o bem-estar, como:

1. Dopamina: ele é liberado quando sentimos prazer alcançando algum objetivo.

2. Oxitocina: é conhecido como hormônio do amor e está ligado à fidelidade, relação sexual e sensação de segurança.

3. Serotonina: aumenta junto com os sentimentos de dignidade.

4. Endorfina: aumenta a felicidade, ajuda no controle do estresse, reduz a fome…Ou seja, é uma resposta para proteger o corpo.

Separamos 11 formas de liberar esses hormônios no seu corpo:

1. Faça atividade física

Já mencionamos isso antes, mas entenda: a vida sedentária é a principal causa da depressão e tristeza.

Faça atividades que você gosta.

2. Compartilhe momentos com seus amigos

Abraçar as pessoas, confiar e sentir que é de confiança ajuda a aumentar a produção de oxitocina no corpo.

3. Tome banho de sol

Isso ativa a produção melatonina, que, por sua vez, ajuda a regular o sono e aumentar a serotonina.

4. Consuma alimentos especiais

Como já falamos, alguns alimentos apimentados, chocolate, nozes, sementes e carboidratos circulam em nosso organismo ativando hormônios que nos deixam felizes.

5. Faça aromaterapia

Os aromas também influenciam nosso estado de espírito, pois ajudam a criar uma atmosfera pacífica.

Escolha de preferência baunilha, coco, lavanda ou rosa, pois são universalmente conhecidos por promover sentimentos de segurança e conforto.

Há muitas velas aromáticas vendidas no mercado que podem ajudar.

6. Chore sem inibição

Chorar ou gritar quando sente a necessidade ajuda a liberar endorfina e logo seu corpo se estabiliza outra vez.

7. Faça massagens

Principalmente nos pés.

Isso porque a massagem diminui o estresse gerado pelo hormônio cortisol.

E, além disso, a massagem promove a produção de serotonina e dopamina.

8. Sorria

O cérebro não distingue a diferença entre a realidade e a imaginação.

Então sorria, mesmo quando não sentir vontade.

Esse movimento libera muitos hormônios do bem, dando uma sensação maravilhosa.

9. Ouça música

O poder do som é extraordinário.

Outro dia, até publicamos uma matéria sobre músicas capazes de ajudar no tratamento de câncer.

O que acontece é que a boa música vai liberar hormônios da felicidade e acabar com qualquer sensação de tristeza.

10. Aprenda novas habilidades

Aprender a dançar, cantar, desenhar ou fazer algum esporte novo vai estimular seu cérebro a encarar novos desafios, e isso é muito prazeroso.

11. Seja grato(a)

A gratidão estimula os bons hormônios e noz faz sentir em paz.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM