PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

10 erros que você comete sempre que limpa o banheiro e nem desconfia

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Você sabe quais são os principais erros que você pode estar cometendo quando limpa o seu banheiro?

Por mais que pareça uma tarefa simples, a forma como você limpa o seu banheiro influencia bastante na eficiência da limpeza.

Por isso, listamos neste artigo os erros mais comuns que cometemos ao limpar o banheiro.

Veja a seguir algumas dicas de especialistas para que você otimize ainda mais a sua limpeza e garanta que ela esteja sendo feita da forma correta!

10 erros ao limpar o banheiro

Não dar tempo para o desinfetante agir

Os desinfetantes possuem um tempo de ação que devemos respeitar.

É muito importante que você o espalhe por todas as superfícies que deseja limpar perfeitamente.

E, depois, deve esperar um tempo de cinco a dez minutos para que o produto faça efeito e só depois enxaguar.

É esse tempo que garantirá que o produto penetre nas superfícies e, efetivamente, mate os germes, bactérias e vírus.

Caso contrário, você só estará limpando de forma superficial.

Nesse tempo, você pode aproveitar para adiantar outros trabalhos, como limpar o box do banheiro, os espelhos ou os acessórios.

Ignorar as paredes altas

Um dos erros mais comuns ao limpar o banheiro é ignorar as paredes altas.

É muito comum que, ao limpar o banheiro, você passe um paninho nas paredes mais baixas do banheiro e se esqueça de limpar as partes mais altas.

Por mais que não fique aparente, essas partes também acumulam sujeira e gordura, as quais devemos retirar, para que o ambiente fique livre de fungos e bactérias.

Uma ideia é colocar um pano com produtos desinfetantes em um rodo e passá-lo nas partes mais altas da parede.

Não aproveitar os espaços nos armários

Muitas vezes, a gente tem o costume de ir enchendo as partes dos armários com várias coisas pequenas e unitárias, o que nos faz perder muito espaço!

O ideal para otimizar os espaços é sempre utilizar potinhos e caixinhas organizadoras, para reunir os produtos menores todos dentro de um lugar só.

E manter, dessa forma, o armário mais organizado e fácil de enxergar os objetos.

Não ter produtos à mão

Para evitar acumular sujeiras muito profundas, uma ideia é deixar produtos de limpeza à mão, seja em uma caixinha, ou uma cestinha dentro do armário do banheiro.

Você pode deixar paninhos, toalhas de papel e um spray para limpeza geral, por exemplo.

Dessa forma, você consegue ir limpando conforme vai sujando durante a semana.

E isso facilita, e muito, no momento da limpeza mais pesada do banheiro depois.

Usar muito produto

Usar muito produto só dificulta ainda mais o trabalho.

Afinal de contas, quanto mais produto você utilizar, mais vezes você terá que passar o pano molhado para tirar ele todo da superfície.

Aliás, é importante destacar a necessidade de retirar 100% dos produtos de limpeza das superfícies.

Eles podem danificar as estruturas.

Além disso, também são tóxicos para o ser humano.

Por isso, aplique sempre um único spray/borrifada para cada área que for limpar.

Essa quantidade é mais do que suficiente.

Não limpar a borda do vaso sanitário

Você limpa a borda do vaso sanitário?

Se você não possui esse costume, é melhor começar a praticar, pois é muito importante higienizar bem essa área.

Para facilitar, você pode utilizar uma escova de dentes velha e ir esfregando com um produto desinfetante.

O vaso sanitário é um dos lugares que mais acumulam bactérias e micróbios.

Por isso, ele deve receber uma atenção especial no momento da limpeza.

Não secar piso e parede

Muitas pessoas não possuem o costume de secar o azulejo e a cerâmica depois do banho ou durante a limpeza.

Mas isso pode dar mais trabalho ainda.

Não secar acaba fazendo com que as gotas de água sequem nos azulejos e deixe marcas, que podem ser difíceis de retirar depois.

Desse modo, para lhe auxiliar, você pode deixar aquele rodinho menor de pia no box, ou guardados no armário.

Assim, sempre que molhar, você pode utilizá-lo para retirar o excesso de água.

Não lavar a cortina da ducha

Não lavar a cortina da ducha também é um dos erros ao limpar o banheiro.

Afinal de contas, as cortinas de banho, independentemente do tecido e do modelo, podem acumular fungos e bactérias. Principalmente por estarem constantemente em contato com a água e umidade.

Por isso, você precisa lavar a cortina da ducha sempre ou, pelo menos, passar um desinfetante em todos os cantos, para garantir que ela esteja sempre limpinha.

Não distinguir as diferentes superfícies

É muito importante que você saiba os tipos de superfície do seu banheiro.

Cada superfície precisa de um tratamento diferente, e algumas podem acabar sendo prejudicadas com o uso de produtos inadequados.

Por isso, verifique bem quais produtos pode utilizar nas suas superfícies, para evitar que elas se danifiquem com tempo.

Usar apenas líquido, sem pó   

Esse é um dos erros mais comuns ao limpar o banheiro.          

Muitas pessoas acabam utilizando somente produtos líquidos no momento da limpeza.

No entanto, utilizar pó, como o sabão em pó e o sapólio, é muito importante para promover a esfoliação das superfícies.

É exatamente essa combinação, do líquido para desinfetar, e do pó para esfoliar, que garante uma limpeza profunda do banheiro.

Dica bônus

Por fim, uma dica bônus: opte por produtos que façam espuma.

Se o produto que você utiliza não faz espuma, adicione um pouco de detergente de lavar louças no produto.

A espuma ajuda na melhor penetração e facilita a limpeza, tornando o processo muito mais rápido.

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.