Tratamento natural da candidíase – parte 2 | Cura pela Natureza.com.br

Tratamento natural da candidíase – parte 2

-->
Para combater a candidíase, além de fortalecer o organismo, comer muitas frutas, verduras e legumes e reduzir o consumo de açúcar, deve-se cortar o leite e derivados e o glúten, pois estes três são os alimentos prediletos das leveduras e dos fungos.

Frutas secas e castanhas (oleaginosas) também devem ser excluídas por um tempo, já que podem conter fungos. Sem falar na concentração de açúcar dessas frutas (especialmente uva-passa, banana e tâmara).

Na luta contra a candidíase, o cravo-da-índia e o orégano – antifúngicos poderosíssimos – são de grande utilidade.

O orégano pode ser consumido em saladas e pratos em geral. O cravo-da-índia pode ser mastigado (é excelente também para manter o hálito fresco). Com ambos pode-se fazer chá (tomar diariamente) e até banho de assento, no caso de candidíase vaginal.

Já existem no mercado o óleo de orégano e cápsulas de óleo de orégano, que têm um efeito ainda maior.

O extrato de cravo-da-índia é muito concentrado e fácil de fazer (ver matéria e receita aqui no blog)
. Diluído em água, uma parte do extrato para três de água, é ótimo contra micose nas unhas, frieira, pé-de-atleta e coceira vaginal. O óleo de cravo-da-índia também é muito eficaz contra micose na pele e nas unhas.


Observação: Este texto teve a colaboração da nutricionista Vanessa Fenyves Ary (
http://vanessaary.blogspot.com)


Minha experiência

Eu, Solange Cavalcanti, sou autora deste artigo e tive candidíase.

Tentei o tratamento pela medicina convencional, mas só consegui me curar por meios naturais. 

E toda a minha experiência está contida no livro eletrônico "A cura da cândida. Eu consegui – Você também pode".

Assim eu pude dividir com outras pessoas o que passei e mostrar o meu passo a passo para a cura completa, para que todos possam ter o sucesso que tive e conseguir a cura definitiva da candidíase.

Você pode adquirir esse livro clicando AQUI.