Margarina: um veneno para a saúde – parte 2

-->
Na matéria “Margarina: um veneno para a saúde”, postada neste blog, algumas pessoas questionaram o texto, dizendo que hoje o processo da margarina está diferente. Fui conferir.

Como aqui em casa não entra esse produto, pedi a uma amiga uma caixa vazia de margarina que diz ter ômega 3 e 6, vitamina E, ferro e muito mais. Veja a composição: água, óleos vegetais líquidos e interesterificados, vitaminas (A, E, D, B6, B12 e ácido fólico), estabilizante mono e diglicerídeos de ácidos graxos ésteres de poliglicerol com ácido ricinoleico, conservador sorbato de potássio, acidulante ácido cítrico, aromatizante (aroma idêntico ao natural de margarina) e corantes urucum e cúrcuma.

Agora compare com a composição da manteiga que eu tenho em casa: manteiga de primeira qualidade, cloreto de sódio (sal) e corante natural de urucum.



Agora vem a pior parte: Durante uma semana, a caixinha com restos de margarina ficou na temperatura ambiente daqui do Recife (28 a 30 graus) e o produto não amoleceu, não escureceu nem pegou mofo. Dá para imaginar a quantidade de conservante?

Outra coisa: o processo de interesterificação inclui o aquecimento do óleo, e os óleos vegetais são altamente sensíveis ao calor, que destrói suas propriedades e os torna rançosos e saturados, razão pela qual devem ser consumidos frios, à exceção do óleo de coco, que suporta o calor.

A manteiga de fato causa, se comida em excesso, uma carga maior de colesterol. Todavia tem virtudes desconhecidas. Uma delas é o ácido butírico. Recentemente pesquisadores americanos descobriram que esse ácido, presente na manteiga, impede o desenvolvimento de câncer de cólon.

Mas se o problema é controlar o colesterol, basta usar óleo extravirgem cru de oliva, de linhaça, de gergelim, de coco, e evitar fritura. Alternativas há muitas: meus filhos não sabem o que é margarina, só comem pão, inhame, macaxeira, cuscuz com azeite de oliva extravirgem, patê feito em casa e conserva. A de berinjela é uma delícia e tem receita aqui no blog. Raramente comemos manteiga. Bolo, pastel, tudo é feito com óleo vegetal. Assim evito que minha família vire depósito de conservadores, aromatizantes, acidulantes, estabilizantes, corantes e só Deus sabe o que mais.


Curta nossa página no Facebook! Clique no botão "curtir", que está abaixo, logo depois de "Sobre o Autor". Obrigado!

5 comentários:

Luciana disse...

Isso realmente é bem complicado, mas o negocio é evitar comer demais temos que comer com responsabilidade, cada médico fala uma coisa não dá para entender, mas obrigado pela explicação, vc poderia colocar uma matéria sobre colesterol e sobre leite integral, semi desnatado e desnatado, qual a diferença entre eles, pois alguns médicos diz que não há nenhuma hoje em dia os leites tem bem menas gordura.
E sobre a margaria a um tempo atrás li uma matéria que dizia horrores dela, mas como disse no outro comentário, vc vai ao médico e eles te falam tudo ao contrário, mas acho q a manteiga é + saudavel mesmo o negocio é comer tudo com moderação.
Luciana

Sol Cavalcanti disse...

Luciana,
Obrigada pelas sugestões. Em breve postarei e avisarei a você. É, o segredo da boa alimentação está na dosagem: frutas, cereis integrais, legumes, azeite extravirgem, além de reduzir o consumo de alimentos industrializados, e, o mais importante, ler o rótulo e sempre desconfiar de tudo o que os médicos dizem, pois muitos deles nem se dão ao trabalho de ler a composição dos alimentos e dos medicamentos que prescrevem.
Abraço, saúde e paz.
Solange

Luciana disse...

Obrigada, no aguardo
abços
Luciana

Sol Cavalcanti disse...

Oi, Luciana, tudo bem?
Postei uma matéria interessante sobre o leite. Veja:
http://curapelanatureza.blogspot.com/2008/09/leite-um-alimento-no-muito-perfeito.html
Abraço.

Leandro disse...

Pessoal,

Leite, queijo, carnes e etc devem ser banidos da dieta. Sejam vegetarianos com uma dieta equilibrada e vivam sem preocupações.

Os alimentos de origem animal trazem a própria gordura e proteína animal como venenos, promotores de várias doenças, entre elas, o câncer.