PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

10 benefícios do polichinelo e como fazer o exercício da forma correta

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O polichinelo é um exercício físico simples e prático que proporciona vários benefícios para o corpo e a saúde em geral.

Você certamente já ouviu esse nome nas aulas de educação física, principalmente: polichinelo.

O polichinelo é um exercício físico simples e prático que proporciona diversos benefícios para o corpo e a saúde em geral.

É o tipo de exercício para quem não pode ir à academia e não possui equipamentos ou acessórios para fazer atividades físicas em casa.

Os movimentos consistem basicamente em abrir e fechar pernas e braços de forma repetida.

Por isso, prepare-se para conhecer os benefícios desse exercício e comece praticá-lo agora mesmo.

Ajuda a emagrecer

O polichinelo, quando realizado com frequência, e aliado a uma dieta balanceada, ajuda a reduzir a gordura corporal. 

Para obter esse benefícios, pratique no mínimo 15 minutos diários, sem se esquecer da alimentação.

Porém, é necessário manter o foco, pois qualquer deslize na dieta pode anular os efeitos do exercício.

Coração saudável

Por ser um exercício aeróbico, o polichinelo ajuda a estimular os músculos do coração.

Durante a prática do exercício, o coração bombeia o sangue oxigenado e traz de volta o sangue contendo dióxido de carbono das células.

Desse modo, exercita os músculos do coração e outros órgãos vitais para manter a saúde em dia.

Por isso, praticar polichinelo diariamente ajuda a reduzir os riscos de doenças cardiovasculares.

Fortalece os músculos

O polichinelo é uma excelente atividade física para fortalecer os músculos dos membros inferiores. 

Entre eles, o exercício inclui os músculos da panturrilha, quadríceps, glúteos, flexores do quadril e isquiotibiais. 

Além disso, trabalha os músculos das costas, abdômen e deltoides.

Fortalece os ossos

Após algumas semanas praticando polichinelos, a sua saúde óssea começa a melhorar.

O polichinelo é um excelente exercício de peso corporal e, por isso, ajuda a prevenir a perda de massa óssea.

Portanto, ajuda e muito a deixar os ossos mais fortes, principalmente em pessoas com risco de osteoporose.

Alivia o estresse

Durante o pulo do exercício, os membros inferiores e superiores estimulam o cérebro a liberar a serotonina, hormônio do bem-estar.

Com isso, conseguimos ficar menos estressados, pois, além desse hormônio, o corpo também libera um neurotransmissor chamado epinefrina.

Ele é conhecido como hormônio da adrenalina e age no sistema nervoso simpático, aliviando o estresse.

Melhora a coordenação motora

O polichinelo exige postura e sincronia de todo o corpo e, por isso, melhora a coordenação motora.

Isso ocorre porque um simples erro no movimento faz você reiniciar a prática, desenvolvendo os movimentos simultaneamente.

Aquece o corpo

Fazer polichinelos ajuda a relaxar os músculos dos membros superiores e inferiores.

Por isso, antes de iniciar qualquer atividade física, combine o polichinelo com outros exercícios para aquecer o corpo.

Melhora o equilíbrio do corpo

Se você sente que em determinadas atividades do dia seu corpo não tem o equilíbrio necessário, o polichinelo pode ajudar.

Isso porque o movimento de saltar e aterrissar com suavidade, o tempo  de coordenação e o equilíbrio, ajudam a dar estabilidade ao corpo.

Aumenta a resistência

Se você vive de forma sedentária, no início parece que não vai aguentar fazer a série completa de polichinelos.

No entanto, com o passar dos dias, você irá adquirir mais resistência e, consequentemente, aumentar o número e velocidade de movimentos executados.

Condicionamento físico

O polichinelo trabalha a disposição cardiorrespiratória, melhorando, portanto, o condicionamento físico.

O condicionamento físico ajuda o indivíduo a melhorar o funcionamento do músculo esquelético e metabólico.

Como benefício, ele consegue aprimorar sua força e resistência muscular, cardiovascular, potência e flexibilidade. 

Como fazer polichinelos

Para obter os benefícios dos exercícios físicos, eles devem ser executados da forma correta.

Embora o polichinelo pareça uma atividade simples, possui a maneira adequada para praticá-lo.

Caso seja realizado de forma errada, pode causar dores e desgastes musculares.

Portanto, veja como executá-lo corretamente, passo a passo:

  1. Fique em pé numa superfície plana e antiderrapante.
  2. Deixe os pés unidos e os braços junto ao corpo.
  3. Para dar o primeiro impulso, abra as pernas para as laterais, eleve os braços para cima e feche-os acima da cabeça.
  4. Ao longo do exercício, aumente a velocidade para aquecer os músculos.
  5. Caso você se perca durante os saltos e aberturas, recomece os movimentos.
  6. Faça em média cinco séries de dez repetições por dia, lembrando sempre de fazer um alongamento antes de iniciar o exercício.
  7. Com o passar dos dias e, após ganhar resistência, vá aumentando aos poucos a velocidade e o número de séries do exercício.
  • Veja os três primeiros passos na imagem tutorial abaixo:

Dicas

  • Alongue sempre antes e depois dos polichinelos
  • Hidrate-se bem (tome água) antes de qualquer sessão de exercícios físicos
  • Se já sofreu alguma lesão ou sofre com problemas nas articulações, principalmente nos joelhos, faça bem devagar

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.