Você acha que é impossível se livrar da gordura das costas?

Tá certo, pode até ser difícil.

Mas impossível não.

Nada é impossível!

Depende de sua determinação.

Vamos ensinar neste post um método de eliminação da gordura que fica nas costas.

Você tem muitos excessos na região do quadril?

Pode se despreocupar!

E pensamento positivo!

Este método pode sim ajudar você.

Ele dura 90 dias.

E, para dar certo, tem que ser obedecido com rigor.

Então, outro passo importante para o sucesso deste método é disciplina, certo?

Você vai precisar ter dois halteres para fazer os exercícios.

Se é principiante, compre um leve, que seja suportado por você.

Nada de exagerar na carga.

O mais importante aqui é a frequência.

Vamos ao método:

Dia 1: mosca reversa - nível principiante: 4 séries de 10.

Observe a posição correta da coluna e dos movimentos:

Dia 2: rotação do tronco - nível principiante: 4 séries de 10.

Segure o altere com as duas mãos e, em pé, execute a rotação apenas do tronco.

Observe a imagem:

Dia 3: extensão alternada - nível principiante: 4 séries de 10.

Deite-se de costas e, com as pernas esticadas, coloca as mãos debaixo dos glúteos.

Eleva uma das pernas até que esteja a 90 graus com o quadril.

Desce a perna até o calcanhar quase encostar no chão.

Repita o movimento com a outra e fique fazendo alternando as pernas até terminar a série.

Dia 4: repouso

Dia 5: agachamento alternado - nível principiante: 4 séries de 10.

Dia 6: remo inclinado - nível principiante: 4 séries de 10.

Dia 7: repouso.

A partir do dia seguinte, repita toda essa rotina e fique fazendo até completar 90 dias.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Publicidade

Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.