Cura Pela Natureza, saúde e tratamentos naturais

Receita de berinjela ao forno


Você não pode deixar de fazer esta delícia!

Quando fizer, temos certeza, vai querer fazer sempre.

É uma receita muito fácil, rápida e econômica.

E, por ser de berinjela, além do sabor, a receita tem um monte de qualidades.

Começa com a quantidade de fibras, que favorecerão a digestão e a eliminação de toxinas e de gordura.

Há muitos estudos indicando a ação da berinjela na redução das taxas do colesterol.

A berinjela é rica em proteínas, vitaminas (A, B1, B2, B5, C) e minerais (cálcio, fósforo, ferro, potássio, magnésio).

Existe tambem nela a presença de alcaloides que diminuem a pressão sanguínea e previnem a arteriosclerose.

Outro grande benefício da berinjela é a redução da "barriguinha".

Um estudo feito pelo Departamento de Nutrição e Dietética da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) constatou que houve uma redução significativa na circunferência da cintura (ou seja, a gordurinha abdominal) em pessoas que incluíram a berinjela na dieta. 

Como se não bastasse, esse grupo ainda viu o índice de massa corporal (IMC) baixar e o percentual de massa magra subir.

E por que a berinjela ajuda a emagrecer?

Possivelmente graças a uma substância presente  nela, a niacina, que contribui intensamente para a perda de peso.

Além disso, há as fibras, que são responsáveis por proporcionar uma sensação de saciedade e ainda auxiliam na redução da absorção intestinal da gordura.

Todos esses benefícios você poder obter consumindo a saborosa "berinjela ao forno".

Aqui está a receita:

INGREDIENTES

4 berinjelas cortadas em cubos

2 pimentões vermelhos cortados em cubos

3 pimentões verdes cortados em cubos

2 cebolas grandes cortadas em cubos

1 dente de alho esmagado

2 colheres (sopa) de azeitonas pretas picadas

Meia xícara de azeite extravirgem de oliva

1 folha de louro

Sal, orégano e cheiro-verde a gosto

Suco de 2 limões

MODO DE PREPARO

Refogue o alho e a cebola em um pouco de água.

Numa fôrma refratária grande, coloque a berinjela e os pimentões.

Acrescente o alho e a cebola refogados, as azeitonas, o sal, o orégano e o cheiro-verde.

Jogue por cima o suco de limão.

Coloque a folha de louro e regar tudo com azeite.

Preaqueça o forno e depois ponha a berinjela para assar na temperatura de 200 graus.

O prato estará finalizado quando toda o conteúdo líquido for evaporado e a fôrma estiver sem água.

O tempo para ocorrer isso é de cerca de 40 minutos.
Leia Mais ►

Três substitutos naturais do ovo

Muita gente não consome ovo por alergia ou intolerância.

Existem também os que não gostam de ovo, ou pelo sabor, ou pelo cheiro.

E também ovo de mais é ruim para a saúde, aumenta o colesterol...

Acontece que o ovo é um ingrediente muito usado na culinária.

É difícil encontrar um bolo ou pudim sem ovo.

Afinal, ele é muito importante para a textura dessas delícias.

No entanto, existem ótimos substitutos naturais do ovo.

Nós selecionamos três.

Escolha o melhor substituto do ovo para sua receita.

Cada um destes, por experiência, pode funcionar bem em determinada receita (como bolo) e não tão bem noutra (como pão).

Então tenha o cuidado de escolher o que melhor se adapta à sua receita.

Eis nossas sugestões de substitutos:

CHIA

A chia é um excelente substituto do ovo em receitas.

Para um ovo, utilize uma colher das de sopa de chia triturada em 1/4 de xícara de água.

Aguarde uns cinco minutos para formar um gel e utilize.

Este substituto do ovo funciona muito bem em bolos e pães.

LINHAÇA

A linhaça também é um bom substituto do ovo.

Para um ovo, use uma colher de sobremesa e três colheres de água. 

Mexa e deixe repousar por alguns minutos até ficar com uma consistência semelhante à da clara de ovo.

Este substituto funciona bem em brownies, bolachas e pães doces.

MAÇÃ

Outro substituto muito bom do ovo.

Para um ovo, descasque uma maçã e amasse ou liquidifique/processe (sem água) uma quantidade que resulte em 1/4 de xícara de purê da fruta.

É um substituto que funciona satisfatoriamente em bolos e pães.

Essas são nossas sugestões de substitutos do ovo.

Agora você já sabe o que fazer para não usar ovo nas receitas.
Leia Mais ►

Panetone de inhame sem glúten e sem lactose

Fim de ano é tempo de panetone.

Você possivelmente compra o panetone da padaria ou do supermercado, cheio de conservantes, gordura hidrogenada e glúten.

Mas que tal este ano fazer diferente e fazer seu próprio panetone?

E o melhor: um panetone sem gordura hidrogenada, sem conservantes, sem glúten e sem lactose.

Ah, e mais uma vantagem: um panetone supersaudável, pois é de inhame, tubérculo com um monte de qualidades.

Sim, o inhame, a estrela da receita, é um poderoso alimento com incrível valor nutricional e medicinal.

Para começar, é um poderoso depurativo do sangue.

Combate os radicais livres e melhora a circulação sanguínea.

E, por isso, embeleza a pele e combate acnes, espinhas, cravos e celulite.

Ele é muito rico em nutrientes e vitaminas, sendo considerado ótima fonte de energia.

No inhame, há boa quantidade de betacaroteno (vitamina A), vitamina C, B, cálcio, ferro e magnésio.

Além disso, fortalece os ossos, é poderoso antibiótico, facilita a digestão e evita problemas no aparelho digestivo.

Como tem o poder de purificar o sangue, reforça o sistema imunológico, ajudando no combate a gripes, dengue, cansaço físico e doenças infecciosas.

O inhame é especial para as mulheres, pois tem a capacidade de equilibrar os níveis do hormônio feminino progesterona, além de amenizar os sintomas da TPM, como cólicas, irritação e ansiedade.

Na menopausa, o inhame também é muito indicado por reduzir o risco de perda óssea.

A esta hora você certamente está ansioso para aprender a receita.


Ela é muito prática.

Em pouco tempo, você produzirá dois panetones saborosos e saudáveis que vão pesar cerca de 500 gramas.

Seu corpo e seu bolso agradecerão.

Aí vai a receita:

INGREDIENTES

3 ovos inteiros

1 colher de sopa de fermento biológico seco (instantâneo)

1 xícara de açúcar mascavo

1 xícara de inhame cozido e amassado

1 xícara de leite de coco ou de amêndoas ou de qualquer outro leite vegetal (receita <AQUI>)

Meia xícara de óleo de azeite de extravirgem

Meia xícara de suco de 2 laranjas 

1 colher (chá) de CMC (encontrado em lojas que vendem artigos para festas)

1 colher (chá) de raspas de casca de laranja

1 colher (café) de raspas de casca de limão

1 pitada de sal

Meia colher (café) de bicarbonato

1 xícara e meia de farinha de arroz

1 xícara de polvilho doce

Meia xícara de fécula de batata

Meia xícara de farinha de amêndoas (opcional)

Meia xícara de passas

Meia xícara de nozes picadas (opcional)

Meia xícara de damascos picados (opcional)

Meia xícara de ameixa preta picada

MODO DE PREPARO

Misture o fermento com um pouco de água e duas colheres de açúcar.

Deixe à parte. 

Na batedeira ou no liquidificador/processador bater os ovos,o inhame, o leite de coco, o suco, o azeite e o açúcar até virar uma mistura homogênea.

Agora coloque o fermento, que já deu uma pequena fermentação.

Neste momento, ligue o forno para preaquecê-lo.

Adicione os ingredientes secos pouco a pouco até formar uma massa consistente, mas não dura.

Bata por uns 3 minutos.

Coloque as frutas secas, mas antes um segredinho: passe-as em duas colheres de amido de milho.

Isso é muito importante, pois faz com que as frutas não afundem no cozimento.

Coloque a massa em fôrmas de panetone.

E asse no forno em temperatura de 180 graus por cerca de 1 hora. 
Leia Mais ►

Receita de iogurte de gengibre


Esta bebida fermentada de gengibre é 10!

Ela tem as mesmas qualidades do iogurte e de outras bebidas fermentadas: melhora o funcionamento do aparelho digestivo, ajuda a recuperar a flora intestinal e reforça a imunidade.

Mas, graças ao gengibre, vai além: acelera o metabolismo, o que agiliza a queima dos excessos alimentares; contribui para a desintoxicação do organismo; tem ação anti-inflamatória, anticoagulante, antioxidante e bactericida; melhora a circulação; tem atividade anti-inflamatória; e ajuda a diminuir o colesterol ruim.

O iogurte de gengibre, ou "ginger bug", é mesmo muito bom!


E tem um sabor muito agradável, o que facilita seu consumo.

Quer saber como fazer?

É muito simples.

Comprove:

INGREDIENTES

3 xícaras de água mineral ou filtrada (sem cloro!)

3 colheres (chá) de açúcar mascavo

3 colheres (chá) de gengibre ralado grosso ou em pedaços bem pequenos

MODO DE PREPARO

Coloque num pote de vidro de 1 litro todos os ingredientes e misture bem.

Feche o pote com 2 camadas de pano de prato e um elástico em volta.

Deixe o pote num lugar morno em temperatura ambiente (o ideal: cerca de 25 graus) em cima de um pano ou guardanapo e longe da luz.

Nos próximos 7 dias, diariamente, adicione mais 2 colheres (chá) de gengibre picado ou ralado e mais 2 colheres (chá) de açúcar e misture bem.

Perto do sétimo dia, surgirão bolhas no líquido. 

Se o pote estiver fechado com tampa comum, a pressão forçará essa tampa e, ssob pressão do gás da fermentação, ela ficará dilatada.

Então será necessário abrir a tampa para eliminar o gás que está pressionando-a.

Assim que o iogurte estiver gaseificado, com muitas bolhas, estará pronto para ser consumido.

Você pode consumi-lo natural ou batido com frutas.

Atenção! Tudo (pote, ralador, colher, xícara) tem que estar bem limpo e esterilizado.

Se houver falha na higiene, pode surgir mofo.

Neste caso, descarte e faça outro.
Leia Mais ►

Saiba como fazer um protetor solar caseiro e natural


A imensa maioria dos protetores solares comercializados contêm uma enormidade de substâncias químicas.

Essas substâncias penetram na nossa corrente sanguínea pela pele e intoxicam todo o nosso corpo.

Levar sol faz bem, por causa da vitamina D.

Mas se você passar muito tempo exposto ao sol, seja na piscina, seja na praia, seja no parque, é certo que você terá uma queimadura solar, que pode ser bastante grave.

A solução para ficar longe dos protetores solares vendidos em farmácias é a substituição por este protetor caseiro.

No entanto, por ser um produto caseiro, são necessários alguns cuidados:

- este protetor solar caseiro não é resistente à água; por isso reaplique-o constantemente, especialmente quando sair do mar ou da piscina;

- este protetor caseiro equivale, em termos de proteção, a protetores com FPS 20, mas você precisa testar como seu corpo reage a ele. No primeiro dia de uso, espalhe apenas no nariz e observe se a proteção foi boa.

Não conhecemos ninguém que teve problemas com este protetor, mas, repetimos, por ser caseiro, é preciso testá-lo antes de usá-lo em todo o corpo.


O óxido zinco da pasta d'água é o maior responsável pela proteção contra os raios solares oferecida por esta receita caseira.

Chegou o momento de aprender a fazer o protetor.

Anote:

INGREDIENTES

Meia xícara de óleo amêndoa natural

1/4 de xícara de óleo de coco (tem que estar líquido; se não estiver, derreta-o em banho-maria e espere esfriar para usar na receita)

3 colheres (sopa) de pasta d'água (vende em farmácias)

10 gotas de óleo essencial de sua preferência (não pode ser óleo de frutas cítricas como limão e laranja)

MODO DE PREPARO

Misture bem todos os ingredientes.

Guarde o protetor num frasco limpo.

Conserve-o na geladeira por no máximo três meses.

Antes de usá-lo, teste para ver se ocorre reação alérgica: passe um pouco na região do cotovelo.

Se não houver reação, faça outro teste, o da proteção contra o sol: espalhe-o apenas no nariz e veja se houve proteção.

Mas não abuse do sol durante este teste.

Exponha-se por no máximo 1 hora e, se a pele for muito sensível, por 30 minutos.

Se aprovado, pode usar em todo o corpo.

Mas sempre sem exagerar na exposição ao sol, pois todo tipo de excesso é prejudicial.
Leia Mais ►

Xampu caseiro de mel, coco e babosa nutre, hidrata e dá brilho e maciez aos cabelos

Mel, coco e babosa são os principais ingredientes deste xampu caseiro.

O resultado é um produto que hidrata, nutre, amacia, deixa os cabelos sedosos, com brilho, com vida e muita beleza.

E com grande vantagem de não ter parabeno e nenhuma outra substância tóxica contida na maioria dos xampus industriais.

O que o mel, o coco e a babosa fazem no cabelo e por que entraram na fórmula deste xampu caseiro?

Fazem muito!

O mel é muito rico em vitaminas e minerais.

Nos cabelos, ele funciona como um hidratante natural, dá brilho, maciez e aumenta a elasticidade, evitando que os cabelos fiquem quebradiços.

O coco é antisséptico, combate fungos e limpa profundamente o couro cabeludo.

Combate a oleosidade na raiz e em todo o fio de cabelo.

A babosa é uma poderosa planta medicinal.

Ela tem um monte de utilidades - incluindo, para muitos, a cura do câncer.

Também conhecida como aloe, ela é rica em cálcio, potássio, magnésio, zinco, sódio, cromo, cobre, cloro, ferro, manganês, betacaroteno (pró-vitamina A), vitaminas B6 (piridoxina), B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3, E (alfa tocoferol), C (ácido ascórbico), ácido fólico e colina. 

Sua aplicação no cabelo é muito popular, sendo bastante usada para combater a queda e hidratar os fios.

E como é que se faz este superxampu?

É muito simples.

Comprove:

INGREDIENTES

1 xícara (chá) de do gel/baba de babosa

1 tablete de sabão de coco

1 xícara (chá) de mel de abelha 

1,5 litro de água filtrada  

MODO DE PREPARO

Corte o sabão e coloque no fogo com a água (use panela de inox, vidro ou ágata; não ferva em utensílio de alumínio).

Quando estiver diluído, tire do fogo e acrescente o mel.

Espere esfriar e coloque  a "baba" da babosa.

Misture bem e o xampú está pronto para ser usado.

Transfira para uma embalagem vazia e limpa de xampu ou de condicionador.

Use este xampu duas vezes por semana.
Leia Mais ►

Sabão líquido, caseiro e natural de coco e limão para lavar roupa

Você já deve saber que todos esses produtos de limpeza estão carregados de substâncias químicas que não agridem apenas nosso corpo, mas todo o meio ambiente.

Além do mais, eles não são baratos.

Exemplo do que estamos falando são os sabões líquidos para lavar roupa.

Caros e cheios de química.

Mas agora você tem opção de escolha: apresentamos-lhe o sabão líquido, caseiro e natural de coco e limão.

Uma excelente opurtunidade para você ficar longe dos caros e prejudiciais sabões de lavar roupa industriais.

E um ponto muito importante desta receita: a facilidade de compra dos ingredientes, ou seja, não há nenhum ingrediente difícil de ser encontrado.

A receita não tem mistério, é bastante fácil.

Lá vai ela:


INGREDIENTES

50 gramas de sabão de coco

2 litros de água

3 colheres (sopa) bicarbonato de sódio

10 gotas de óleo essencial de limão (vende em lojas de produtos naturais)

COMO PREPARAR

Raspe de 50 gramas de sabão de coco.

Procure uma marca de sabão bem artesanal e natural (no Rio e em São Paulo, recomendamos Ruth).

Faça raspas bem finas para facilitar a dissolução.

Dissolva-as lentamente em 1 litro de água bem quente em um vasilhame com capacidade para 3 ou mais litros.

Acrescente 3 colheres de sopa de bicarbonato de sódio.

Misture e depois deixe descansar por uma hora.

Em seguida, acrescente 1 litro de água morna.

Filtre a mistura em uma peneira fina para retirar qualquer pedaço de sabão que não tenha se dissolvido e acrescente dez gotas de óleo essencial de limão.

Em seguida acrescente 1 litro de água fria à mistura, que deve estar bem grossa.

Agite bastante para a misture ficar bem homogênea.

Coloque em frascos de plástico menores para facilitar o manuseio na hora de usar.

Rende 3 litros de sabão líquido para lavar roupa.

E alveja e limpa da mesma forma que os sabões industriais com a grande vantagem de não poluir nosso corpo e o nosso planeta.
Leia Mais ►

Xarope que limpa aparelho respiratório e combate gripe, rinite e sinusite

Em 2014, grande parte do Brasil sofreu com uma estiagem jamais vista, como foi o caso do estado de São Paulo. 

Até o momento, o reservatório da Represa Cantareira, que abastece a capital paulista, está baixíssimo, operando com menos de 10% de sua capacidade. 

Com a chegada do verão, o calor intenso está se aproximando e o tempo está ficando cada vez mais seco e propício para o desenvolvimento de problemas respiratórios.

Entre os principais incômodos ocasionados pela falta de umidade estão a rinite, a sinusite, a gripe, que têm mais chances de proliferar com esse tempo, além das inflamações na garganta.


Para amenizar esses desconfortos, é essencial seguir as orientações médicas.

Mas saiba que algumas mudanças no dia a dia podem também fazer a diferença.

Manter o ambiente limpo, inclusive deixando em dia a manutenção do ar-condicionado de casa e da empresa, é muito importante, já que a poeira contribui para as alergias respiratórias. 

Modelos de ar-condicionado split têm a vantagem de eliminar impurezas do ambiente.

Beber bastante líquido também é fundamental nesses casos, pois ajuda a dissolver a mucosa.

Há ainda um xarope que é feito com dois expectorantes naturais: agrião e guaco. 

E o agrião, é importante destacar, é um poderoso limpador do aparelho respiratório, sendo por isso muito útil aos fumantes.

Confira a receita desse xarope, que é muito fácil e rápida de fazer:

INGREDIENTES

100g de agrião fresco

1 litro d'água

2 colheres (sopa) de guaco

20 gotas de extrato de propólis

5 colheres (sopa) de mel

MODO DE PREPARO

Coloque todos os ingredientes para cozinhar durante 10 minutos em fogo médio. Depois coe e se sirva.

O ideal para as crianças é tomar duas colheres de chá por dia, enquanto os adultos devem tomar três.
Leia Mais ►

Vitamina turbinada: banana com gengibre

Esta é uma vitamina de banana reforçada, pois contém gengibre, um poderoso ingrediente riquíssimo em qualidades.

Só a banana já vale muito porque se trata de uma maravilhosa fruta, rica em nutrientes e em propriedades medicinais.

E o que é que a banana tem de especial?

Para começar, ela é uma excelente fonte de energia para o organismo.

Nela, há boa quantidade de potássio, mineral que participa de todos os processos musculares do organismo, sendo por isso muito importante para o bom funcionamento do coração.

E encontramos também  dois outros minerais importantes: fósforo e magnésio. 

O primeiro compõe ossos e dentes e participa da digestão dos carboidratos. 

O segundo atua para produzir energia celular e é essencial para o relaxamento muscular, sendo especialmente indicado para pessoas estressadas. 

Mas os benefícios da banana não param aí: ela é um excelente remédio para superar a depressão, pois contém grande quantidade de triptofano, um antidepressivo natural que mantém os níveis de serotonina no cérebro e melhora o humor das pessoas.

E, segundo pesquisas, a banana não produz colesterol nem causa obesidade. 

Além disso, ela reduz o risco de ataques cardíacos e contribui para reforçar a massa muscular e a energia, especialmente nas crianças. 

A fitoalexina é outra substância presente na banana.

Ela funciona como um antibiótico natural e é uma possível inibidora do envelhecimento precoce, de inflamações e de doenças cardiovasculares. 

A fitoalexina é descrito como um poderoso agente antienvelhecimento e de prevenção de úlceras.

O gengibre enriquece bastante a vitamina, pois acelera o metabolismo, o que contrinui para a queima de gordura e dos excessos alimentares.

Além disso, ele desinflama o organismo e combate bactérias e outras ameaças.

Também ajuda a regular o colesterol e a nos dá mais disposição.

E é um ótimo digestivo, combatendo gases e acalmando estômago e intestino.

Ah, a receita pode ser ainda mais enriquecida com chia e castanha de caju, ricas em fibras, em vitaminas, em minerais e que também possuem forte atividade antienvelhecimento.

Então agora você já deve entender por que chamamos a vitamina de banana e gengibre de "a vitamina turbinada", não é?

Certamente.

Agora só nos resta ensinar a receita...

INGREDIENTES

2 bananas maduras

300 ml de iogurte natural desnatado ou de água de coco

1 pedaço pequeno de gengibre, de 1 a 2 cm, sem casca e ralado em pedaços bem finos

1 colher (sobremesa) de semente de chia e 3 castanhas de caju picadas (opcionais)

MODO DE PREPARO

Bata muito bem no liquidificador todos os ingredientes.

Não coe.

E beba na hora.




Leia Mais ►

Receita de sucos que ajudam a regular a tireoide


Nervosismo, insônia e perda de peso são os sintomas mais comuns do hipertireoidismo.

Mas o que é isso?

É um aumento da atividade da glândula tireóide, responsável por regular a função de órgãos como coração, fígado, cérebro e rins.

A tireoide passa a produzir muito hormônio, afetando as glândulas pituitária, paratireoides e sexuais.

O problema é mais frequente nas mulheres do que nos homens, podendo atingir a fertilidade feminina ou prejudicar a gravidez.

Além dos sintomas citados, existe um sintoma físico bem aparente.

Normalmente quem sofre de hipertireoidismo fica com os olhos maiores e mais saltados do que o comum.

O oposto 
de hipertireoidismo é hipotireoidismo, que é simplesmente o funcionamento mais lento da tireoide, resultando em baixa ou nenhuma produção de hormônios.

Os principais sintomas do hipotireoidismo são: cansaço, depressão e aumento de peso.

Trouxemos dois sucos que vão ajudar a tratar a tireoide e normalizar o funcionamento dela.

O primeiro deles é mais indicado para o hipotireoidismo.

A receita contém quatro ingredientes especiais:

Alga desidratada – possui iodo, que regula a tireoide.

Acelga - contém iodo, necessário para quem tem hipotireoide.

Laranja  - possui iodo, importante para tratar hipotireoide.

Pêssego - é remineralizante, rico em minerais, o que é muito importante para o bom funcionamento da tireoide.

O segundo deles é indicado para o hipertireoidismo.

Seus ingredientes são pera e repolho, alimentos que contêm substâncias inibidoras  da produção de hormônios tireoidianos.

As receitas dos sucos reguladores da tireoide estão a seguir:

SUCO 1 (PARA HIPOTIREOIDE)

INGREDIENTES

1 folha de alga desidratada (vende em lojas de alimentos naturais ou em mercados de produtos orientais)

10g de acelga

2 laranjas

1 pêssego

MODO DE PREPARO

Hidrate a alga colocando-a dentro de um copo com um pouco de água.

Retire a água e reserve a alga hidratada.

Prepare o suco de laranja.

Junte todos os ingredientes e bata-os no liquidificador.

Coe e tome três vezes por dia, entre as refeições.

SUCO 2 (PARA HIPERTIREOIDE)


INGREDIENTES

3 folhas de repolho

1 pera

200 mL de água

MODO DE PREPARO

Bata os ingredientes no liquidificador.

Coe e tome 3 vezes por dia. 

IMPORTANTE

As pessoas com doenças da tireoide precisam ser acompanhadas por um bom médico e tomar com seriedade os medicamentos prescritos pelo profissional.
Leia Mais ►

Pudim de casca de laranja sem glúten, sem lactose e sem ovo

Mais uma receita superlegal!

O pudim de casca de laranja é saborosíssimo, de preparo descomplicado e com muitas virtudes medicinais.

Só para você entender as razões que tornam este pudim muito saudável, a laranja contém  carboidratos em boa quantidade, proteínas e gorduras em pequenas doses, minerais, vitaminas A e B em menor quantidade, 
vitamina C em maior quantidade e ainda um pouco de provitamina D.

A casca de laranja, em particular, é muito rica em vitamina C e pectina, uma fibra que melhora a saúde digestiva e reduz o colesterol.

Podemos dizer, dessa forma, que o pudim de casca de laranja é rico em fibras e em nutrientes que ajudam nosso corpo a ser sadio.

E mais: não tem glúten, lactose nem ovo.

É realmente muito saudável, não é mesmo?

Veja como é fácil prepará-lo:

INGREDIENTES

1 copo de suco de casca de laranja

1 copo de água

2 colheres (sopa) de maisena

2 colheres (sopa) de açúcar mascavo


MODO DE PREPARO

Faça o suco de casca de laranja: bata, no liquidificador, 1 copo de água (200 mL) com a casca de 1 laranja.

Coe e reserve. 

Dissolva a maisena em 1 copo de água.

Junte os demais ingredientes e misture bem.

Leve ao fogo, mexendo até engrossar.

Despeje em uma fôrma de vidro e leve à geladeira para endurecer.

Quando o pudim ficar sólido, sirva-se e aproveite esta delícia!
Leia Mais ►

Receita de cera depilatória natural e de gel pós-depilatório

Fazer a sua própria cera de depilação vale muito a pena.

Afinal, a cera natural é muito mais saudável, não tem nenhuma química para intoxicar você.

E faz uma depilação muito suave na pele.

Há salões que até oferecem a cera natural.

Mas cobram muito caro.

Então, em vez de pagar um alto preço pela cera natural do salão ou optar pelas ceras industrializadas, por que não você mesmo(a) fazer sua cera natural?

É muito fácil de fazer e compensa bastante pela economia, pois ela rende muito e pode ser guardada para ser utilizada outras vezes.

A receita da cera natural está logo abaixo.

INGREDIENTES

1 kg de açúcar

1 copo (americano) de suco de limão

MODO DE PREPARO

Numa panela, coloque o açúcar e o suco de limão.

Leve ao fogo alto e deixe até começar a ficar marrom-claro.

Retire do fogo e espere esfriar.

MODO DE APLICAR

Lave e enxugue muito bem a pele.

Com uma espátula de madeira, espalhe a cera em tiras sobre a pele.

Coloque uma tira de celofane em cima da cera e puxe no sentido oposto ao crescimento
dos pelos.

Hidratação pós-depilatória

Para encerrar a depilação caseira com sucesso, uma super-hidratação com o gel hidratante caseiro de coco e camomila.

A gordura do coco vai retirar todo o resíduo da cera. 

A camomila age acalmando a pele.

E a água de rosas entra para deixar sua pele fresquinha e perfumada.

Anote a receita do gel hidratante pós-depilatório

INGREDIENTES

2 colheres (sopa) de óleo de coco

1 colher (sopa) de chá de camomila bem forte

1 colher (sopa) de água de rosas

MODO DE PREPARO

Numa tigela, misture o óleo de de coco, o chá de camomila e a água de rosas.

Passe nas pernas fazendo movimentos circulares até que a pele absorva o hidratante.

Retire o excesso com papel-toalha.

Não é necessário enxaguar.


Leia Mais ►