domingo, 17 outubro 2021
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

10 benefícios incríveis do chá de alecrim com erva-doce para a saúde

Aposte na combinação dos benefícios do alecrim e da erva-doce para tratar e prevenir vários problemas de saúde.

Os chás de ervas medicinais são sempre uma excelente opção natural para auxiliar no bom funcionamento do organismo.

Além de fornecerem saúde e bem-estar, eles auxiliam no tratamento e prevenção de várias doenças.

Por isso, se você está em busca de uma vida mais saudável, comece a incorporar essas infusões naturais em sua dieta.

Neste artigo, preparamos uma sugestão de chá de alecrim com erva-doce, que traz diversos benefícios para a saúde.

Benefícios do chá de alecrim com erva-doce

O alecrim é rico em vitaminas A, C, potássio, cálcio e substâncias medicinais que ajudam a equilibrar o organismo. 

A erva-doce contém vitaminas A, B C, cálcio, cobre, ferro, manganês, magnésio, niacina, tianina e zinco.

Essas duas ervas, quando combinadas em uma infusão, proporcionam os seguintes benefícios para a saúde:

Combate tosse, gripe e asma

O alecrim é estimulante e, por isso, combate as crises de asma, gripe, tosse e resfriados.

Além disso, tem ação expectorante, ajudando a eliminar o catarro dos pulmões e garganta.

Também é rico em substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias que contribuem para o fortalecimento do sistema imunológico.

A erva-doce possui vitaminas A e C, que ajudam a aumentar a imunidade, prevenindo doenças respiratórias.

Além do mais, têm propriedades antiviral, antioxidante e antiespasmódica, auxiliando no combate à tosse, gripe, resfriado e coriza.

Controla a pressão arterial

O alecrim tem propriedades anticoagulantes que estimulam o sistema circulatório.

Desse modo, melhora o fluxo sanguíneo e colabora para que haja a oxigenação adequada das extremidades do corpo controlando os níveis de pressão arterial.

A erva-doce é rica em potássio e, por isso, auxilia no controle do ritmo cardíaco, diminuindo a pressão arterial.

Alivia dores reumáticas e contusões

O alecrim contém ácido carnósico, que ajuda a diminuir os níveis de ácido nítrico, um agente que provoca inflamações no corpo.

Assim, auxilia no tratamento e alívio de dores reumáticas, artrite, dores musculares e contusões, que contribui para alívio da dor.

Também possui propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, ajudando a aliviar dores de artrite e gota.

Além disso, é fonte de salicilato, um composto semelhante à aspirina, o alecrim auxilia no alívio da dor.

A erva-doce tem ação calmante e antiespasmódica, que ajudam a relaxar os músculos, sendo eficaz contra dores musculares.

Ajuda na digestão

O alecrim é rico cálcio, fósforo, potássio, magnésio e sódio, minerais que favorecem a ação diurética. 

Além disso, é digestivo e sudorífero, aliviando os sintomas da má digestão e auxiliando na limpeza do fígado.

Por fim, possui propriedades antiespasmódicas e carminativas, que agem contra a má digestão, inchaço e prisão de ventre.

A erva-doce é fonte de ácido málico, que ajuda a melhorar as funções digestivas, pois fornece uma boa quantidade de hidrogênio para a acidificar o estômago.

Reduz os gases intestinais

Devido à sua ação carminativa, o alecrim ajuda a expelir os gases intestinais, ajudando a reduzir o desconforto causado por eles.

A erva-doce contém anetol, uma substância que ajuda  na digestão e redução dos gases intestinais.

Alivia as cólicas menstruais

O alecrim, devido ao seu efeito anti-inflamatório e analgésico, ajuda a aliviar as cólicas menstruais, além de ser um ótimo calmante.

Já a erva-doce é rica em fitoestrógenos, substâncias que promovem e regulam o ciclo e fluxo menstrual.

Combate o estresse

O alecrim ajuda a relaxar os nervos e acalmar os músculos, além de estimular o cérebro e a memória.

Também o ácido carnósico, presente na planta, age como um antioxidante no sistema nervoso, ajudando a lidar com o estresse.

A erva-doce também tem ação calmante, ajudando a  aliviar o estresse, a ansiedade e melhorando a qualidade do sono.

Ajuda no tratamento de hemorroida

Para esse tratamento, além de ingerir o chá, você pode fazer compressas no local.

O alecrim irá funcionar como anti-inflamatório local, diminuindo o edema e inchaço na região afetada.

A erva-doce também ajuda a aliviar a dor causada pelas hemorroidas e seus espasmos.

Combate o mau hálito

Devido às propriedades antibacterianas e o forte sabor e cheiro cítrico amadeirado, o alecrim favorece a higiene bucal, combatendo o mau hálito.

A erva-doce também tem propriedades antimicrobianas que eliminam as bactérias que causam o mau hálito.

Melhora a memória

Um estudo da Universidade de Northumbria, na Inglaterra, comprovou que o alecrim possui compostos que ajudam no desenvolvimento da memória.

Assim, evita a destruição dos neurotransmissores além de aumentar a sua quantidade, melhorando de maneira significativa a memória.

A erva-doce contém potássio, um mineral que facilita a condução elétrica no corpo, incluindo conexões dentro do cérebro.

Assim, aumenta as funções cognitivas e também, por ser vasodilatadora,  leva mais oxigênio, otimizando sua funcionalidade neural.

Chá de alecrim com erva-doce

Este chá é mais um recurso natural para quem busca mais saúde e bem-estar, por isso, aposte na combinação dos benefícios do alecrim e da erva-doce para tratar e prevenir vários problemas de saúde.

Ingredientes:

  • 1 litro de água
  • 2 colheres chá) de alecrim
  • 2 colheres (chá) de erva-doce

Sugestão: se você tiver as duas ervas plantadas em seu quintal, pode usar dois ramos de cada.

Modo de preparo:

Coloque a água em uma panela, adicione as duas ervas e ferva por cinco minutos.

Coe e tome logo em seguida – caso queira adoçar, utilize mel, açúcar mascavo, demerara ou stévia.

Você pode tomar este chá diariamente após uma das refeições ou durante o dia.

Porém, nunca em excesso.

Por isso, consuma uma xícara por dia durante uma semana, faça uma pausa de sete dias e retome o tratamento.

Contraindicação:

Este chá não pode ser consumido por gestantes, lactantes, pacientes epiléticos, bebês, crianças muito pequenas e pessoas com histórico de convulsões.

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
569,129SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,861SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -