Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

11 benefícios do chá de erva-mate para a saúde

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O chá de erva-mate é muito rico em propriedades terapêuticas.

Quem é que não gosta de um chazinho de erva-mate?

Além de saborosa, a bebida faz muito bem à saúde: reduz o risco de doenças cardiovasculares, tem propriedades antioxidantes, antimicrobianas e anti-inflamatórias, e ajuda na perda de peso saudável. 

Feita de folhas secas da árvore Ilex paraguariensis, nativa da América do Sul, é uma boa fonte de polifenóis, xantinas, derivados de cafeína e saponinas.

Entre os minerais, contém zinco, cromo, potássio, cobre, alumínio, ferro, manganês e níquel. 

A erva-mate também contém vitamina C, vitamina B1 e vitamina B2.

E, não por acaso, é usada há séculos pelos indígenas como bebida com propriedades medicinais. 

Veja os benefícios da erva-mate para a saúde. 

Propriedades antioxidantes

Fitoquímicos como polifenóis, ácido clorogênico e derivados de cafeoil fazem da erva-mate um excelente antioxidante. 

Reduz o estresse oxidativo e o estresse nitrosativo, que pode causar danos no DNA, morte celular e peroxidação lipídica. 

Melhora a cognição

Estudos mostram que a erva-mate é um poderoso estimulante.

Os ingredientes ativos do chá são capazes de melhorar a memória, a atenção e o foco.

E os antioxidantes podem prevenir a deposição de placas no cérebro, diminuído os riscos de demência.   

Aumenta a libido 

Tradicionalmente conhecido como um afrodisíaco leve, é usado principalmente por homens para aumentar sua libido e desejo sexual

Ajuda a melhorar a fertilidade, o equilíbrio hormonal e a saúde reprodutiva.

Isso por causa do seu rico conteúdo mineral e vitamínico. 

Melhora a digestão

Se você estiver com constipação, inchaço, cólicas e outros problemas digestivos, beba chá de erva-mate.

Ele tem xantinas, que são capazes de promover o relaxamento da musculatura lisa, o que pode ser muito bom para a digestão.

Aumenta a saúde cardiovascular

Os polifenóis da erva-mate ajudam a reduzir doenças cardiovasculares, como a aterosclerose.

Auxilia também na redução do colesterol LDL (ruim).

Tem propriedades anti-inflamatórias

A erva-mate possui propriedades bactericidas que podem ajudar na prevenção de riscos à saúde causados ​​pela bactéria E. coli

E mais: os flavonoides encontrados na erva-mate podem reduzir os riscos de inflamação e as propriedades anti-inflamatórias melhoram a saúde geral.  

Controla diabetes

A erva-mate pode ajudar na redução das complicações da hiperglicemia do diabetes

Reduz obesidade

A erva-mate provoca o aumento da oxidação de gordura, o retardamento do esvaziamento gástrico e o aumento da sensação de saciedade.

Por isso, ajuda na perda de peso saudável.

Além disso, a planta acelera o metabolismo.  

Fortalece os ossos

O chá de erva-mate contém uma série de minerais que são essenciais para a densidade mineral óssea no corpo, como: cálcio, ferro, fósforo, potássio e zinco.

Melhora a circulação

Os altos níveis de ferro encontrados no chá de erva-mate ajudam significativamente na produção de glóbulos vermelhos e previnem a anemia

Impulsiona o sistema imunológico

O ácido ascórbico (vitamina C) no chá de erva-mate promove o aumento de glóbulos brancos e ajuda a reduzir o estresse oxidativo no corpo, aumentando a defesa para o sistema imunológico. 

Como fazer o chá

Para fazer o chá de erva-mate, é fácil: basta derramar água quente em folhas secas erva-mate (1 colher de sopa) em uma cuia ou xícara. 

Você também pode usar o saquinho de chá de erva-mate.

Consuma quente ou frio. 

Tome até duas xícaras por dia.

Atenção!

O uso excessivo e regular do chá de erva-mate apresenta alguns efeitos colaterais e riscos, como problemas cardíacos e elevação da pressão arterial.

Gestantes e crianças não podem tomar o chá.

Além disso, o uso prolongado pode ter um efeito negativo sobre a função hepática.

A dica é consumir com segurança, em quantidade moderada.

Lembre-se: antes de incluir o chá de erva-mate na sua dieta, fale com seu médico.

DEIXE SEU COMENTÁRIO