Cura Pela Natureza, saúde e tratamentos naturais

Ótimo remédio caseiro para rouquidão


Esta receita é um segredinho da vovó.

Ela vai ser ensinada agora para você anotar e pôr em prática quando ficar rouco(a) ou quando um amigo ou parente precisar.

É muito prática e verdadeiramente efetiva.

A receita funcionou todas as vezes que fizemos uso dela para curar rouquidão.


O ideal é que se ataque o problema logo no início com este remédio caseiro.

Você não vai precisar de muita coisa, apenas de três ingredientes.

E todos esses ingredientes você encontra facilmente.

Um deles, o tomate, é ideal que seja orgânico, produzido sem o uso de agrotóxicos.

Se não conseguir tomate orgânico, lave bem com sabão neutro e retire a casca.

Vamos então aprender a receita.

Anote:

INGREDIENTES

1 tomate verde

1 copo de água

1 pitada de sal

MODO DE PREPARO

Bata no liquidificador o tomate verde com um copo de água e uma pitada de sal.

Coe e faça um gargarejo imediatamente. 

Repita o procedimento três vezes por dia.

Atenção!

Se a rouquidão persistir por semanas, mesmo depois deste de ou outro tratamento, você deve procurar um médico.


Neste caso, o problema pode ser um sintoma de doenças mais graves, como o câncer da laringe. 
Leia Mais ►

Receitas caseiras e naturais para combater vício do álcool

Esta matéria foi sem dúvida uma das mais difíceis de escrever, porque sabemos o quanto sofrem as vítimas do álcool.

Normalmente tudo começa com o famoso “beber socialmente”.

Depois, as pessoas passam a beber para comemorar, afogar as mágoas, até que o vício toma conta e já não é possível controlar.

No Brasil, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), são quase 5 milhões de alcoólatras e, no mundo, o álcool é a terceira causa de mortes, atrás somente do câncer e das doenças cardíacas.


É por isso que vamos apresentar algumas dicas naturais, na esperança de ajudar os que lutam contra esse mal:

1- Pratique atividade físicas e beba bastante água. Isso vai permitir uma maior liberação de toxinas e hidratação do corpo.

2- Coma frutas que tenham propriedades antioxidantes, como a uva, melão e abacaxi.

3- Beba chás tranquilizantes, como camomila, erva-doce e capim-santo, para ajudar contra a ansiedade.

E por falar em chás...

O chá de folhas de melão-de-são-caetano é maravilhoso para combater o alcoolismo e deve ser tomado diariamente durante pelo menos 30 dias.

Veja como fazer este chá:

INGREDIENTES

1 colher (sopa) de folhas de melão-de-são-caetano picadas.

1 litro de água.

MODO DE PREPARO

Coloque as folhas para ferver durante 3 minutos.

Não destampe a panela até amornar.

Em seguida, coe e beba.

Tome duas xícaras por dia, uma pela manhã e outra pelo jantar.

Essas dicas são ótimas.

No entanto, o primeiro passo - e o mais importante para vencer o alcoolismo - é reconhecer o problema e querer solucioná-lo.
Leia Mais ►

Alerta: os males do açúcar à saúde

Sabe o nosso açúcar branquinho que colocamos no suco ou no café?

Pois é, vamos falar dele!

Faz menos de 500 anos que o homem passou a utilizar o açúcar em sua dieta.

Antes disso, o sabor doce vinha do mel ou do sumo da cana.

Quando o açúcar se tornou acessível, o homem criou várias receitas maravilhosas com esse ingrediente, a ponto de fazer dele uma mercadoria indispensável à cozinha de uma boa dona de casa.

E foi nesse momento, quando o açúcar passou a ser consumido demasiadamente, que criamos um enorme problema de saúde. 

É porque o açúcar é péssimo para o nosso corpo e causa de várias doenças, como câncer, cáries dentárias e diabetes.

Sucede que, apesar de fazer mal, a ação tranquilizante, gerada pela liberação do triptofano, que se converte em serotonina, nos deixa dependentes.

Isso mesmo, o açúcar é uma droga, que vicia e nos deixa dependentes!

O pior de tudo é que no açúcar refinado, o mais consumido, é submetido a vários processos químicos, com o uso de substâncias altamente nocivas, para chegar à cor e consistência desejada pelo mercado. 

Poderríamos passar horas falando mal do açúcar.

Mas vamos resumir esta história listando 10 males causados pelo açúcar, especialmente quando consumido em excesso:

1- Atrapalha o funcionamento do sistema imunológico, prejudicando a defesa contra doenças.

2- Pode provocar ansiedade e dificuldade de concentração.

3- Provoca perda de elasticidade do corpo.

4- Alimenta células cancerosas, desenvolvendo câncer de mama, próstata, etc.

5- Contribui para a obesidade.

6- Pode provocar varizes.

7- Pode provocar depressão.

8- É superprejudicial ao intestino, pois destrói a flora intestinal.

9- Aumenta o risco de mal de Alzheimer.

10- Intensifica os sintomas da TPM.

Há muitos outros males causados pelo açúcar refinado, mas acreditamos que esses já são suficientes para que você reflita e veja se vale a pena continuar consumindo-o.

A nossa recomendação é que você substitua imediatamente o “branquinho” pelo açúcar mascavo, que pelo menos tem mais minerais e vitaminas.
Leia Mais ►

Bolo fofíssimo de cenoura sem glúten e sem lactose

O desafio de fazer um bolo ou um pão sem glúten é imenso.

O objetivo é conseguir uma massa fofa como as feitas com essa substância.

E alcançamos esse objetivo com esta receita.

O bolo de cenoura que ensinaremos adiante é muito macio e fofíssimo!

Nem parece ser sem glúten!

Ah, é também sem lactose.

E é rico em fibras, além da gordura do bem da chia ou da linhaça.

Ou seja, é supersaudável!

A receita deste bolo de cenoura é muito simples, não tem nenhum ingrediente difícil.

Lá vai o passo a passo bem explicadinho:

INGREDIENTES

3 ovos inteiros

1 colhar (chá) de essência de baunilha

2 cenouras raladas

4 colheres (sopa) de azeite extravirgem de oliva

Meia xícara (chá) de açúcar mascavo

1 colher (sopa) de chia ou linhaça

2 xícaras (chá) de farinha de arroz ou de outra sem glúten (você encontra em lojas de produtos naturais)

2 colheres (sopa) de água

1 colher (sopa) de fermento em pó

MODO DE PREPARO

Rale as cenouras.

Bata muito bem as claras e as gemas no liquidificador.

Acrescente a essa "vitamina de ovos" a essência de baunilha, o azeite extravirgem de oliva, as cenouras raladas e a chia ou a linhaça.

Bata tudo muito bem.

Adicione o açúcar mascavo e bata de novo.

Coloque uma xícara de farinha de arroz, bata e depois ponha a segunda.

Acrescente 2 colheres (sopa) de água, depois o fermento e misture.

Unte a fôrma com farinha de arroz

Preaqueça o forno.

Leve para assar no forno na temperatura de 220 graus por cerca de 25 minutos. 
Leia Mais ►

Pipoca desacelera envelhecimento e contribui para a perda de peso


Chegou a hora da gente acrescentar pipoca ao cardápio!

Não só porque é deliciosa, mas também por trazer alguns benefícios à nossa saúde.

É verdade!

Pipoca não é só um gostoso lanche consumido durante as sessões de cinema.

Ela é um alimento cheio de virtudes:

1- Tem elevada quantidade de fibras. Ou seja, permite o funcionamento regular do intestino.

2- Contém grande quantidade de oxidantes – chega a ser o dobro da de frutas. Isso permite a prevenção de doenças degenerativas, como câncer e diabetes.

3- Desacelera o envelhecimento, pois tem antioxidantes que combatem os radicais livres que provocam a velhice. 

4- Em quantidade moderada, pode contribuir para a perda de peso. 

Esta é uma ótima notícia, não é mesmo? 

Então, por que esperar uma sessão de cinema para aproveitar as maravilhas que a pipoca pode fornecer? 

É só ter atenção para consumir moderadamente e assim, curtir o estouro de sabor e vantagens que o lanche oferece.

1 xícara de pipoca estourada equivale a meio pão francês ou uma fatia de pão de fôrma.

Mas fique atento!

Consumir pipocas de micro-ondas ou aquelas vendidas no cinema não é uma boa ideia.

Pipoca boa de verdade – saudável - é aquela feita na panela de casa, com pouco óleo e com sal e manteiga de forma moderada.
Leia Mais ►

Patê de berinjela é a delícia que ajuda a baixar colesterol e a perder peso


Nada melhor que uma receita que é superdeliciosa e ao mesmo tempo é saudável, não é mesmo?

Esse é o caso do "patê de berinjela".

O sabor dele é maravilhoso.

E os benefícios proporcionados à saúde com o consumo de pratos à base de berinjela são reais e comprovados por pesquisas.

Por exemplo, um estudo feito pelo Departamento de Nutrição e Dietética da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) constatou que houve uma redução significativa na circunferência da cintura (ou seja, a gordurinha abdominal) em pessoas que incluíram a berinjela na dieta.

Como se não bastasse, esse grupo ainda viu o índice de massa corporal (IMC) baixar e o percentual de massa magra subir.

E por que a berinjela ajuda a emagrecer?

Possivelmente graças a uma substância presente  nela, a niacina, que contribui intensamente para a perda de peso.

Além disso, há as fibras, que são responsáveis por proporcionar uma sensação de saciedade e ainda auxiliam na redução da absorção intestinal da gordura. 

Além disso, há várias pesquisas provando que o consumo de berinjela reduz as taxas de triglicérides e ácido úrico – afastando, portanto, as chances de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

E também há trabalhos que associam o consumo de berinjela à redução do colesterol e da prevenção das doenças do coração.

E como é feito o patê de berinjela?

É muito fácil.

Veja:

INGREDIENTES

4 berinjelas

1 pimentão verde

1 pimentão vermelho

1 pimentão amarelo

2 cebolas grande

1 xícara de chá de azeite extravirgem de oliva

4 colheres (sopa) de vinagre (de preferência, de maçã)

6 dentes de alho grandes

Orégano a gosto

Azeitonas (preta ou verde) a gosto

Um pouco de pimenta-do-reino moída

Sal a gosto

MODO DE PREPARO

Corte as berinjelas em cubos e coloque de molho na água por uns 15 minutos.

Isso é para que elas não escureçam.

Escorra bem as berinjelas.

Frite o alho e a cebola no azeite, coloque as berinjelas em cubos e os demais ingredientes e deixe refogar em fogo baixo por uns 20 minutos até secar o molho, sempre mexendo para não queimar.

Espere esfriar e, depois, bata no liquidificador ou num processador até virar uma pasta. 

Guarde em recipientes com tampa na geladeira e sirva com pães, bolachas, torradas, substituindo a margarina ou a manteiga.

Leia Mais ►

Receita de pão sem glúten de farinha de banana verde

Este pão é supersaudável.

Primeiro pelo fato de ser feito sem glúten, que é muito ruim para o corpo, por muitos motivos, entre eles o de ser uma das causas da obesidade e de doenças como o diabetes.

Não levar glúten já é uma grande vantagem deste pão.

Mas o seu maior diferencial é ser feito com a farinha de banana verde.

Farinha de banana verde?

Sim, da banana verde se extrai uma farinha que é extraordinária em termos de benefícios para a saúde.

Essa farinha é o auge hoje das farinhas porque já está comprovado que a fibra dela é conhecida como amido resistente.

Ela vai alimentar as boas bactérias que nós temos no intestino, o que provoca uma menor absorção de glicose, menor absorção de gordura e um funcionamento intestinal melhor. 


O resultado é que a farinha reduz a carga glicêmica da refeição, evitando picos de açúcar no sangue e o aumento de insulina – hormônio que, em excesso, faz o organismo estocar gordura. 

E onde é que se compra a farinha de banana verde?


Em boas lojas de produtos naturais.

E a receita do pão de farinha de banana verde você vai aprender agora:

INGREDIENTES

1 xícara (chá) farinha de arroz

1 xícara (chá) de farinha de banana verde

1 xícara (chá) de água morna

1 xícara (chá) de azeite extravirgem de oliva

2 ovos

2 colheres (sopa) de semente de chia

1 colher (chá) de sal marinho

2 colheres (sopa) de açúcar mascavo

2 envelopes de fermento biológico seco

MODO DE PREPARO

Em uma tigela grande, misture o açúcar, o sal e o fermento.

Adicione a água morna, os ovos, o azeite de oliva e misture bem.

Coloque a semente de chia, as farinhas de arroz e de banana verde.

Misture bem até obter uma massa homogênea.

Cubra a massa com um pano limpo e deixe descansar por 30 minutos.

Coloque a massa em uma assadeira para pão untada e polvilhada com farinha de arroz.

Leve ao forno preaquecido a 180 graus e asse por cerca de 45 minutos.
Leia Mais ►

Saiba como se proteger da febre chikungunya

A febre chikungunya é a nova ameaça à saúde do brasileiro.

Cerca de mil casos da doença já foram registrados no país segundo o Ministério da Saúde.

A febre chikungunya  é muito parecida com a dengue – inclusive causada pelo mesmo mosquito, o Aedes aegypti.

A diferença é que, embora não seja letal, tem um ciclo de transmissão mais rápido, é mais dolorosa e não tem tratamento específico.

Apesar de se originar na Tanzânia – África - o vírus tem chegado a outros continentes através dos viajantes.

Os sintomas são: dor na cabeça, intensa dor muscular e nas articulações, além de conjuntivite.

Para prevenção, é importante manter a caixa-d’água sempre fechada e os lixos domésticos em sacos plásticos, também fechados – evitando a presença do mosquito.
  
Se você estiver numa região que já registrou casos de vítimas da febre chikungunya, será necessário tomar medidas preventivas, como:

1- Usar repelente concentrado de alta substância ativa.
  
2- Evitar perfumes, pois o cheiro de flores pode atrair o mosquito.

3- Usar telas em janelas.

4- Usar mosquiteiros.

Essas são as medidas básicas.

No entanto, há algo muito importante que gostaríamos de compartilhar.

Você sabia que por muitos séculos algumas populações tropicais sobreviviam comendo principalmente inhame?

Nas regiões úmidas da Ásia, da África e da América do Sul sempre houve fartura de inhame. 

Fácil de colher, fácil de preparar e ainda por cima gostoso, o inhame se tornou um dos principais alimentos básicos dos povos dessas regiões. 

Mas, quando foi substituído pela mandioca, que também era deliciosa e fácil de fazer, além de dar boa farinha, goma para tapioca e bebida alcoólica, observou-se um problema: as pessoas começaram a morrer de malária.

Conclusão: era o inhame!

O inhame protegia aquelas pessoas dos mosquitos.

Não se sabe se é por causa do altíssimo teor de zinco, que neutraliza no sangue o agente infeccioso transmitido pelo mosquito, ou o visgo, que o povo acredita ser poderoso. 

Comer inhame é, portanto, uma ótima forma de prevenção para doenças causadas por mosquitos.

Por isso superindicamos esse tubérculo para evitar a febre chikungunya.
Leia Mais ►

Suco antiobesidade: acelera o metabolismo e estimula queima de gordura

Emagrecer não é fácil.

É preciso dedicação e disciplina.

E isso envolve saber escolher o que vai comer e adotar uma rígida rotina de exercícios.

Mas às vezes dieta e exercícios não resolvem.

Isso ocorre porque há pesoas com o metabolismo muito lento.

Neste caso, é necessário o reforço com o uso de alimentos e plantas termogênicas, que aceleram a perda de peso.

Limão, abacaxi, maçã e gengibre, ingredientes do suco, são alguns desses alimentos que têm a capacidade de intensificar a queima de gordura.

Falemos de cada um deles.

O limão é alcalinizante, isto é, afina o sangue, eliminando gorduras e toxinas do corpo.

Além disso, ele acelera o metabolismo e é rico em vitamina C.

O abacaxi é diurético e contém poucas calorias - menos de 160 numa fatia de 100 gramas.

O abacaxi ainda auxilia a digestão e melhora a circulação.

o gengibre também ajuda a acelerar o metabolismo. 

Ele  é perfeito para a desintoxicação do organismo, além de ser considerado um poderoso anti-inflamatório, anticoagulante, antioxidante e bactericida.

O gengibre ainda apresenta propriedades terapêuticas sobre o sistema digestivo, pois estimula a liberação de enzimas que promovem o esvaziamento do estômago.

E estudos demonstraram o potencial dessa raiz para baixar o nível do colesterol.

A maçã também é um potente acelerador do metabolismo.

Anos atrás, pesquisadores da Nippon Sport Science University Graduate School, no Japão, constataram que a maçã, além de ser excelente para a saúde, facilita o emagrecimento e a perda da gordura corporal.

De acordo com eles, a ingestão moderada de maçã por um período de três semanas promoveu uma perda de gordura de aproximadamente 20% em cobaias de laboratório, além de aumentar significativamente a capacidade antioxidante das cobaias.

Finalmente, a hortelã, além de digestiva, possui atividade termogênica, ou seja, aceleradora do metabolismo.

Todos os ingredientes do suco têm, como vimos, poderosa ação emagrecedora.

E é isso que o torna muito eficiente em sua atividade redutora de gordura e aceleradora do metabolismo.

Faça o suco, tome e comprove.

INGREDIENTES

1 maçã

2 fatias de abacaxi

2 fatias de gengibre

Meia xícara de suco de limão

6 folhas de hortelã

200mL de água gelada

MODO DE PREPARO

Bata todos os ingedientes no liquidificar, coe e beba imediatamente.

A dose recomendada são 2 a 3 copos por dia.
Leia Mais ►

Refrigerante caseiro e medicinal de limão, gengibre e cloreto de magnésio

Chega de refrigerante que faz mal!

Agora você vai aprender a receita de um refrigerante verdadeiramente medicinal.

Ah, e não é só um refrigerante.

É também uma bebida que atua como um energético natural.


As bebidas energéticas fazem o maior sucesso, especialmente entre os mais jovens.

Mas você já parou para se perguntar do que são feitas essas bebidas?

E se a "energia" dada por elas for boa para o corpo?

Vamos ser curtos: fique longe desses energéticos!

Eles são coquetéis de substâncias químicas que, entre outras coisas, podem prejudicar o seu coração e causar dependência.

Então você pode nos rebater dizendo: "Eu me sinto bem com energéticos".

Tudo bem, eles podem até dar uma sensação de energia e euforia, mas essa sensação é artificial e oferece sim riscos à saúde.

Nós vamos lhe oferecer agora uma alternativa natural de energético.


E, mais que um refrigerante energético, esta bebida é sem exagero uma fonte de saúde.

E isso graças aos seus ingredientes, todos poderosos antioxidantes que atuam contra o desgaste do corpo e retardam o envelhecimento.

O limão, só para exemplificar, alcaliniza o sangue, ou seja, melhora a qualidade do fluido que percorre veias, artérias e vasos capilares.

E o magnésio participa de mais de 350 reações enzimáticas necessárias à vida.

É por isso que dizemos, com toda a convicção, que este energético natural é uma verdadeira fonte de vida e juventude.

INGREDIENTES

200 mL de água

1 colher (sopa) de mel

1 grama em pó ou dissolvido de vitamina C (não vale a efervescente)

2 colheres (sopa) de cloreto de magnésio

1 limão

1 colher (chá) de gengibre ralado ou em pó

MODO DE PREPARO

Em um copo com 200 mL de água mineral ou filtrada, acrescente mel e vitamina C.

Dissolva 33 gramas de cloreto de magnésio em 1 litro de água e coloque 2 colheres (sopa) dessa solução na bebida energética.

Esprema um limão na bebida e coloque uma colher (chá) de gengibre em pó ou ralado.

Mexa tudo muito bem.

Finalize, se quiser, com duas ou mais pedras de gelo.

Tome um ou dois copos dessa bebida diariamente.
Leia Mais ►

Alerta: suco de caixinha pode ter mais açúcar que refrigerante

Você resolveu eliminar o refrigerante de sua dieta.

E agora só toma suco de caixinha.

Você tem certeza de que fez uma boa substituição?

Segundo estudo da organização britânica Action on Sugar, você fez uma péssima substituição.

A Action on Sugar analisou mais de 200 marcas da bebida e constatou que um copo de suco de caixinha contém mais açúcar que um copo de refrigerante.

E, das 200 marcas analisadas, mais de 50 tinham o mesmo nível de açúcar ou mais do que a Coca-Cola, que tem 10,6g para cada 100mL.


E as marcas campeãs em açúcar tinham níveis que variavam de 13g a 16g para cada 10mL.

Essa enorme de açúcar em sucos de caixinha representa uma forte ameaça à saúde dos consumidores.

Níveis tão altos do "doce veneno" podem desequilibrar o corpo de forma irreversível, causando câncer, osteoporose e diabetes.

Além disso, podem ser a causa de cáries e obesidade.

O que fazer?

Deixar de consumir sucos de caixinha é o melhor a ser feito, pois eles não são nada saudáveis.

Na verdade, quase não há frutas nesses sucos.

Mas, se você não quiser ser tão "radical", escolha as marcas que não têm açúcar nem qualquer outro tipo de adoçante.

E observe também se elas não têm conservantes.

Mesmo assim, consuma de forma moderada os sucos industrializados e dê preferência a sucos frescos e caseiros, feitos na hora.
Leia Mais ►

Dicas de como economizar água

Água é essencial para o planeta e para a vida.

Infelizmente, neste momento boa parte do país está sofrendo com a falta de chuvas, o que causou uma gravíssima crise hídrica. 

A maior cidade do país, São Paulo, por exemplo, é uma das mais atingidas por essa crise.

Em virtude disso, os governos estão pedindo à população que economize água para garantir o abastecimento.

O fato é que nós temos o negativo hábito de desperdiçar água.


Hábito este que precisa ser duramente combatido.

Você pode fazer sua parte economizando água e conscietizando as pessoas para que façam o mesmo.

E esta conscientização pode começar agora - divulgando dicas que vão contribuir para minimizar o desperdício de água:

- quando for tomar banho e escovar os dentes, deixe a torneira fechada enquanto estiver se ensaboando;

- observe se há algum defeito na descarga e não jogue lixo no vaso sanitário, pois isso ocasiona entupimentos e desperdício de água;

- para limpar o quintal e o jardim, prefira varrer primeiro e depois passar um pano úmido; se for necessário o uso de água, aproveite a que sai da máquina de lavar;

- verifique se a bomba submersa está regulada. Caso haja algo estranho ou ela esteja desgastada, é melhor trocá-la por uma mais nova;

- caso tenha piscina e não a esteja utilizando, tampe-a para que a água não evapore.

- na hora de lavar o carro, esqueça a mangueira. Lave-o usando um balde para molhar e ensaboar e outro balde para enxaguar. 

Essa simples mudança de forma de lavar o carro vai levar a uma economia de 560 litros de água, o que representa a mesma quantidade de água que você gasta em 12 banhos de 5 minutos na ducha.

Leia Mais ►