Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

10 remédios caseiros para dor nos pés

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Estas dez dicas vão ajudar você a se livrar das dores nos pés de forma natural, prática e eficaz.

Você sente dores nos pés?

Sabe quais são as causas dessas dores e como tratá-las?

Pois então continue a leitura deste artigo.

Você vai encontrar uma lista com as principais causas de dores nos pés.

E o melhor, vamos mostrar dez dicas que vão ajudar você a se livrar dessas dores de forma natural, prática e eficaz.

Apesar de não ser muito alarmada, a dor no pé é bastante comum, principalmente nas mulheres, pessoas com idade avançada, obesas e que sentem dores em outras áreas do corpo.

É o que descobriu um estudo realizado em 2008 e publicado no Journal of Foot and Ankle Research.

De acordo com a pesquisa, quase um em cada cinco adultos relatou ter dor no pé.

E o pior é que a dor pode ter um impacto bastante significativo na qualidade de vida relacionada à saúde, observou o estudo.

Muita gente não sabe, mas os pés têm quase tantos ossos quanto a mão e o pulso.

E por isso, a dor ou o desconforto pode ocorrer nos dedos, calcanhares, arcos, solas ou outras partes do pé.

Variando de intensidade leve a grave, a dor no pé pode durar pouco tempo ou ser um problema contínuo.

Em todos os casos, as causas deste problema podem ser muito variadas, como estilo de vida e até outros sérios problemas de saúde.

Vamos conhecer as dez principais razões pelas quais seus pés doem e como corrigir esse problema.

Veja também como eliminar todas as dores musculares do seu corpo

Usar sapatos de salto alto

Você abusa dos sapatos de salto alto?

Pois essa é uma das principais causas de dor nos pés.

Isso acontece porque os sapatos exercem muita pressão sobre os dedos dos pés.

Além da dor, o salto alto pode provocar fraturas por estresse, bursite, tornozelo torcido e neuroma.

Para corrigir este problema:

  • Escolha sapatos com saltos mais grossos para melhor equilíbrio e pressão reduzida.
  • Se você estiver com bolhas nos pés, cubra-as com algodão ou gaze.
  • No final do dia, descanse os pés em água morna com um pouco de sal por 15 minutos. 
  • Antes de dormir, faça uma massagem nas solas dos pés. Isso ajuda a melhorar a circulação e reduzir a dor.

Além dessas dicas, conheça um truque para você usar salto alto sem sentir dor.

Usar sapatos mal ajustados

Quando os sapatos são muito apertados ou muito estreitos, os dedos dos pés precisam aguentar muita pressão e ficam espremidos contra o calçado, causando irritação e dor.

Além disso, andar com sapatos que não se encaixam bem é prejudicial para os músculos, articulações e ligamentos dos pés, pernas, quadris e costas.

Antes de usar um sapato, verifique o tamanho dele.

Os pés podem mudar de tamanho com o passar do tempo. 

Para corrigir este problema:

  • Invista em um sapato de qualidade, com uma sola texturizada e um suporte no tornozelo.
  • Compre sapatos novos regularmente, a cada 6 a 8 meses.
  • Quando for comprar sapatos, escolha o período da tarde. Seus pés tendem a inchar um pouco depois de andar a maior parte do dia.
  • Ao comprar um par de sapatos, experimente os dois pés de sapatos e dê alguns passos.
  • Junto com os sapatos, procure meias que vêm com estofamento especial em áreas específicas, como a região dos dedos dos pés e dos calcanhares.
  • Se necessário, consulte um podólogo para ajudar você a escolher o tipo certo de calçado para os seus pés.

Gravidez

Durante a gestação, é muito comum sentir dores nos pés, além de enjoos matinais, tensão nas costas, fadiga e cansaço.

E não por acaso.

O aumento de peso corporal, natural durante a gestação, pode deixar suas pernas e pés mais cansados.

E isso tende a piorar no terceiro trimestre da gravidez. 

À medida que o ganho de peso continua, o centro de gravidade da mulher é completamente alterado.

Isso coloca pressão adicional sobre os joelhos e pés.

Para corrigir este problema:

  • Eleve os pés sempre que perceber que eles estão inchados ou muito doloridos. 
  • Beba muitos líquidos, pois a desidratação pode piorar o inchaço e a dor.
  • Melhore a circulação nos tornozelos com exercícios de rotação.
  • Com os pés elevados, coloque uma compressa fria nos pés por 15 a 20 minutos, duas ou três vezes ao dia.

Unhas encravadas

As unhas encravadas ficam muito doloridas e latejam, afetando os dedões do pé.

Dizemos que uma unha está encravada quando a borda lateral da unha se curva e afunda a pele do dedo, causando dor intensa.

Cuidado: usar sapatos muito apertados pode piorar a situação de uma unha encravada.

Para corrigir este problema:

  • Coloque os pés de molho em água quente algumas vezes por dia para reduzir o inchaço, a dor e a sensibilidade. 
  • Adicione à água um pouco de sal (proibido para hipertensos) ou vinagre de maçã.
  • Após a imersão, você pode usar algodão ou fio dental para levantar suavemente a borda da unha para que ela não cresça mais na pele.
  • Se a unha não estiver com infecção, você pode cortá-la.
  • Corte sempre as unhas dos pés e não lixe os cantos.

Ficar muito tempo de pé

Ficar ou trabalhar em pé regularmente por longas horas pode causar dores nos pés e inchaço nas pernas.

Para corrigir este problema:

  • Se realmente precisar ficar em pé por longos períodos, use sapatos confortáveis.
  • Em pé, mude periodicamente o seu peso de uma perna para a outra.
  • Para cada hora em pé, faça intervalos de dez minutos. 
  • Evite flexões, alongamentos e torções extremas.
  • Estique as pernas de tempos em tempos.
  • Eleve os pés da cama para que seus próprios pés fiquem mais altos que o resto do corpo. Isso reduz o inchaço e a dor.

Pés chatos

Se você tem pés chatos, sabe que é comum sentir dores e desconforto.

Isso porque a forma plana das solas dos pés pressiona os ligamentos dos tornozelos, causando dor e fraqueza no pé e rigidez na região lombar.

Para corrigir este problema:     

  • Ande descalço.
  • Faça exercícios de alongamento com o calcanhar, para alongar os músculos do tendão de Aquiles e da panturrilha posterior.
  • Compre sapatos com o tipo certo de suporte, como suportes para arco.

Ácido úrico elevado no corpo

Um alto nível de ácido úrico no corpo é outra causa de dor no pé.

O ácido úrico é um produto residual da oxidação de purinas e normalmente é excretado na urina.

Os cristais de ácido úrico causam artrite inflamatória, provocando dor nos pés e em outras partes do corpo.

Saiba como dissolver os cristais de ácido úrico em pouco tempo.

Para corrigir este problema:

  • Beba bastante água para ajudar a otimizar a filtragem de ácido úrico.
  • Evite proteínas de origem animal, como carnes, peixes e aves.
  • Evite alimentos com fermento (como pão), cogumelos e feijão, que são ricos em purina.
  • Coma alimentos ricos em fibras alimentares e carboidratos como inhame e batata-doce, que contêm apenas pequenas quantidades de purina.
  • Limite sua ingestão de álcool.
  • Faça exercícios regularmente e mantenha um peso saudável.

Joanetes

Joanetes são outra causa comum de dor no pé. 

Um joanete nada mais é que uma deformidade que se desenvolve no dedão do pé, causando dor no pé, no quadril, no joelho e na região lombar. 

Pode causar ainda dor extrema durante a caminhada e flexibilidade reduzida do dedão do pé.

Para corrigir este problema:

  • Use uma compressa fria na área afetada.
  • Massageie a área com óleo quente diariamente.
  • Role uma bola de tênis sob a sola que pareça firme e dolorosa.
  • Para reduzir a gravidade da dor, use sapatos adequados, com uma biqueira larga e salto baixo.
  • Evite usar sapatos estreitos, dedos pontiagudos e sapatos de salto altos.
  • Use preenchimento e tala para ajudar a aliviar a dor.
  • Se necessário, faça cirurgia para remover os joanetes.

Diabetes

Você sabia que os diabéticos podem desenvolver com mais frequência a neuropatia diabética, que provoca danos nos nervos dos pés?

Queimação ou formigamento e, às vezes, dormência são alguns dos sintomas.

Para corrigir este problema:

 Se você não tem diabetes, ótimo!

Clique aqui e saiba como evitar a doença:

 

 Fascite plantar

A fascite plantar causa dor aguda no calcanhar e na sola do pé.

A fascite plantar é causada pela inflamação da fáscia plantar, uma espessa faixa de tecido que percorre a parte inferior do pé, do calcanhar aos dedos dos pés. 

A doença é comum em atletas que correm e saltam com frequência, pessoas de meia idade e aquelas com excesso de peso.

Para corrigir este problema:

  • Faça exercícios de alongamento para os pés e os músculos das pernas, algumas vezes ao dia.
  • Faça massagens nos pés com óleo morno algumas vezes ao dia.
  • Aplique gelo por 15 a 20 minutos, 3 ou 4 vezes por dia para reduzir o inchaço.
  • Cuidado com o excesso do uso de calçados de salto alto.
  • Use sapatos que ofereçam suporte adequado ao arco.
  • Evite ficar em pé por longos períodos de tempo.