Cura Pela Natureza, saúde e tratamentos naturais

Dicas para reduzir os agrotóxicos dos alimentos

Para começo de conversa, a melhor forma de evitar a ingestão de agrotóxicos é consumindo produtos orgânicos.

A agricultura orgânica não é benéfica para nossa saúde.

Ele é muito importante também para a saúde do planeta.

Isso porque os produtores de orgânicos usam menos recursos naturais não renováveis.

Com isso, eles protegem a atividade biológica natural e criam um mínimo impacto ambiental.

Uma dúvida em relação aos produtos orgânicos é se eles são superiores nutricionalmente em comparação aos da agricultura convencional.

As pesquisas divergem sobre isso.

Mas, mesmo que os orgânicos não sejam mais ricos em nutrientes, eles são melhores para nosso corpo, pois estão livres de produtos químicos potencialmente perigosos à saúde.

Infelizmente, apesar da produção crescente, os alimento orgânicos ainda não podem estar presentes na mesa de todos.

Por isso o engenheiro agrônomo Moacir Darolt, que pertence à Associação de Consumidores de Produtos Orgânicos do Paraná, elaborou uma cartilha que traz algumas dicas de como reduzir resíduos de agrotóxicos nos alimentos convencionais: 

1. Dê preferência para compra de frutas e verduras da época. Fora da estação adequada é quase certo que uma fruta, verdura ou legume tenha recebido cargas maiores de agrotóxicos. 

2. Como ainda existe pouca fruta produzida organicamente, procure sempre descascar as frutas, em especial os pêssegos e maçãs. Alguns resíduos de agrotóxicos repousam nas cascas.

3. Lave bem as frutas e as verduras em água corrente por pelo menos 1 minuto ou coloque-as numa solução de 1 litro de água com 4 colheres de vinagre, durante 20 minutos.

4. Retire folhas externas da verduras que, em geral, concentram mais agrotóxicos.

5. Diversifique as hortaliças e frutas. Além de proporcionar uma boa mistura de nutrientes, isso reduz a chance de exposição de um mesmo agrotóxico empregado pelo agricultor. 

6. Dê preferência aos produtos nacionais e de sua região. Alimentos que percorrem longas distâncias, como os importados, normalmente são pulverizados pós-colheita e possuem um alto nível de contaminação por agrotóxicos.
Leia Mais ►

Receita de pão de cenoura sem glúten e sem lactose

Quanto menos glúten e lactose na nossa alimentação, melhor.

E este é um pão sem glúten diferente.

Ele é mais macio e mais "fofinho" que a maioria dos pães sem essa substância.

E é um pão rico em em fibras e em vitaminas.

A cenoura entra com a vitamina A.

E o arroz com vitaminas do complexo B.

A receita é simples e o processo é rápido.

E também é econômico.

Um pão como este, feito em casa, é muito mais barato que os semelhantes vendidos em padarias ou casas especializadas.

Então, o que você está esperando?

Anote a receita, compre os ingredientes e faça este pão ainda hoje!

INGREDIENTES

1 cenoura média cozida

1 xícara (chá) de água

2 xícaras e meia (chá) de creme de arroz (uma forma de preparar o creme é cozinhar o arroz e, depois que esfriar, liquidificar até ficar cremoso)

1 xícara (chá) de fécula de batata

1 ovo médio

4 colheres (sopa) de azeite extravirgem de oliva

1 colher (chá) de sal marinho

Meia colher (sopa) de açúcar mascavo

1 colher (sopa) de fermento biológico instantâneo

2 colheres (sopa) de azeite de oliva para untar

MODO DE PREPARO

Bata, no liquidificador, a cenoura com a água.

Em uma tigela, junte o creme de arroz, a fécula de batata, o ovo, o azeite, o sal, o açúcar e o fermento.

Misture tudo com as mãos.

Amorne, numa panela, a cenoura batida, despeje sobre a mistura e mexa bem com uma colher de pau.

Despeje a massa em fôrma untada com azeite e cubra com um pano.

Aqueça o forno a 180 graus e asse o pão por cerca de 20 minutos.
Leia Mais ►

Hambúrguer de lentilha é rico em fibras e ajuda a diminuir colesterol


Os grãos de lentilha são bastante ricos em fibras.

Cerca de 25% das fibras encontradas nas lentilhas são solúveis, o que ajuda a diminuir o colesterol.

Na lentilha também encontramos carboidratos complexos que ajudam na prevenção do aumento e na diminuição do açúcar no sangue, fibras, ácido fólico, B6, magnésio, ferro e triptofano (aminoácido essencial).

Os grãos de lentilha possuem poucas calorias e não contêm gordura.

A lentilha é de digestão mais fácil que o feijão.

E o bom é que ela não tem preço proibitivo, ou seja, seu consumo não pesa no orçamento.

Uma forma diferente e saborosa de consumir lentilha é o hambúrguer feito com seus grãos.

A receita é fácil, fácil.

Comprove:

INGREDIENTES

1 colher (chá) de alho amassado

1 colher (sopa) de azeite extravirgem de oliva

1 xícara e meia (chá) de lentilha

3 xícaras (chá) de água

1 colher (sopa) de tomilho

1 colher (sopa) de salsinha ou de cebolinha verde picada

Meia xícara (chá) de farinha de mandioca

1 xícara (chá) de cenoura ralada

2 colheres (chá) de sal marinho

2 colheres (sopa) de azeite extravirgem de oliva para untar

MODO DE PREPARO

Refogue o alho no azeite, acrescente a lentilha, a água e cozinhe por 30 minutos.

Em uma tigela, junte o restante dos ingredientes e misture a lentilha cozida.

Amasse, modele os hambúrgueres e arrume-os em fôrma untada com azeite de oliva.

Leve os hambúrgueres ao forno na temperatura de 180 graus para assar por 15 minutos.
Leia Mais ►

Elixir de alecrim e sálvia é excelente para memória e cansaço mental

Todo problema de memória deve ser investigado por um bom médico.

Quando um problema sério (como Alzheimer) é descartado, é quase certo que as falhas de memórias têm relação com o estresse e o cansaço mental.

Neste caso, remédios caseiros e naturais podem ser sim a solução.

O elixir de alecrim e sálvia, por exemplo, é excelente para combater problemas de memória e revigorar a mente.

O alecrim e a sálvia, os componentes da fórmula, são poderosos tônicos não só para a mente, mas para todo o organismo.


O alecrim é um poderosíssimo estimulante orgânico que favorece a atividade mental (memória) e atua contra o estresse e a ansiedade. 

A sálvia contém grandes quantidades de flavonoides que estimulam o funcionamento do cérebro e podem ter efeitos sobre o humor.

Vários trabalhos mostraram que, depois de ingerirem uma cápsula de óleo de sálvia, voluntários imediatamente apresentaram melhor desempenho em exercícios nos quais deveriam lembrar palavras, principalmente em relação a pessoas que haviam ingerido placebo.

Participantes que tomaram o óleo disseram que se sentiam mais concentrados, tranquilos e satisfeitos.

Psicólogos da Universidade Nortúmbria em Newcastle, Inglaterra, descobriram que simplesmente cheirar o extrato de sálvia pode reproduzir alguns desses efeitos.

Em julho de 2010, os pesquisadores relataram que pessoas que se submeteram a uma bateria de testes por computador numa sala aromatizada com sálvia comum apresentaram memória mais precisa que aqueles que realizaram os mesmos exames em ambiente desodorizado.

Segundo os cientistas, outra razão para a folha de sálvia estimular a memória é o fato de ser rica em hispidulina, substância que parece interagir com receptores de células cerebrais formando ácido gama­aminobutírico (Gaba, na sigla em inglês) - um neurotransmissor que afeta justamente a cognição e os estados de ânimo.

E como é feito o elixir para a memória de alecrim e sálvia?

Vamos ensinar agora a receita.

INGREDIENTES

1 litro de vinho de boa qualidade

2 colheres (chá) de alecrim 

2 colheres (chá) de sálvia

MODO DE PREPARO

Pilar/esmagar as ervas e colocá-las no vinho.

Se o vinho for doce, não precisa adoçar.

Mas, se for seco, coloque 100 mL de mel. 

Guarde a garrafa num local escuro e livre de circulação do ar por nove  dias (alguns enterram a garrafa). 

Passado esse tempo, o elixir estará pronto para o consumo.

Tome um pequeno cálice por dia.
Leia Mais ►

Receita de canelone de berinjela

Se você gosta de massa, mas não pode ou não quer comer por estar em dieta ou por outro motivo, este canelone de berinjela vai lhe permitir ficar longe dos "pecados" da massa sem renunciar ao prazer de um prato muito saboroso.

E a berinjela mais uma vez prova a sua versatilidade na cozinha.

Mas esse legume (a rigor, a berinjela é fruto) não é um ingrediente qualquer.

Muitos estudos já comprovaram que a berinja faz o colesterol despencar.

E há várias pesquisas provando que seu consumo também reduz as taxas de triglicérides e ácido úrico – afastando, portanto, as chances de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.


Os benefícios da berinjela vão além da redução do colesterol e da prevenção das doenças do coração.

Uma substância presente  nela, a niacina, contribui intensamente para o emagrecimento.

Além disso, há as fibras, que são responsáveis por proporcionar uma sensação de saciedade e ainda auxiliam na redução da absorção intestinal da gordura.

E, para você que quer "exterminar" a barriguinha, olha esta notícia: uma pesquisa feita pelo Departamento de Nutrição e Dietética da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) constatou que houve uma redução significativa na circunferência da cintura (ou seja, a gordurinha abdominal) do grupo que incluiu a berinjela na dieta.

Como se não bastasse, esse grupo ainda viu o índice de massa corporal (IMC) baixar e o percentual de massa magra subir. 

Chegou a hora de aprender a receita.

Anote:

INGREDIENTES

2 berinjelas grandes cortadas em fatias longitudinais (no sentido do comprimento)

1 dente de alho picado

1/2 cebola picada

1/4 de xícara (chá) de azeite extravirgem de oliva

1 colher (chá) de sal

300 gramas de ricota amassada ou de tofu

Salsinha, orégano e manjericão 

2 xícaras (chá) de tomates maduros picados 

MODO DE PREPARO

Ferva as berinjelas em água e sal.

Escorra e reserve.

Faça o molho: refogue o alho e a cebola no azeite, acrescente o tomate e tempere com sal.

Faça rolinhos com a berinjela, de forma que o recheio (a ricota ou o tofu) fiquem dentro.

Cubra o fundo de uma fôrma com parte do molho de tomate.

Coloque os rolinhos na fôrma, cobrindo com o molho e salpicando com a salsinha, o orégano e o manjericão.

Aqueça o forno a 180 graus e leve os canelones para assar por 20 minutos.
Leia Mais ►

Receita de conserva de brócolis

A conserva de brócolis é mais uma dessas receitas que, além de alimentar, proporcionam muitos benefícios à saúde.

O consumo frequente dela nutre o organismo e previne doenças.

Os brócolis são especialmente eficazes no combate ao câncer.

E por que isso?

Porque essa verdura contém uma substância chamada sulforafano, importante na prevenção e tratamento de tumores. 

O sulforafano consegue destruir apenas as células cancerosas, deixando intactas as demais células saudáveis do órgão afetado.

Os brócolis também são ricos em selênio, outro nutriente importante na prevencão de doenças, incluindo o câncer.

Esta conserva é deliciosa e pode ser consumida  como recheio de sanduíches, como aperitivo, acompanhando saladas ou como a imaginação mandar.

Aprenda a receita:

INGREDIENTES

700 gramas de brócolis

5 xícaras (chá) de água

Meia xícara (chá) de sal

1 quarto de xícara (chá) de açúcar

Meia xícara (chá) de vinagre de arroz ou de maçã

MODO DE PREPARO

Coloque todos os ingredientes, à exceção dos brócolis, numa panela.

Leve ao fogo baixo e deixe ferver.

Enquanto isso, limpe os brócolis, cortando fora as folhas e as partes duras.

Corte em pedaços bem pequenos.

Lave e seque bem.

Depois, ponha os brócolis numa peneira de metal apoiada sobre uma vasilha funda.

Quando o líquido ferver, derrame-o aos poucos sobre os brócolis (o líquido cairá dentro da vasilha).

Leve o brócolis para um choque térmico numa vasilha com água gelada.

Isso vai manter o verde vivo do vegetal.

Tire da água em seguida.

Coloque os brócolis dentro de um pote de vidro esterilizado e junte o líquido da conserva assim que este esfriar.

Feche bem o pote e conserve-o na geladeira.

Leia Mais ►

Receita de brigadeiro de cenoura

Brigadeiro é a tentação das tentações, não é mesmo?

Quem consegue resistir a esse brasileiríssimo doce?

É muito difícil.

Mas temos uma boa notícia!

Existem versões mais leves e mais saudáveis de brigadeiro.

Uma delas é este brigadeiro de cenoura.

Ele é disparadamente mais leve e saudável que o brigadeiro tradicional.

Por ser feito com cenoura, é fonte de betacaroteno (vitamina A) e de fibras que contribuem para o bom funcionamento do aparelho digestivo e para a eliminação do colesterol ruim.

Ah, tem mais um ponto positivo: o brigadeiro de cenoura não é difícil de fazer e tem preparo rápido.

Está na hora de aprender a receita!

Anote:

INGREDIENTES

2 cenouras

200 mL de leite condensado caseiro (aprenda a receita <AQUI>)

1 colher (sopa) de manteiga sem sal ou óleo de coco

MODO DE PREPARO

Bata muito bem as cenouras no liquidificador com o mínimo de água.

Depois, transfira para uma panela e misture a manteiga (ou óleo de coco) e o leite condensado.

Leve ao fogo baixo mexendo até que solte do fundo da panela.

Unte um prato e coloque na geladeira.

Quando esfriar e endurecer, modele no formato de brigadeiro e passe no chocolate granulado.
Leia Mais ►

Receita de vinho medicinal que estimula o apetite e engorda

Nossos leitores sempre pedem receitas para engordar.

Nós já publicamos algumas.

Mas, como há mais receitas para emagrecer, existe uma cobrança por receitas que proporcionem o aumento de peso.

Então, para atender a esses leitores, conseguimos esta ótima receita.

O vinho de cardo-santo é uma receita do tempo das nossas avós.

E elas usavam e obtinham sucesso.

E o que faz o vinho de cardo-santo funcionar?

O fato dessa planta medicinal estimular o apetite pode ser uma das razões.


A outra razão pode ser a sua ação desintoxicante no aparelho digestivo, especialmente o fígado, o que traz como consequência uma substancial melhora na assimilação de nutrientes.

E antes que você pergunte onde se vende essa erva, vamos logo dizendo: em casas de plantas medicinais.

Na internet, existe uma loja virtual muito boa, a Chá e Cia.: wwww.chaecia.com.br

Você também deve encontrar a planta nesta loja.

Tudo esclarecido, tudo explicado, não é?

Então, anote a receita:

INGREDIENTES

1 litro de vinho branco de boa qualidade

200 gramas de cardo-santo

MODO DE PREPARO

Lave bem a planta.

Coloque dentro do vinho.

Deixe repousar por 7 dias em lugar seco e escuro. 

A dose é um copinho (100 mL) antes do almoço e do jantar.
Leia Mais ►

Sabonete caseiro de babosa fortalece cabelo e estimula nascimento e crescimento dos fios


Vamos ensinar agora uma receita espetacular: o sabonete caseiro de babosa.

E o emprego do termo "espetacular", pode acreditar, não é exagero.

Este sabonete fará maravilhas pelo seu cabelo e a um custo muito baixo.

É uma receita simples e com ingredientes naturais, sem os produtos tóxicos usados pela indústria cosmética que, ao longo do tempo, vão intoxicando nosso corpo.

O principal ingrediente da receita é a babosa, uma dádiva da natureza. 


Ela tem um monte de utilidades - incluindo, para muitos, a cura do câncer.

Também conhecida como aloe, ela é rica em cálcio, potássio, magnésio, zinco, sódio, cromo, cobre, cloro, ferro, manganês, betacaroteno (pró-vitamina A), vitaminas B6 (piridoxina), B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3, E (alfa tocoferol), C (ácido ascórbico), ácido fólico e colina. 

Sua aplicação no cabelo é muito popular, sendo bastante usada para combater a queda e hidratar os fios.

Os outros ingredientes da receita - confrei, limão e óleo de amêndoa - também são bastante ricos em nutrientes e têm propriedades anti-inflamatórias, hidratantes e estimulantes da circulação do couro cabeludo.

Não há nada complicado nesta receita.

Os ingredientes são encontrados em casas de ervas e em lojas de produtos naturais.

O óleo de amêndoas também é em encontrados lojas de produtos para o cabelo.

Chegou a hora de aprender a receita!

Anote:

1 folha de babosa 

1 folha de confrei

Meio quilo de sabão de glicerina

2 colheres (sopa) de suco de limão 

150 ml de água mineral ou filtrada

2 colheres (sopa) de óleo de amêndoa doce

MODO DE PREPARO

Passe no liquidificador, com a água, a babosa e o confrei.

Em seguida, coloque a mistura em banho-maria e acrescente a glicerina, mais o limão e o óleo de amêndoa.

Quando estiver bem derretido, despeje numa fôrma retangular, deixe endurecer e corte em pequenos retângulos (rende mais de um sabonete).

Enrole em filme transparente e embale a gosto. 

MODO DE USAR

Passe na cabeça e deixe penetrar suavemente.

Espere agir de 15 a 20 minutos.

Em seguida, retire enxaguando bem os cabelos.

Faça isso de 1 a 3 vezes por semana.
Leia Mais ►

Receita de queijo de amêndoas sem lactose


É muito grande - e cada vez maior - o número de pessoas com intolerância à lactose.

É por isso que muitos já associam esse crescimento à qualidade (ou falta dela) do leite moderno.

É um leite muito adulterado desde o instante em que é retirado da vaca.

O resultado é que, se o leite e seus derivados já não eram saudáveis, atualmente eles estão ainda menos.

O que fazer?

Consumir menos leite e derivados.

Muitos apreciadores de produtos lácteos não querem nem saber dessa sugestão.

Mas há muitos estudos mostrando que o leite tem sim interferência na produção de vários distúrbios de saúde.

Moral da história: não só os intolerantes e os alérgicos à lactose devem evitar o consumo de leite, e sim todos os que buscam saúde e bem-estar.

Feita essa introdução, vamos falar da receita.

Este é um queijo feito com amêndoas e óleo de girassol.

É um queijo magro e bastante saudável.

A amêndoa e o óleo de girassol são ricos em substâncias antienvelhecimento, como os minerais zinco e selênio e a vitamina E.

Este queijo é, portanto, muito superior em benefícios aos produzidos com leite de vaca ou de qualquer outro animal.

E a receita?

Vamos ensiná-la agora.

Anote:

INGREDIENTES

1 colher (chá) de gelatina sem sabor

2 xícaras (chá) de água

1 xícara (chá) de amêndoas trituradas sem casca

3 colheres (sopa) de óleo de girassol (de preferência, prensado a frio)

1/2 colher (chá) de sal marinho

2 colheres (sopa) de óleo de girassol para untar

MODO DE PREPARO

Comece triturando as amêndoas no liquidificador ou processador.

Dissolva a gelatina na água morna e deixe esfriar.

Bata todos os ingredientes no liquidificador por 3 minutos ou até obter uma mistura uniforme.

Despeja a mistura num recipiente untado com óleo e deixe na geladeira por cerca de duas horas ou até endurecer.

Mantenha este queijo sempre sob refrigeração e consuma-o gelado.

Leia Mais ►

Receita de pizza de verdura de liquidificador (sem glúten nem lactose!)

Vamos logo começar dizendo que esta pizza é diferente.

Ela é diferente, mas é muito saborosa, viu?

E também muito saudável, pois só tem ingredientes do bem.

E não tem glúten, substância apontada como uma das causas da obesidade e de outras doenças.

Ah, ela tem muito menos calorias que as pizzas comuns, o que a torna perfeita para os que buscam emagrecer.

E, além de saudável e saborosa, nossa receita tem outro ponto bastante positivo: a facilidade do preparo, pois se trata de uma pizza de liquidificador.

Ou seja, em pouco tempo você terá uma deliciosa massa e sem muito trabalho.

Vamos à receita?

Lá vai:

INGREDIENTES

Massa

1/2 xícara (chá) de farinha de arroz

1/2 xícara (chá) de fécula de batata

1 ovo

3 colheres (sopa) de óleo de girassol

1/2 colher (chá) de sal marinho

1 colher (sopa) de azeite extravirgem de oliva

Recheio

1 colher (sopa) de mostarda

1/2 xícara (chá) de molho de tomate (ver receita <AQUI>)

1/2 xícara (chá) de ervilha

1/2 xícara (chá) de cenoura picada

1/4 de xícara (chá) de brócolis em pequenos pedaços 

1/2 xícara (chá) de azeitonas pretas fatiadas

1 tomate médio cortado  em rodelas para finalizar

1 colher (sopa) de orégano para salpicar

MODO DE PREPARO

Bata no liquidificador todos os ingredientes da massa.

Despeje a massa numa fôrma de pizza untada com azeite de oliva e leve ao forno preaquecido (180 graus) para assar por 10 minutos ou até dourar.

Retire a massa do forno.

Espere esfriar e espalhe a mostarda sobre a massa.

Acrescente os ingredientes do recheio seguindo a ordem que está na receita.

Finalize com rodelas de tomate e orégano.

Leve a pizza novamente ao forno preaquecido e asse por mais 10 minutos.

Leia Mais ►

Receita de bolo de amendoim sem glúten e sem lactose

É difícil encontrar alguém que não goste de amendoim, seja puro, descascado na hora, ou em receitas como a deste delicioso bolo.

Além de muito gostoso, este bolo tem outras virtudes: não tem leite nem glúten e leva muito pouco açúcar, ou seja, é uma receita leve e saudável.

E o que o amendoim tem de bom?

Muita coisa.

Ele tem uma  composição nutricional de alta qualidade e traz muitos benefícios para a saúde. 

O amendoim contém:

Ácido fólico (ou folato): é essencial para a formação do sistema nervoso dos fetos, e deve ser regularmente ingerido durante os primeiros meses de gestação.

Ferro: atua diretamente na produção das células vermelhas do sangue e no transporte de oxigênio para todas as células do corpo.

Cálcio: fortalece a estrutura óssea e previne a osteopororose.

Magnésio: atua na circulação sanguínea, fortalece os músculos e ajuda no processo de cicatrização.

Fósforo: importante para manter o bom funcionamento dos rins. Além disso, sua deficiência no organismo pode causar dor óssea, miopatias e resistência à insulina.

Potássio: além de ajudar o pâncreas a liberar insulina, esse mineral melhora a condição dos músculos, ajuda a controlar os batimentos cardíacos e previne câimbras. Sua ingestão colabora, e muito para quem leva ou planeja levar uma vida fitness e busca controlar o peso com exercícios físicos.

Vitamina E: tem ação antioxidante e por isso está presente na maioria dos suplementos alimentares utilizados para emagrecer. E combate os radicais livres, que são os agentes que influenciam na formação de tumores.

Ômega-3 e Ômega-6: o ômega-3 reduz o nível de triglicérides no sangue e a pressão arterial. Ele e o ômega-6 são renovadores celulares que combatem o envelhecimento precoce.

Além de ajudar na prevenção de doenças, o amendoim ajuda a combater o mau humor, pois possui vitaminas do complexo B, que ajudam na formação de neurotransmissores como a serotonina.

A quantidade de amendoim recomendada para ingestão diária é de 15 a 30 gramas (uma ou duas colheres de sopa).

Agora que você já sabe muito sobre o amendoim, vamos ensinar a receita do bolo de amendoim.

Anote:

INGREDIENTES

6 ovos

10 colheres (sopa) de açúcar mascavo

10 colheres (sopa) de fécula de batata

1 colher (sopa) de fermento químico em pó

6 colheres (sopa) de amendoim torrado e moído

2 colheres (sopa) de azeite extravirgem de oliva para untar

2 colheres (sopa) de fécula de batata para polvilhar

2 colheres (sopa) de amendoim triturado para polvilhar

1 colher (sopa) de canela para polvilhar

MODO DE PREPARO

Bata as claras, na batedeira, até atingir o ponto de neve.

Reserve.

Bata as gemas com o açúcar.

Acrescente a fécula de batata, o ndoim e bata novamente.

Desligue a batedeira e acrescente as claras em neve.

Misture suavemente com uma colher.

Despeje a massa em uma assadeira untada com azeite e polvilhada com a fécula de batata.

Preaqueça o forno por 5 minutos em 180 graus.

E leve a massa para assar, também na mesma temperatura, por cerca de 25 minutos.

Depois de assado, misture 2 colheres (sopa) de amendoim triturado com 1 colher (sopa) de canela e polvilhe sobre o bolo.

Leia Mais ►