A fama medicinal do gengibre já existia na China há mais de 3.000 anos.

Muitos anos depois, ele chegou à Europa, que o levou para o restante do mundo.

No passado, o gengibre era um produto muito cobiçado e, por isso, bastante caro.

Na Inglaterra do século XIV, meio quilo dele poderia custar tanto quanto uma ovelha.

Hoje o gengibre é muito utilizado pela sua capacidade de acelerar o metabolismo, importante para quem quer perder peso.

Ele também possui atividade anti-inflamatória e analgésica, sendo por isso indicado para auxiliar o tratamento de inflamações e dores.

Ele tem muitas outras propriedades medicinais.

Por exemplo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece e recomenda o seu uso como remédio natural para enjoo. 

Além disso, é usado para tratar problemas digestivos, perturbações respiratórias, inflamação das articulações e dores menstruais. 

Normalmente nós compramos o gengibre na feira ou no supermercado.

Mas você sabia que é possível plantar gengibre em casa?

Não?

Pois fique sabendo que é.

E é isso que você vai aprender agora.

PLANTANDO GENGIBRE EM CASA: A SELEÇÃO DE UMA RAIZ

O gengibre encontrado no supermercado pode ser usado na propagação de mudas caseiras. 

Selecione os rizomas (raízes) que são grossos e lisos. 

Se a pele estiver seca e caindo, são sinais de que o gengibre pode ter sido armazenado por muito tempo, ou seja, está velho, o que impossibilita o seu replantio.



Se o gengibre já estiver brotando, melhor ainda, pois ele é uma potencial muda.

Escolhido o rizoma com a capacidade de ser semente, envolva a raiz em uma toalha úmida de papel e coloque-a num vaso.

Mantenha essa toalha sempre úmida.

Quando houver uma boa quantidade de raízes brotando, já poderemos plantar o gengibre.

O PLANTIO

Encha um vaso profundo com pelo menos 30 cm de profundidade e largura (e use uma bandeja de drenagem) com uma mistura de terra e adubo (esterco).

Um recipiente desse tamanho deve acomodar de duas a três raízes.



Plante os rizomas logo abaixo da superfície do solo e cubra com uma camada fina de terra (uns 2 centímetros). 

Mantenha o vaso num lugar com sombra se estiver no lado de fora da casa ou, se estiver dentro, num cômodo com baixa incidência de luz solar.

Inicialmente, regue com moderação, mas aumente assim que as raízes crescerem mais.

O gengibre gosta de calor e umidade.

Mantenha o solo úmido, mas não encharcado e em temperatura de pelo menos 23 graus.

Em 12 meses, os brotos devem ter cerca de 60cm a 70cm de altura. 

A COLHEITA

Se as plantas estiverem crescendo normalmente, os rizomas podem ser colhidos conforme a sua necessidade. 

Um pedaço da raiz pode ser cortado e o que sobrou, devolvido ao solo para um crescimento contínuo.

Seção: 

Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.