Americano inventa máquina que pode curar pessoas com câncer

-->
O americano John Kanzius construiu uma máquina de ondas que deixou os pesquisadores de câncer entusiasmados pelo potencial dela.

Se os testes clínicos derem certo, a máquina de Kanzius poderá acabar com todas as células cancerígenas do corpo de uma pessoa doente sem a necessidade de drogas ou cirurgia e sem efeitos colaterais.



Foi a maior falta de sorte que deu a Kanzius a idéia de usar ondas de rádio para matar células de câncer: seis anos atrás ele foi diagnosticado com leucemia e desde então ele enfrentou 36 rodadas de quimioterapia. Mas não foi a sua própria condição que o motivou, e sim os olhos vazios e doentes de crianças com câncer no M.D. Anderson Cancer Center, em Houston.


Segundo Kanzius, a quimioterapia o fazia se sentir muito doente e ele não conseguia dormir à noite.


Foi numa dessas noites com falta de sono que uma das lâmpadas queimou. Doente por causa da quimioterapia, ele foi até a cozinha e começou a construir o que seria sua primeira máquina de ondas de rádio. São duas caixas, uma ao lado da outra – uma envia ondas de rádio para a outra, criando energia suficiente para ativar o gás em uma lâmpada fluorescente.


Hoje sua invenção está em laboratórios de dois dos maiores centros de pesquisa de câncer – a Universidade de Pittsburgh e o M.D. Anderson Center, onde Dr. Steven Curley, um cirurgião de câncer de fígado, está testando-a. "Essa tecnologia pode nos permitir tratar quase todos os tipos de câncer. Em 20 anos de pesquisa, essa é a coisa mais excitante que eu já vi!", disse Dr. Curley.


Até então, o método de Kanzius foi aplicado em cânceres localizados e sólidos e apenas em animais. O passo seguinte é tratar cânceres que já estão em processo de metástase, ou seja, que já estão se espalhando para outras partes do corpo. Essas células são as que mais matam pessoas com câncer e é difícil encontrá-las.


Mesmo que tudo dê certo no laboratório, será necessário pelo menos quatro anos até que possam se iniciar os testes com seres humanos. Mas John Kanzius tem medo de que ele não tenha esse tempo todo. Então, para ajudar nas pesquisas, ele está angariando milhões de dólares e chamando a atenção da imprensa para sua invenção.


Mas, se esse tratamento funcionar, é mais provável que não seja desenvolvido a tempo para ajudar o homem que o inventou. John Kanzius talvez tenha a chance de fazer um transplante de medula óssea para ter mais tempo de sobrevida, mas, depois de seis anos de quimioterapia, talvez ele não consiga sobreviver.


Texto adaptado de:

Um comentário:

Guilherme Melegari disse...

Mais uma vez Deus mostrando o caminho da cura através da natureza que ele criou para esse fim, ainda bem que tem pessoas que reconhecem isso e buscam esse caminho , parabéns Dr. Kanzius que sua descoberta seja um sucesso para todos.