Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

10 alimentos para recuperar a saúde do fígado

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Comer os alimentos certos é o melhor tratamento para as doenças hepáticas.

A nutrição adequada age como remédio para a saúde do fígado.

Cuidar do seu corpo significa não apenas intervir quando algo de errado surge, mas também e, acima de tudo, se cuidar todos os dias para minimizar os possíveis riscos.

Durante as refeições, que é um dos momentos mais difíceis que a gente enfrenta para manter o organismo saudável, não apenas no que diz respeito à saúde do fígado, mas com relação à saúde em geral, muitas vezes somos expostos a alimentos não saudáveis e é aí que entra a questão da escolha certa. 

Em alguns casos, deficiências na dieta afetam negativamente o organismo, como a falta de ferro, cálcio ou magnésio.

Alimentos para preservar a saúde do fígado

Alcachofra

A alcachofra é um aliado poderoso para a saúde do fígado, estimula a ação da síntese e a secreção do suco biliar.

Sua ação colerética também promove o desenvolvimento do tecido hepático. 

O mérito dessa ação hepatoprotetora é da cinarina, uma substância amarga e aromática contida nas folhas da alcachofra. 

Ela pode ser consumida crua, para maximizar os resultados, com a adição de algumas gotas de suco de limão e uma gota de azeite extravirgem de oliva.

Cardo-mariano

Uma ação semelhante à da alcachofra é obtida com o consumo do cardo-mariano (Silybum marianum).

As propriedades benéficas dele estimulam a regeneração das células hepáticas. 

Sua ação hepatoprotetora é considerada eficaz também contra possíveis danos decorrentes do consumo de álcool e de certos medicamentos.

Repolho 

O repolho é considerado um superalimento para manter a boa saúde do corpo.

Além disso, é extremamente rico em vitaminas K, A e C. 

O auxílio à saúde do fígado oferecido pelo repolho não é o único benefício reconhecido: seu consumo está associado ao bem-estar do sistema digestivo, reduzindo o risco de câncer de cólon, coração e ossos.

Pimentas

A ingestão de pimentas favorece uma resposta hepática eficiente.

A capsaicina,contida nelas, minimiza a formação de fibrose hepática e bloqueia o desenvolvimento de outros possíveis danos.

Água com limão 

A mistura de água e suco de limão ajuda o corpo a eliminar toxinas naturalmente. 

A água é com certeza uma das melhores opções para o funcionamento correto de todo o organismo. 

Enriquecida com o suco de um limão espremido na hora, a água tem sua ação depurativa bastante ampliada. 

No entanto, tenha cuidado em caso de sofrer com alguma doença no estômago.

Neste caso, é bom consultar seu médico antes de tomar água com limão. 

Algas 

Outro aliado natural para a saúde do fígado são as algas comestíveis.

O consumo regular de algas na dieta é capaz reduzir em até 31% a absorção de gordura por pacientes com doença hepática gordurosa não alcoólica.

Peixe

O salmão é uma fonte extremamente rica de ômega 3, substância útil para o bem-estar do fígado.

Como resultado, controla a produção de triglicerídeos.

Nozes

O ômega 3, que é um ácido graxo, pode ser encontrado também em nozes com casca, como amêndoas, pistache e avelã. 

Excelentes fontes de cálcio, ferro, fósforo, cobre e zinco, esses alimentos também fornecem uma contribuição valiosa em termos de vitaminas (A, B2, B9, C, F e P) e ácidos graxos poli-insaturados ômega6 (eficazes contra colesterol ruim no sangue).

Maçã

A maçã possui vitamina C, ácido pirúvico e triterpenoides, substâncias benéficas para o fígado.

Ela é muito útil para a limpeza e prevenção tumores no fígado, além de reduzir o excesso de gorduras. 

O ideal é o consumo de maçã com a casca, de uma a duas orgânicas por dia.

Se não encontrar maçã orgânica, experimente um método que, segundo o médico Dayan Siebra, retira agrotóxicos.

Dente-de-leão

O chá da planta dente-de-leão é utilizado para tratar o fígado e a vesícula biliar.

Tem um efeito positivo na excreção da bílis, aumenta o apetite e combate a prisão de ventre.

Além desses alimentos, dois suplementos que ajudam a proteger o fígado são o cloreto de magnésio e o ácido alfalipóico.

O ácido alfalipóico pode representar uma estratégia útil para manter uma boa função hepática e combater a síndrome metabólica, o envelhecimento da pele e a degeneração do fígado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO