Tratamento natural da candidíase - parte 3 | Cura pela Natureza.com.br

Tratamento natural da candidíase - parte 3

-->
Muita gente me pergunta como fazer o chá de orégano e o de cravo e como proceder na hora da lavagem. Por isso seguem as dicas.

O processo é muito simples. Basta jogar um punhado de orégano em 250 ml de água fervida, abafar e deixar amornar. Depois côa-se e coloca-se o chá ainda morno numa bacia limpa, numa temperatura que não queime a pele (suportável ao toque), mas que também não seja fria, e lava-se o órgão genital em movimentos rápidos, mas com cuidado para não machucar, até o chá ficar quase frio. Pode ser de cócoras no boxe. Quem não consegue tal feito por causa da coluna pode sentar na privada e jogar o chá aos poucos com uma jarra, tendo cuidado para a água do vaso não bater na pele.

Depois é só enxugar levemente, tirando o excesso, e dormir sem calcinha. Sim, sem calcinha. Aliás, toda mulher deve dormir sem calcinha e usar no dia a dia calcinha de algodão, para manter a área ventilada, pois o fungo gosta de lugares úmidos e quentes. Outra dica é evitar roupas apertadas e não usar protetores diários, sobretudo aqueles com cheirinho. (Por falar nisso, já pensou no quanto os protetores diários sujam o planeta com aqueles plásticos e aquele excesso de embalagem?)

A lavagem deve ser feita no mínimo por uma semana e toda noite.

Para acelerar o processo é bom tomar uma xícara de chá de orégano (ou de cravo-da-índia) toda noite antes de dormir. A dosagem é diferente: uma colher de sopa para meio litro de água, mas o modo de fazer é o mesmo.

Em vez do orégano, pode-se usar na lavagem cravo-da-índia em igual quantidade. Faz-se o chá do mesmo modo.

Em vez do chá, pode-se fazer o extrato de cravo-da-índia colocando uns 300 gramas de cravo em meio litro de álcool. Deixa-se apurar por no mínimo três meses. Está bom quando o álcool fica marrom. Usa-se o extrato misturado com 50% de água (meio copo do extrato para meio de água). Serve para coceiras em geral. Basta passar no local e deixar secar naturalmente. Esse extrato, misturado com água e colocado num borrifador, deixa a casa mais cheirosa, sem ter o inconveniente de agredir o planeta nem o ar que respiramos. Se quiser mais cheiro é só pingar umas gotas da essência de sua preferência.


Cuidados para evitar fungos

A higiene pessoal deve ser feita da vulva para o ânus, nunca ao contrário.
Evite banho em banheira.
Evite meias e roupas íntimas de náilon e calças apertadas.
Faça uma perfeita higienização durante o banho.
Lave as roupas íntimas com água fervente e sabão.
Não use toalhas e roupas de outras pessoas.
Passe as roupas íntimas com ferro.
Prefira calcinhas de algodão.
Prefira sabonete, absorvente e papel higiênico neutros.
Seque bem todo o corpo. 

Minha experiência

Eu, Solange Cavalcanti, sou autora deste artigo e tive candidíase.

Tentei o tratamento pela medicina convencional, mas só consegui me curar por meios naturais. 

E toda a minha experiência está contida no livro eletrônico "A cura da cândida. Eu consegui – Você também pode".

Assim eu pude dividir com outras pessoas o que passei e mostrar o meu passo a passo para a cura completa, para que todos possam ter o sucesso que tive e conseguir a cura definitiva da candidíase.

Você pode adquirir esse livro clicando AQUI.