sábado, 23 outubro 2021
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

10 alimentos que pioram os sintomas da síndrome do intestino irritável

Saiba quais são os sintomas e os alimentos que devem ser eliminados da dieta de pessoas com a síndrome do intestino irritável 

A síndrome do intestino irritável (SII) ocorre por causa de inflamações nas vilosidades intestinais e tem como principal característica um quadro de variados sintomas digestivos. 

Pessoas com essa síndrome têm a qualidade de vida muito afetada pelas inúmeras restrições e dores constantes. 

Entre seus desagradáveis sintomas, podemos destacar: 

  • Azia 
  • Cólica 
  • Diarreia 
  • Distensão 
  • Dor abdominal 
  • Dor no estômago 
  • Inchaço 
  • Gases 
  • Prisão de ventre 

Não é sempre que é possível sentir todos os sintomas, podendo aparecer apenas um, muitos ou até desaparecerem por um período. 

A alimentação inadequada e situações que geram muito estresse e ansiedade podem agravar o quadro. 

Com isso, é fundamental evitar a ingestão de fibras e proteínas em excesso, além dos diversos alimentos gordurosos e processados. 

Veja abaixo alguns alimentos que devem ser evitados por quem tem a síndrome do intestino irritável. 

Fritura 

A gordura e os alimentos processados podem causar fortes contrações no aparelho digestivo de quem sofre de SII. 

As contrações dão origens a outros sintomas desagradáveis. 

Para evitar desconforto, não deve ser ingerida nenhuma fritura, como: 

  • Batata frita 
  • Coxinha 
  • Chips 
  • Fast food l 
  • Salgados 

Dica: 

A batata-doce, mesmo sem estar preparada como chips, deve ser evitada por causa da sua elevada quantidade de fibra e proteína. 

Comida apimentada 

Os alimentos com pimenta podem causar espasmos no cólon das pessoas com síndrome do intestino irritável. 

As fortes dores abdominais e a diarreia são os sintomas mais frequentes após a ingestão de alimentos apimentados. 

Receitas com pimentão provocam os mesmos sintomas, sendo necessário também eliminá-lo da dieta. 

Café e álcool 

O consumo de café e de bebidas alcoólicas é desaconselhado para quem tem a síndrome, pois pode causar o famoso desarranjo gastrointestinal. 

As contrações no intestino acontecem também após a ingestão de outras bebidas com cafeína. 

Assim, é preciso cortar o consumo de refrigerante, chá-preto e as demais bebidas com cafeína.  

Dica: 

Caso o café venha a ser consumido mesmo com a contraindicação, então deve ser bastante diluído para amenizar os sintomas. 

Adoçante 

Adoçantes com sorbitol e manitol devem ser evitados por quem tem SII. 

Essas substâncias provocam diarreia e gases. 

Sugestão: 

Confira as composições dos adoçantes para verificar se contêm essas substâncias. 

Comidas que fermentam 

Os alimentos que podem fermentar tendem a causar muitos gases. 

Entre eles, podemos citar: 

  • Alho 
  • Brócolis 
  • Cebola 
  • Couve-flor 
  • Couve de bruxelas 
  • Ervilha 
  • Feijão 
  • Grão-de-bico 
  • Lentilha 
  • Nabo 
  • Repolho 

Cereais ricos em fibra 

Nas pessoas com a síndrome, os cereais ricos em fibra vão agir desregulando todo o aparelho digestivo. 

Entre os cereais, podemos destacar: 

  • Arroz 
  • Aveia 
  • Cevada 
  • Gergelim 
  • Granola 
  • Milho 

O consumo desses cereais pode causar diarreia, dor e inchaço abdominal. 

Carne vermelha 

A digestão da carne vermelha é muito lenta, causando bastante desconforto. 

Sua elevada quantidade de proteínas também piora o quadro da síndrome. 

Por isso, é recomendado comer apenas pequenas porções e no máximo duas vezes por semana. 

Atenção 

Assim como a carne vermelha, é necessário que salsicha, carne enlatada, presunto e outros embutidos também sejam cortados da dieta.  

Laticínios 

Os laticínios estão no grupo dos alimentos derivados do leite, como:  

  • Iogurte 
  • Manteiga 
  • Queijo 

Esses alimentos são ricos em lactose, fibra e gordura, o que pode causar diarreia em quem tem SII. 

Frutose 

A frutose é um açúcar natural presente nas frutas. 

Esse açúcar agrava os sintomas em muitas pessoas com síndrome do intestino irritável. 

Diante disso, é importante que o médico seja consultado para orientar se existe a necessidade de cortar as frutas da dieta. 

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
569,608SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,857SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -