Cura Pela Natureza, saúde e tratamentos naturais

2 excelentes remédios naturais para mioma

Mioma é um tumor benigno que surge no útero.

E é muito grande a quantidade de mulheres que têm mioma.

Boa parte só fica sabendo quando faz o exame ginecológico.

A medicina natural vê como as principais causas do desenvolvimento de um mioma o uso de anticoncepcionais e as carnes, especialmente o frango, devido à grande quantidade de hormônios e aditivos. 

As mulheres que são obesas têm mais risco de desenvolver um mioma.

Mas as magras não estão livres da doença, pois há outros fatores de risco, como a idade e o estado emocional (estresse, ansiedade, autocrítica exagerada). 

Existem excelentes tratamentos naturais para o problema.

Aprenda dois deles:



1. Unha-de-gato e uxi-amarelo

Faça, pela manhã, o chá de unha-de-gato.

Ferva meio litro de água (de preferência em panela de vidro ou inox), adicione uma colher de sopa da erva e leve ao fogo até ferver.

Consuma pela manhã, morno, em duas doses.

À tarde ou à noite, faça o chá de uxi-amarelo, da mesma forma como você fez o outro.

Espere amornar e beba em duas doses.

Estas plantas você encontra em lojas de produtos naturais.

2. Aipo e melão

Bata no liquidificador 1 xícara de melão picado e 2 talos de aipo.

Comece com o melão e, depois, adicione o aipo. 

Se for preciso, para facilitar a mistura, acrescente um pouco de água.  

Tome imediatamente.  

Atenção: o aipo não pode ser consumido por mulheres grávidas.

E, se tiver pressão baixa, faça o suco apenas com melão. 
Leia Mais ►

7 remédios caseiros para curar rinite e sinusite

A sinusite é o resultado da inflamação da membrana que envolve as cavidades ósseas que entram em contato direto com o nariz.

Em geral, a sinusite ocorre depois de uma gripe mal curada, com um fungo ou vírus afetando a área da inflamação.

A rinite é uma inflamação de origem alérgica da mucosa nasal.  

E é uma resposta do organismo a alguma substância nociva que o nariz repele.

As pessoas que têm rinite e sinusite sofrem mais no inverno e quando ocorrem variações climáticas.

A medicina natural tem um vasto repertório de tratamentos para as duas doenças.

Neste post, ensinaremos sete deles:

Remédio 1

Coloque para ferver 1 litro de água.

Assim que entrar em ebulição (formar as bolhinhas), adicione 5 colheres (sopa) de sal.

Depois, aproxime a cabeça (não muito para não se queimar) e inale os vapores desta preparação por cinco minutos.

Repita o processo a cada hora (fazendo toda a preparação de novo) e verá como melhorarão as vias respiratórias.

Hipertensos não devem fazer este tratamento.

Remédio 2

Pegue 1 pedaço (5 cm) de gengibre e 2 xícaras de água

Coloque para ferver e, quando levantar fervura, espere 5 minutos e adicione 1 folha de eucalipto.

Tampe a panela e espere amornar.

Coe e, na hora de servir, adicione o suco de 1 limão e 2 colheres (sopa) de mel puro.



Remédio 3

Faça um chá forte de camomila. 

Desligue o fogo e imediatamente abaixe a cabeça em direção à panela do chá e calmamente respire o vapor. 

Não fique muito perto para não irritar os olhos.  

Para facilitar, você pode cobrir a cabeça com uma toalha. 

O importante é você inalar o máximo possível dos vapores da camomila. 

Faça isso três vezes ao dia por pelo menos duas semanas. 

O tratamento vai deixar os seios nasais limpos e descongestionados. 

Crianças a partir de 7 anos podem fazer esta inalação.

Remédio 4

Outro vapor excelente para inalar é o óleo essencial de eucalipto (compra-se em lojas de produtos naturais).

Basta adicionar umas gotinhas em 1 litro de água fervente e, logo em seguida, inalar os vapores por 5 minutos.

Remédio 5

Ferva, assim que acordar, 1 litro d’água em panela de vidro ou inox.

Desligue o fogo e acrescente uma folha de eucalipto (da fininha) mais duas folhas de amora.

Tome uma xícara desse chá em jejum e o restante  durante o dia, e sempre nos momentos de crise.

Remédio 6

Coloque 1 colher (sopa) de água oxigenada 10 volumes em 1 copo de água não clorada e use como spray nasal ao longo do dia.

Remédio 7

Misture meia colher (chá) de sal marinho e meia colher (chá) de água oxigenada 10 volumes em um copo de água não clorada.

Use esta solução para irrigação nasal, usando uma seringa ou outro dispositivo de irrigação.

Faça isso uma vez por dia durante alguns dias até obter alívio.

Mas não abuse: o uso acima do recomendado pode irritar as mucosas.

E, pela presença de sal, hipertensos não devem fazer esta receita.

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.
Leia Mais ►

Alivie estresse e dor de cabeça em 30 segundos estimulando pontos do seu corpo

A técnica que vamos ensinar agora é conhecida como acupressão.

Ela é um tratamento muito antigo e bastante efetivo para aliviar as tensões e as dores de cabeça emocionais.

Não é difícil praticar essa técnica.

Basta identificar e pressionar os pontos de pressão.

Esses pontos são partes do corpo onde existem acúmulos de nervos, como as têmporas. 

Se pressionarmos os pontos corretamente, vamos estimular a circulação sanguínea e relaxar os músculos que se encontram tensionados e que podem nos causar dor.

Agora vamos ensinar algumas técnicas de acupressão para combater facilmente o estresse e as dores de cabeça de origem emocional.

Leia com atenção.

O primeiro passo é identificar os pontos que serão trabalhados para aliviar o estresse e dores de cabeça tensionais.

Você vai fazer a pressão com os dedos.

Comece fazendo uma pressão no ponto um pouco abaixo da ligação entre o polegar e o indicador.

Observe a foto.



Pressione o ponto por 30 segundos, em ambas as mãos, e verá o resultado imediatamente.

Outro ponto está localizado na parte entre as sobrancelhas, bem em cima da "ponte" do nariz.

Observe a foto.




Na verdade, existem nesse local dois pontos de pressão que podem ajudar a aliviar o estresse e a dor de cabeça.

O ideal é fazer, em vez de pressionar, uma massagem circular com os dedos indicadores, nesses pontos, durante 30 segundos.

A pressão deve ser evitada porque esse local é muito sensível.

E por isso a massagem é o mais indicado.

Mais um ponto de massagem são as têmporas.

Não sabe onde ficam as têmporas?

Elas ficam nas laterais da cabeça, na altura das sobrancelhas.

Observe a imagem.



Pressione suavemente e massageie as têmporas de forma simultânea (lado esquerdo e direito), no sentido contrário ao ponteiro do relógio. 

A massagem neste ponto deve ser feita durante um minuto, respirando profundamente enquanto estiver fazendo.
Leia Mais ►

Os 5 segredos de um homem de 113 anos e com a vitalidade de um jovem

Bernardo Lapallo é um homem muito especial.

Este brasileiro nascido em Vitória, Espírito Santo, tem 113 anos e a vitalidade de um jovem.

Lapallo mudou-se para os Estados Unidos ainda criança: "Meu pai veio estudar medicina e sempre foi muito rígido com o aprendizado do inglês. Nunca tive a oportunidade de aprender realmente o português e, aos poucos, fui esquecendo o idioma".

Mesmo distante do Brasil, ele diz que ainda guarda muitas recordações do país e considera a praia de Copacabana a mais linda do mundo. 

Qual o segredo de Bernardo Lapallo?


Além da genética, claro, ele sabe se alimentar: "Sigo uma rotina diária: faço uma caminhada logo depois de acordar, tomo café da manhã com uma xícara de chá verde, duas fatias de pão integral com manteiga de amendoim e mel. Depois, tomo banho e passo azeite de oliva no rosto e no corpo. No almoço, como uma sopa de cevada com cereais, pão integral e dois copos de água. Às 16 horas, preparo o meu jantar: uma salada, chá e alguns vegetais".

Lapallo não consome carne de vaca, frango, porco, leite ou derivados. 

Come, porém, peixe três vezes por semana, em pequena quantidade, cerca de 120 gramas cada vez. 

De acordo com ele, “é muito importante não comer demais, porque a digestão de grandes quantidades representa um consumo de energia muito grande pelo organismo.”

Mas o brasileiro tem outro segredo.

Ou melhor, cinco segredos.

São os alimentos que ele considera peças-chave de sua alimentação e de sua longevidade.

Aqui estão eles: mel, canela, alho, azeite extravirgem de oliva (sem passar por aquecimento em alta temperatura) e chocolate amargo.

Ele também bebe muita água durante o dia e gosta de um com maçã, couve e ervas. 

Além disso, não come fast food, não bebe álcool nem fuma.

E diz que outro ponto importante é se alimentar em horários regulares: "Assim, todo o corpo pode funcionar melhor. Se você cuidar bem do seu corpo, ele cuidará de você".
Leia Mais ►

12 usos da pasta de dentes que você não conhece

O que a pasta de dentes tem a ver com o Cura pela Natureza?

Nada e até já publicamos alternativas caseiras para substituir esse produto.

No entanto, mostrar que a pasta de dentes serve para outras utilidades, além de seu principal uso, é uma curiosidade legal e, por isso, resolvemos abrir uma exceção.

Parece que nem todas as coisas são para fazer o que motivou a sua criação.

E, num determinado momento, a gente vai descobrir que elas têm outras utilidades.

Este parece ser o caso das pastas de dentes.

Ah, não estamos ganhando verba da indústria de pastas para divulgar isso, viu?

Nosso intuito é só dividir com os leitores uma informação interessante.

São 12 uso da pasta de dentes muito pouco conhecidos que vamos mostrar agora.

Faça o mesmo que nós.

Divulgue e compartilhe com sua família e amigos!


1. Manchas em tapetes e estofados

Coloque pasta de dentes em uma escova de cerdas e passe na mancha no tapete várias vezes.

2. Manchas de tinta

Espalhe um pouco de pasta sobre a mancha e, logo depois, removê-lo com uma esponja macia.

A pasta remove a mancha como remove a dos dentes e serve para manchas em tecidos ou paredes.

3. Para polir ou limpar acessórios cromados da cozinha ou banheiro

Aplique um pouco do dentrifício sobre o acessório.

Aguarde alguns minutos e, em seguida, retire com um pano úmido.

4. Para limpar CD e DVD arranhados

Ponha um pouco de pasta nos discos e, em seguida, limpe com algodão.

5. Para remover espinhas no rosto

Aplique um pouco de creme dental sobre a espinha e deixe por alguns minutos.

A pasta vai desinflamar e aliviar o seu rosto.

6. Para limpar as unhas

Ponha sobre as unhas pasta de dentes, deixe descansar por alguns minutos e, depois, retire.

7. Como um desodorante para as mãos

Se suas mãos estão cheirando a cebola, alho ou qualquer odor desagradável, você pode aplicar pasta de dentes nas mãos e nos dedos, esfregar e enxáguar.

8. Para picadas de insetos

Aplique pasta de dente na picada para diminuir a irritação.

9. Para limpar placa de metal

Aplique um pouco de massa na placa de metal e remova-o com um pano.

10. Para limpar mamadeiras

Limpar a mamadeira com creme dental e uma escova vai eliminar sujeira e desodorizar. 

Mas é importante enxaguar muito bem, para que não fique nenhum resíduo de pasta.

11. Para tirar manchas em pisos de madeira fina ou linóleo

Adicionar um pouco de pasta em um pano macio e esfregue o chão até que a mancha desapareça.

12. Para limpar o boxe de banho

Aplique pasta de dente no boxe do banheiro e esfregue com uma esponja para remover sujeira e manchas.
Leia Mais ►

8 ótimos remédios caseiros para colesterol

O colesterol é uma gordura amarela produzida no fígado e normalmente depende do que nós comemos.

E é uma das grandes causas de doenças do coração.

Você certamente já ouviu falar de colesterol bom e de colesterol ruim, não é verdade?

O colesterol bom é conhecido como HDL.

E o ruim, como LDL.

E por que isso?

É o seguinte, o LDL leva colesterol para as células e facilita a deposição de gordura nos vasos.

O HDL faz o inverso, promove a retirada do excesso de colesterol, inclusive das placas arteriais. 

É por isso que o HDL é o colesterol bonzinho enquanto o LDL é o malvado.

O ideal, portanto, é uma quantidade legal do colesterol bom e pouco do ruim.

Geralmente, conseguimos isso por meio de alimentação saudável e exercícios.

No entanto, algumas vezes precisamos de um tratamento mais reforçado.

E, neste caso, a medicina caseira tem ótimas opções.

Veja algumas:

1. Chá de alcachofra: 50 g de folhas de alcachofra em um litro de água durante 12 minutos.

Coe e tome uma xícara (café) duas ou três vezes por dia, longe das refeições.

2. Tintura de alho:  coloque 25 g de bulbos de alho, bem cortados, em 100 ml de álcool de cereais ou cachaça e deixe apurar por 15 dias.

Tome de de 20 a 30 gotas ao dia, diluídas em água.

3. Vinho de cebola: ponha 500 g de cebola fatiada em 1 litro de vinho branco seco e deixe apurar por oito dias.

Adicione 100 g de mel e tome um cálice, duas ou três vezes por dia.




4. Limão: tome pela manhã, em jejum, o suco de três limões diluído em igual quantidade de água durante, pelo menos, dez dias.

Interrompa o tratamento por sete dias e, depois, repeti-lo por mais dez.

5. Tangerina: esmague cinco sementes de tangerina e deixe macerar em um copo d’água durante uma noite.

Tome pela manhã em jejum.

6. Água de berinjela: deixe de um dia para outro uma berinjela cortada em pedacinhos e com casca em 1 litro de água.

Beba 200 mL da água três vezes ao dia por no máximo uma semana.

Depois, beba 100 mL duas vezes por semana, não ultrapassando 15 dias de uso direto.

Faça uma pausa de uma semana, refaça seus exames e observe suas taxas.

Se necessário, repita o tratamento.

7. Suco de berinjela e linhaça: bata no liquidificador meia berinjela, 2 colheres (sopa) de linhaça e 200 mL de suco de laranja.

Coe e tome na hora.

A dose recomendada é 1 copo todos os dias, durante 1 mês, de preferência em jejum. 

Faça uma pausa de uma semana, refaça seus exames e observe suas taxas.

Se necessário, repita o tratamento.

8. Maçã: coma todos os dias uma maçã antes do café da manhã.

Se não for orgânica, tire a casca.
Leia Mais ►

Receita de alho assado, a forma mais saborosa de comer alho


Já comeu alho assado?

Sem nenhum exagero, é uma delícia!

Até quem não gosta de alho aprova a receita.

Todo mundo sabe que o alho tem incríveis poderes medicinais.

Você também sabe, não é verdade?

Pois bem, como é uma receita bem saborosa, muita gente está consumindo alho assado para se beneficiar das propriedades desse vegetal superpoderoso.

Nos Estados Unidos, por exemplo, estão até fazendo a "cura do alho assado".

Como é esse tratamento?

Normalmente quem faz é para combater gripe ou acelerar o emagrecimento.

Comem-se seis dentes de alho assados logo depois de assar.

O processo faz com que o sabor do alho fique mais suave, o que facilita o consumo de seis dentes de uma só vez.

O dia em que fizer essa cura, lembre-se de consumir muita água e alimentos leves, como frutas e legumes frescos.

Não coma açúcar refinado e alimentos processados ou enlatados.



Outra recomendação é fazer esta cura num dia em que você vai ficar em casa, pois o repouso é muito importante.

Além disso, seu corpo vai expelir durante 24 horas aroma de alho, e este é mais um motivo para você não sair de casa nesse dia.

Faça uma vez por semana, pode ser no sábado ou domingo.

Alguns benefícios do alho e da cura do alho assado:

- Normaliza os níveis de colesterol

- Limpa as artérias e protege o coração

- Controla a pressão arterial

- Aumenta as defesas do organismo contra doenças

- Ajuda a desintoxicar o corpo

- Melhora a saúde óssea

- Ajuda a eliminar a fadiga

- Melhora a capacidade atlética

E como é que se faz o alho assado?

É muito fácil.

Preaqueça o forno a 180 graus.

Depois, coloque uma ou mais cabeças de alho (é o bulbo completo, não são dentes, tá?) numa assadeira levemente untada com azeite extravirgem de oliva.

Ah, íamos esquecendo: corte a parte superior da cabeça do alho (ver foto).

Leve para assar por cerca de 40 minutos.

Retire do forno e espere esfriar.

Para consumir, retire com as mãos a polpa de cada dente de alho assado.

Se fizer a cura do alho assado, consuma seis dentes de uma só vez.

Se não fizer, é só curtir e se deliciar!
Leia Mais ►

Diga adeus ao inchaço e à gordura abdominal com estas dicas

A gordura abdominal é extremamente desagradável e afeta até quem não está com sobrepeso.

Há muitos "magrinhos" com uma barriguinha mais saliente.

A concentração de gordura na região do abdome não é por acaso.

É consequência de erros alimentares e hábitos nem um pouco saudáveis.

Quem está disposto a enfrentar o problema tem que mudar o estilo de vida.

E estas dicas vão ajudar bastante:

1. Reduza a ingestão de sal

Se você consome muito sal, seu corpo vai reter água e eletrólitos, causando desequilíbrio e inflamação no abdome.

Também é necessário reduzir o consumo de alimentos processados, refeições congeladas, fast food, porque todos esses alimentos contêm muito sódio.


2. Reduza o consumo de carboidratos

Hidratos de carbono se transformam em açúcar e gordura no organismo.

Substitua o pão, a pizza, o macarrão, a batata, a bolacha, o biscoito e o arroz por verduras, legumes e proteína de boa qualidade.

3. Aumente o consumo de água

A água é necessária para todos os processos realizados pelo nosso corpo e para evitar a desidratação.

Ela também ajuda a regular o movimento do intestino e a eliminar toxinas do corpo.

Você precisa beber pelo menos 2 litros de água,

4. Evite refrigerantes e bebidas gaseificadas

Os gases destas bebidas "enchem" nosso corpo e inflamam o estômago, para não mencionar os danos piores.

Não consumir bebidas gaseificadas, inclusive cerveja, é essencial para quem quer perder a barriguinha.



5. Evite adoçantes artificiais

O açúcar é ruim, mas os adoçantes sintéticos conseguem ser pior ainda.

Eles causam mais inflamação no abdome que o açúcar, além de distúrbios intestinais.

Embora tenham um ligeiro efeito no controle do nível de glucose no sangue, causam inflamações e desequilíbrios no corpo e, por isso, não vale a pena consumi-los.

6. Consuma chá verde

Beber chá verde todos os dias ajuda a reduzir a gordura abdominal e a perder alguns quilos extras. 

Chá verde contém catequina e a cafeína.

E é a combinação dessas duas substâncias que faz essa bebida atuar de maneira efetiva na diminuição da circunferência abdominal e no emagrecimento.

7. Exercícios

A prática de exercícios é muito importante no processo de queima de gordura, especialmente quando se trata da localizada no abdome.

Se você não faz nenhuma atividade física, converse com seu médico e inicie com 20 minutos de caminhadas diárias.
Leia Mais ►

Os benefícios de andar descalço 5 minutos todos os dias


Nos primórdios da humanidade, os homens andavam descalço.

Era um tempo que não havia sapatos, sandálias e meias.

Mas mesmo hoje muitas pessoas conservam o hábito de andar descalço.

Sem saber, elas estão fazendo um poderoso tratamento natural.

Diversos estudos científicos mostraram que os elétrons da terra são capazes de melhorar a saúde, aliviando dores de algunas enfermedades, reduz o estresse, melhora a função do coração, regula a glicose e melhora a imunidade.

Andar descalço é importante, acima de tudo, porque nossas extremidades têm pontos que estão ligados a órgãos vitais do nosso corpo.

Assim andar sem os nossos sapatos ajuda a estimular esses pontos e transmite energia positiva para nossos órgãos.

Esse conceito de fluxo de energia não é novo para a humanidade e pode ser encontrado nas milenares medicinas chinesa e indiana.

Os chineses chamam esta energia vital de "chi", enquanto os indianos chamam de "prana". 

Eles acreditam que o estímulo de determinados pontos em nosso corpo pode afetar nossa saúde de uma forma positiva, favorecendo o fluxo de energia.

A energia flui através do sistema de meridianos, que é semelhante à forma como o sangue flui através da corrente sanguínea.


Quando a energia flui, seu corpo se recarrega.

Mas, se algum ponto do sistema de meridianos estiver bloqueado, o órgão ligado a ele ficará enfraquecido, pois não recebe energia. 

Se isso acontecer continuamente, seu corpo desenvolverá uma doença relacionada a esse órgão.

Afora a questão energética, caminhar descalço desenvolve a força nos músculos dos pés, pernas e quadris.

E promove a circulação sanguínea, relaxa as veias e impede infecções.

Entre os benefícios de andar descalço, está o fortalecimento dos pés, e isso ajuda a adquirir a posição adequada enquanto se caminha. 

A consequência é uma melhora na forma de andar, com mais agilidade e equilíbrio.

Se você decidir andar descalço, tente fazer isso todos os dias durante pelo menos cinco minutos e, se possível, aumente o tempo gradualmente. 

Caminhe na grama, na praia ou mesmo dentro de casa.

Uma sugestão é fazer isso assim que você acordar de manhã, para começar o dia com muita energia e reconectado com a natureza e a inteligência natural do seu corpo.
Leia Mais ►

Como neutralizar os efeitos tóxicos dos alimentos

Segundo a medicina aiurvédica/indiana, alguns alimentos são capazes de neutralizar os efeitos negativos de certos alimentos.

Com base nesse conhecimento, a aiurvédica prescreve determinadas combinações alimentares, em que um dos alimentos funciona como "antídoto" e minimiza os efeitos tóxicos do outro.

Normalmente se utilizam como antídotos especiarias que, além de ajudar na formação de enzimas digestivas, facilitam a passagem do alimento pelo trato intestinal e trabalham na prevenção de doenças por terem propriedades antioxidantes.

Veja uma relação deles.

Alimentos, efeitos negativos e antídotos

Queijo – aumenta o muco e causa congestão. Antídotos: pimenta-do-reino e pimenta-malagueta.

Ovo – alergias. Antídotos: salsa e açafrão.

Sorvete – aumenta o muco e causa congestão. Antídotos: cravo e cardamomo.

Coalhada – aumenta o muco e causa congestão. Antídotos: coentro e cardamomo.


Iogurte – aumenta o muco e causa congestão. Antídotos: cominho, gengibre e cardamomo.

Peixe  – alergias. Antídotos: limão, lima e açafrão.

Carne vermelha – é pesada para a digestão. Antídotos: pimenta-malagueta, chilli e cravo.

Aveia – digestão difícil e muco. Antídotos: açafrão, mostarda e cominho.

Arroz – digestão difícil e gordura. Antídotos: cravo e pimenta em grão.

Trigo   – digestão difícil, muco e gordura. Antídoto: gengibre.

Legumes – provocam gases e distensão. Antídotos:  alho, pimenta-do-reino, pimenta-malagueta, gengibre e sal.

Batata – produz gases. Antídoto: ghee com pimenta em grão.

Tomate – digestão difícil. Antídotos: lima e cominho.

Abacate – digestão difícil. Antídotos: açafrão, limão, alho e pimenta-do-reino.

Banana – digestão difícil e muco. Antídoto: cardamomo.

Frutas secas – produzem gases. Antídoto: embeber em água.

Nozes – produzem gases. Antídoto: embebidas de véspera e cozidas em óleo de gergelim.

Álcool – estimulante e depressivo. Antídoto: mastigar um quarto de colher de chá de sementes de cominho ou meia de sementes de cardamomo.

Chá preto –   estimulante e depressivo. Antídoto: gengibre.

Cafeína – estimulante e depressiva. Antídoto: noz-moscada em pó com cardamomo.

Repolho – produz gases. Antídoto: preparo com óleo de girassol e açafrão.

Alho – alergia. Antídoto:    coco grelhado e limão.

Alface – produz gases. Antídoto: óleo de oliva com limão.

Chocolate – estimulante. Antídotos: cardamomo e cominho.

Doces – aumentam muco e causam congestão. Antídoto: gengibre em pó.

Leia Mais ►

Limpe o fígado com a água de passas

No nosso corpo, o fígado tem o papel de “fábrica de sangue”.

Por outras palavras, o trabalho do fígado é limpar o sangue de toxinas e impurezas de todo o tipo.

A intoxicação do organismo por álcool, medicamentos e alimentos industrializados tira do fígado a eficácia de lutar contra doenças e toxinas.

Quando o fígado está sadio, todo o organismo está sadio, somos mais vivos e temos mais disposição.

O que fazer, então, para desintoxicar e recuperar a saúde do fígado?

A medicina natural é capaz de realizar isso.

Aqui mesmo no Cura pela Natureza há várias dicas.

E agora vamos ensinar mais uma: a água de passas.

A água de passas nutre e estimula as enzimas hepáticas, ajudando o fígado a depurar melhor o sangue.

Quase todos já ouviram falar dos incríveis benefícios da uva.

E a água de passas concentra e intensifica esses benefícios.

Basta uma semana de consumo desta receita para notar uma melhora da digestão e se sentir muito mais disposto.

A água de passas é muito fácil de fazer.

O ponto mais importante: as passas têm que ser orgânicas.

Não é dificil encontrar passas orgânicas.

Em lojas de produtos naturais e até em supermercados (Extra e Pão de Açúcar), encontramos passas orgânicas.

E também não são caras.

Depois de comprar as passas orgânicas, é só fazer a receita, que é fácil, fácil:



INGREDIENTES

2 copos de água

150 gramas de uvas passas

MODO DE PREPARO

Comece higienizando as passas.

Deixe-as de molho em água morna por 15 minutos e depois lave-as em água corrente.

Coloque a água para ferver (os dois copos).

Quando ferver, acrescente as passas e deixar cozinhar em fogo bem baixo por 20 minutos.

Desligue e deixe a mistura descansar durante toda a noite e madrugada.

No dia seguinte, logo cedo, você vai coar para separar a água das passas.

Beba em seguida e, de preferência, em jejum.

As passas que foram separadas do líquido podem ser comidas noutro momento, mas não podem ser reaproveitadas para fazer outra água.

Guarde-as na geladeira e vá comendo aos poucos. 

Recomendamos que você inicie a preparação sempre à noite para poder tomar a água no dia seguinte, logo pela manhã.

Faça durante uma semana e, se possível, todos os meses.
Leia Mais ►

2 simples e ótimos exercícios de respiração para combater insônia e ansiedade

É muito ruim ter dificuldade para dormir.

Quem sofre com insônia sabe muito bem disso.

Dormir mal ou pouco compromete a qualidade de vida.

A vida agitada do mundo atual, o estresse e até a tecnologia, com o uso excessivo de celulares, computador e televisão, agravam ainda mais o problema.

Em resumo, ter insônia é um problema sério e não dá para se acostumar com ele.

É preciso encontrar uma solução e, o mais importante, uma solução natural.

É o que nós vamos oferecer agora.

São dois exercícios respiratórios.

O primeiro deles foi desenvolvido pelo dr. Andrew Weil, um americano que estuda meditação, respiração e várias maneiras de combater o estresse. 

É um método muito fácil de fazer.

Simplemente você inspira o ar pelo nariz durante quatro segundos, mantém o ar nos pulmões por sete segundos e exala pela boca durante oito segundos.

Quando estamos estressados, o sistema endócrino libera adrenalina através das glândulas suprarrenais. 

Isso eleva o ritmo cardíaco e pode nos "agitar", fazendo nos sentir nervosos.

E neste momento, a respiração se torna rápida e superficial.




O método de respiração desenvolvido pelo dr. Weil vai neutralizar os efeitos do excesso de adrenalina no corpo, que se vê obrigado a frear o ritmo cardíaco.

É por isso que ele funciona muito bem na maioria das pessoas.

E, quando feito na hora de dormir, dá uma grande força para derrotar a insônia.

No começo, talvez você tenha dificuldade de executar o método da forma certa.

Mas, à medida que você for se habitando, ele ficará muito fácil.

O outro exercício respiratório também é supersimples.

E é algo que tem trabalhado muito bem para muitas pessoas.

Nós mesmos usamos muito esse método.

Aprendemos de uma professora de ioga, vendo um programa de TV, muitos anos atrás.

Quando éramos jovens e estávamos nervosos para fazer um teste ou apresentação na escola, usávamos o método e ele sempre funcionava muito bem.

É fácil demais: inspire pelo nariz , encha os pulmões completamente e exale o ar lentamente pelo nariz.

Repita várias vezes até se sentir tranquilo(a).

É de fato um excelente método para acalmar e relaxar.

Faça este exercício e notará a diferença.

Se tiver insônia, o recomendável é fazer um pouco antes de dormir.

Leia Mais ►