Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

11 coisas que os humanos fazem que os cães odeiam

Os seres humanos, sem saber, fazem muitas coisas que os cães não gostam.

Os cães são os melhores amigos do homem, certo?

Na maioria das vezes, sim.

Mas, para isso, é bom você saber o que irrita, e muito, seu companheiro peludo para não repetir nunca mais.

Então, se você tem um cachorrinho de estimação, ou pretende ter um, leia este artigo até o final. 

Vamos mostrar 11 coisas que nós, humanos, adoramos fazer com os cachorros, mas que, na verdade, eles detestam. 

Anote aí:

  • Falar mais do que agir
  • Abraçar seu cachorro
  • Acariciar o rosto ou a cabeça de um cachorro
  • Andar até um cachorro estranho enquanto olha nos olhos
  •  Não estabelecer normas e regras
  • Forçar seu cão a socializar com cães ou pessoas que ele não gosta
  • Não deixar ele explorar e cheirar coisas e espaços durante o passeio
  • Manter a guia apertada
  • Ficar tenso
  • Ser chato
  • Provocar um cachorro

Falar mais do que agir

Os cães acabam entendendo, ou deduzindo, o significado de algumas palavras muito usadas por nós, como andar, brincar, comer – e podem até aprender centenas de palavras, como fazem alguns collies, uma das raças mais inteligentes do mundo. 

Mas, ainda sim, eles não conseguem entender a linguagem humana e se guiam pela nossa linguagem corporal. 

Por incrível que pareça, se você passar o dia inteiro sem dizer uma palavra com seu cão, se comunicando apenas com seu corpo, seu companheiro sentirá um grande alívio.

Tente fazer essa experiência!

Mas veja que interessante,  mesmo depois de saber disso, precisamos lhe contar que, segundo a ciência, pessoas que conversam com seus animais de estimação são mais inteligentes.

Abraçar seu cachorro

Todos nós adoramos abraçar nossos amigos peludos.

Mas, acredite, eles não se sentem nada satisfeitos com essa atitude.

Cães não têm braços e não se abraçam. ao contrário: se um cão coloca uma das patas dianteiras nas costas de outro cão, isso é considerado um ato de domínio. 

É por isso que alguns cães se sentem ameaçados, com medo e podem até morder alguém que os abrace de repente.

Se você percebe que seu cão fica tenso, inclina a cabeça para longe de você, evita contato visual, lambe os lábios e mantém a boca fechada, quer dizer que ele está se sentindo desconfortável com o seu abraço. 

Acariciar o rosto ou a cabeça de um cachorro

A realidade é que, apesar de ninguém nem desconfiar, a maioria dos cães não gosta de ser acariciado na cabeça.

Andar até um cachorro estranho enquanto a olha nos olhos

O contato visual pode significar domínio e enfrentamento para muitas espécies.

Por isso, muitas vezes, pode ser até assustador quando um estranho nos olha fixamente.

E o mesmo acontece com os cães.

Quando você olha um cachorro estranho nos olhos, sem piscar, mesmo que você esteja sorrindo amigavelmente, o cachorro provavelmente está entendendo sua atitude como um ato de domínio ou mesmo de agressão. 

Eles podem então desviar o olhar, rolar no chão ou começar a latir.

De qualquer maneira, para a maioria dos cães, um estranho olhando nos olhos enquanto se aproxima não é uma situação confortável.

Para não assustar um cachorro desconhecido,  aproxime-se com o corpo ligeiramente inclinado (não com os ombros voltados para o cachorro), com os olhos levemente desviados e fale baixinho com uma voz suave. 

 Não estabelecer normas e regras

Os cães querem, precisam e amam regras, assim como as crianças.

Pense em crianças educadas e equilibradas.

Agora, pense naquelas mimadas, que não possuem habilidades sociais ou fazem birras quando não conseguem o que querem.

Qual tipo de criança você acha que tem regras e limites consistentemente aplicados? 

Pois com os cachorros não é diferente.

As regras tornam a vida muito mais previsível, muito menos confusa e muito menos estressante.

Forçar seu cão a socializar com cães ou pessoas que ele não gosta

Parece impossível que um cachorro não goste de socializar com outros cachorros, correr no parque ou brincar com pessoas.

Mas, acredite, existem muitos cachorros assim, e o maior erro que os donos desses cachorros podem cometer é ignorar esse fato.

Ou, simplesmente, não respeitar os sinais que o cão emite. 

Encorajar cães tímidos, medrosos ou reativos é positivo.

Incentivá-los a sair da zona de conforto e recompensá-los por um bom comportamento social é importante para ajudá-los a viver uma vida equilibrada. 

Mas forçar uma situação, ou empurrá-lo para algo ou alguém que ele definitivamente não gosta, é altamente prejudicial.

Não deixar ele explorar e cheirar coisas e espaços durante o passeio

É ótimo que você consiga ‘’dominar’’ seu cachorro com a coleira durante o  passeio. 

Mas é muito importante que ele tenha algum tempo para explorar seus arredores enquanto passeia com você.

Os cães ‘’enxergam’’ com o nariz e dão tanta importância ao sentido do olfato quanto nós, humanos, damos ao senso de visão para interpretar o mundo ao nosso redor. 

Manter a guia apertada

Quando você mantém a guia do seu cachorro apertada, você aumenta o nível de estresse, frustração e emoção para ele e, inversamente, para você. 

Ao manter uma guia solta, você deixa seu cão muito mais tranquilo, e ele entende que não há motivo para ficar preocupado ou tenso. 

Um cão que anda com uma guia apertada tem mais chances de latir ou a reagir mesmo nas situações sociais mais leves. 

Ficar tenso

Os cães entendem e ‘’repetem’’ nossas emoções e comportamentos. 

Assim, quanto mais estressado você estiver, mais estressado será o seu cão. 

E os cães, assim como nós, claro, não gostam de estresse.

Ser chato

Quem é que gosta de gente chata?

Ninguém, não é?

Pois os cães também não gostam.

Na verdade, eles detestam quando somos chatos e não damos atenção a eles.

Se seu cachorro começa a se esconder em armários, comer sapatos ou mastigar as pernas da mesa, eles estão demonstrando o quanto estão entediados.

Se esse for o seu caso (ou do seu cachorro), brinque com ele.

Ou ensine uma nova atividade ou comando.

Acredite, ele vai agradecer. 

Provocar um cachorro

Você certamente já sabe disso, mas vale sempre relembrar.

Não lata para um cachorro passando na rua.

Não acene ou fale com um cachorro que está latindo para você por trás de uma janela ou porta e nem  puxe o rabo de um cachorro. 

Já que estamos falando de cachorros de estimação, preste atenção no seu bichinho para entender os 5 sinais que indicam que você deve levar seu animal de estimação imediatamente no veterinário. 

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM