Cura Pela Natureza, saúde e tratamentos naturais

Como clarear naturalmente os cabelos

Cabelos claros é a preferência de boa parte das mulheres.

Por isso, muita gente encara os salões de beleza e as tinturas.

No entanto, faz-se necessário dinheiro, paciência e disciplina.

Quem pinta os cabelos de loiro precisa gastar com descoloração, retoques, protetor químico, creme para pentear, máscara de hidratação, protetor solar e com outros produtos de boa qualidade.

A rotina de quem escolhe tingir o cabelo dessa cor é bastante trabalhosa e compromete bastante o orçamento.

Pensando nisso, trouxemos uma receita  natural para clarear os cabelos.


E o melhor de tudo é que essa receita é simples, de fácil aplicação e dispensa todos os gastos e cuidados acima listados.

INGREDIENTES

2 xícaras de vinagre

1 xícara de mel

1 colher (sopa) de azeite extravirgem de oliva

1 colher de sopa de canela

MODO DE PREPARO

Misture todos os ingredientes e aplique nos cabelos úmidos.

Certifique-se de que a mistura foi bem distribuída.

Enrole o cabelo em filme plástico e, em seguida, cubra com uma toca.

Aguarde cerca de 3 horas e depois enxágue.

A receita é ótima porque o mel é um grande ingrediente clareador e o vinagre ajuda a manter o cabelo hidratado.

Leia Mais ►

Tratamento natural para aliviar joanete


Joanete é uma inflamação óssea no dedão do pé e normalmente atinge mulheres a partir dos 30 anos.

A genética é o principal vilão de quem desenvolve joanetes. 

No entanto, o uso de sapatos apertados, salto alto e bico fino aceleram a deformação.

Não há como ser indiferente a esse mal, pois ele é feio, doloroso e impede o uso de muitos calçados, principalmente os mais elegantes.


Hoje, podemos contar com a ajuda de talas, palmilhas e almofadinhas especiais que podem aliviar a dor e proteger a inflamação das pisadas quando os pés não estão descalços. 

Massagear o dedão do pé, com azeite, depois da caminhada, é uma boa sugestão para aliviar a dor. Além dessa, há outras como: deixar os pés de molho em água morna por 20 minutos ou mergulhá-los em um balde de água com gelo. 

Entretanto, trouxemos dicas especiais que não são tão conhecidas e que podem fazer a diferença:

- Coloque duas colheres de sopa de sal amargo/sulfato de magnésio (vende-se em farmácias) em água quente e mergulhe seus pés por 15 minutos.

O sal amargo tem propriedades anti-inflamatórias,

- Alimente-se de açafrão e de frutas cítricas, como limão, laranja e kiwi diariamente.

O açafrão  contém propriedades medicinais e as frutas são ótimos anti-inflamatórios.

-  Casca de banana: prenda com esparadrapo à noite, antes de dormir, e tire de manhã.

Faça isso todos os dias, sem interrupção.
Leia Mais ►

Como abaixar pressão, combater diabetes e emagrecer com berinjela

A berinjela é rica em proteínas, vitaminas (A, B1, B2, B5, C), minerais (cálcio, fósforo, ferro, potássio, magnésio) e alcaloides que diminuem a pressão sanguínea, prevenindo a arteriosclerose.

Quem nunca ouviu falar de suco de berinjela ou da água de berinjela para ajudar a emagrecer? 

Existem estudos sobre o auxílio da berinjela na redução das taxas do colesterol, mas nada ainda foi realmente confirmado.


Para emagrecer ainda não existe nenhum tipo de estudo, mas praticantes da medicina natural aconselham o consumo de berinjela tanto para evitar pressão alta e diabetes como para saciar a fome.

Diabetes, hipertensão e emagrecimento

A berinjela pode sim ajudar a controlar a glicose, a normalizar a pressão  a emagrecer,

Para isso, beba a água de berinjela: deixe de um dia para outro uma berinjela cortada em pedacinhos com casca em 1 litro de água.

Beba 200 ml da água três vezes ao dia por no máximo uma semana.

Depois, beba 100 ml duas vezes por semana, não ultrapassando 15 dias de uso direto.

Faça uma pausa de uma semana, refaça seus exames e observe suas medidas. 

Importante: esta dica não substitui nenhum remédio receitado pelo seu médico, muito menos consultas e exames.

É uma ajuda da medicina caseira.

Não abandone seu tratamento.

Sucos de berinjela

Usar o suco de berinjela com frutas como limão, laranja, abacaxi, mamão e até chá verde também ajuda a emagrecer, mas se você não tiver uma alimentação bem balanceada não vai adiantar muito.

Seria bom tomar os sucos como lanches, ou até em jejum batidos com linhaça, o que seria melhor ainda para o funcionamento geral do organismo.

Estes sucos saciam a fome e ajudam o intestino.

E quando aliados a uma boa alimentação pode sim ajudar no emagrecimento. Faça seu suco com frutas à sua escolha e não adoce.

Beba duas ou três vezes por dia, evitando as frutas ácidas em jejum, pois a acidez pode prejudicar pessoas propensas a problemas estomacais.

Berinjela no nosso cardápio

Este legume, que cientificamente é considerado uma fruta, é muito saboroso e pode ser consumido em saladas temperadas com vinagre de maçã ou limão, um pouco de gengibre e pouco sal.

Ele também é uma boa opção para substituir a massa da lasanha.

Como tirar o amargor da berinjela

Para tirar o sabor amargo da berinjela, corte-a e deixe-a por no mínimo meia hora de molho em água com sal e suco de limão ou vinagre.

Leia Mais ►

Saiba como fazer e usar a água de arroz para melhorar sua pele

Esta receita é do tempo da vovó.

Há muito tempo a água de arroz é usada para melhorar a qualidade da pele do rosto.

Em alguns países, é uma receita muito popular.

No Japão, por exemplo, é um hábito comum as mulheres lavarem o rosto com água de arroz.

Coincidência ou não, as japonesas são famosas por sua pele macia e sem imperfeições.


Por que a água de arroz funciona?  

Possivelmente pelos nutrientes do arroz, rico nas vitaminas E, B1 e B2.

O efeito da água de arroz na pele é de limpeza, desintoxicação, hidratação e clareamento.

É muito simples preparar e usar a água de arroz.

Ponha três colheres (sopa) de arroz num pote e cubra com 250 mL de água.

Deixe descansar por alguns minutos.

Mexa a mistura e, assim que a água estiver esbranquiçada, estará pronta para o uso.

Então limpe a pele do rosto com o sabonete de costume.

Aplique com algodão em todo o rosto, pescoço e colo, iniciando pela testa.

O ideal é que seja aplicada antes de dormir e reaplicada pela manhã, antes de passar o protetor solar.

Existe outra forma de preparar a água de arroz: coloca-se uma xícara de arroz em uma panela e cobre-se com água, dois dedos acima dos grãos.

Em fogo baixo, mexendo de vez em quando, cozinha-se o arroz até que a água fique branca.

Coa-se e reserva-se a água do arroz e (pode-se utilizar os grãos para alimentação).

Espere esfriar e aplique no rosto como explicado acima.

Você também pode usar esta água de arroz que passou por fervura para tratar casos de diarreia ou gastrenterite.

Beba-a e, se quiser, ponha uma pitada de sal, pois isso ajuda a melhorar o sabor.

O uso de sal é especialmente indicado quando a água for servida a crianças para facilitar o consumo por elas.
Leia Mais ►

Benefícios da comida japonesa

O Japão tem um dos maiores índices de longevidade do mundo, com seus cidadãos vivendo, em média, 81,1 anos, a mais alta expectativa de vida humana no planeta. 

Um dos fatores para que os japoneses vivam bem, e por tanto tempo, é a sua alimentação saudável, natural, de baixa caloria e livre de gorduras.

A culinária japonesa já encantou os brasileiros pelo seu sabor e também tem muitos benefícios a oferecer para nossa saúde.

As algas, por exemplo, são muito consumidas pelos japoneses e são umas das bases de sua alimentação, juntamente com o arroz.

Elas auxiliam no funcionamento da tireoide e do sistema 
imunológico por ser rica fonte de iodo.

Elas contêm vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, 
B6 e B12), que ajudam a regular a serotonina, o hormônio do bem-estar, e também ajudam a reduzir a absorção de gordura pelo corpo.

Peixes, como o salmão, a truta e o atum, são muito populares nas receitas japonesas e extremamente benéficos para o coração, já que são fontes naturais de omêga-3, que ajuda a dissolver a gordura depositada nas artérias.

O consumo desses peixes ajuda a prevenir a hipertensão, infartos e derrames. 

Além disso, peixes são ricos em glutamina, o aminoácido 
presente na construção dos tecidos musculares e essencial para a manutenção da massa muscular.

A glutamina é um nutriente de extrema importância para quem pratica exercícios físicos.

O gengibre, fonte de vitamina B6, magnésio e cobre, é um poderoso anti-inflamatório e bactericida que melhora a imunidade.

A raiz auxilia na digestão, ajuda a combater a tensão 
pré-menstrual e tem efeito expectorante nas vias respiratórias, além de ser um poderoso antioxidante, que ajuda a combater o envelhecimento das células e na prevenção do câncer. 

gengibre ajuda ainda a acelerar o metabolismo, e consequentemente, auxilia na perda de peso. 

O tofu, feito com o leite de soja, é rico em proteínas e um alimento de baixa caloria.

Sua ingestão está ligada a baixa ocorrência de câncer de cólon, mama e próstata, osteoporose e doenças cardiovasculares nas populações do Japão e na China.

Já o Shitake e o Shimeji, cogumelos ricos em uma substância chamada lentinano, ajudam a combater o colesterol.

Além desses benefícios presentes nos alimentos mais tradicionais da culinária japonesa, muitos outros podem ser obtidos com o consumo (sem exagero) do chá verde, hábito que os japoneses mantêm por milênios.

E aqui uma ressalva: não adicione sal nas preparações que já utilizem o molho shoyu como acompanhamento.

Esse erro é um hábito tipicamente brasileiro.

Para evitar o alto consumo de sódio, faça como os japoneses sempre fizeram: se usar shoyu, não utilize sal, e vice-versa, principalmente se você for hipertenso.
Leia Mais ►

Salada de grãos é saborosa, nutritiva e ainda previne contra queda de cabelos

A queda de cabelo pode ser resultado de diversas disfunções no organismo como estresse, problemas hormonais, alimentares ou disfunções de fundo genético. 

Esse problema pode levar a quadros de baixa autoestima e até mesmo de depressão.

Diante desses riscos, aos primeiros sinais de queda ininterrupta dos fios, é importante procurar um especialista para diagnosticar a causa o mais rapidamente possível.


A alimentação é um fator fundamental, tanto para prevenir queda de cabelo, como para o tratamento em casos mais graves de calvície.

Os fios são compostos em sua maior parte por proteínas, principalmente a queratina, nutriente que deve constar na dieta. 

Ricos em colágeno e queratina, fundamentais para que os cabelos se mantenham saudáveis e não entrem em nenhum quadro de enfraquecimento e queda, os grãos são fortes aliados conta a queda de cabelo.

Os aminoácidos presentes no arroz, feijão e lentilha, produzem proteínas fundamentais para a formação desses nutrientes. 

Uma boa dica é trocar o arroz comum pelo integral, que também é rico em zinco e vitamina B, que controlam os hormônios e a formação das celulas.

Para potencializar esses benefícios, que tal unir alguns grãos em uma saborosa salada? 

Anote a receita:

Salada agridoce de grãos

INGREDIENTES

200 g de grão-de-bico cozido e escorrido

200 g de lentilha cozida e escorrida 

200 g de feijão-azuki cozido e escorrido (pode usar outro tipo de feijão; a vantagem do azuki é ser de fácil digestão)

200 g de vagem cozida e escorrida

4 cebolinhas picadas

1 maço (pequeno) de coentro picado

1/4 colher (chá) de pimenta-caiena (opcional)

MODO DE PREPARO

Em uma tigela, misture os grãos, a vagem, o aipo e o coentro picados.

Reserve. 

Em uma tigela pequena, com a ajuda de um batedor de ovos, misture o vinagre, o azeite, o mel e a pimenta, despejando a mistura, em seguida, sobre os grãos.

Sirva frio. 

Além dos grãos, outros alimentos podem ajudá-lo a prevenir a queda de cabelo.

Confira abaixo alguns alimentos ricos em proteínas e outras propriedades que ajudam a combater essa disfunção e ter cabelos mais saudáveis:

Peixes - Os frutos do mar são alimentos muito ricos em magnésio, outro composto importante para que se formem as proteínas que compõem as fibras dos cabelos. 

Frutas - Por que não trocar outras sobremesas ou o lanche da tarde por frutas? 

Ao menos uma vez ao dia, é importante ingerir uma fruta.

Melancia, banana e ameixa são frutas ricas em vitamina B6, componente que age na constituição da pele e dos fios capilares. 

Consumir frutas ao menos três vezes por semana ajuda a evitar a queda de cabelo.

Temperos - Na hora de temperar a comida também é preciso pensar na saúde. 

Normalmente os temperos ajudam a combater certos sintomas do organismo. A pimenta e o gengibre, por exemplo, possuem efeito anti-inflamatório, protegendo o couro cabeludo.

Leia Mais ►

Chá de manga combate doenças respiratórias e fruta ajuda a prevenir e tratar câncer

A manga é indicada para febre, doenças gastrintestinais, estomatite, tuberculose, gengivite e verminose.

Pesquisas feitas em Cuba com doentes de aids mostraram substancial progresso: aumento de peso, diminuição do conteúdo viral e aumento do número de linfócitos CD4 durante a terapia com substâncias naturais, sobretudo a manga. 

Em outra pesquisa, cientistas da Texas AgriLife Research descobriram que a manga é capaz de prevenir e deter algumas células de câncer de mama e do cólon.

A manga tem uma capacidade antioxidante quatro a cinco vezes menor que a uva, mesmo assim ela tem uma forte atividade anticâncer.

E, segundo os responsáveis pela pesquisa, do ponto de vista fisiológico e nutricional, ela estaria no topo do ranking de supercomidas.

Por isso o ideal é incluí-la na dieta regular, consumindo-a quase que diariamente. 

O estudo testou extratos de polifenol da manga em células cancerosas (in vitro) do cólon, da mama, dos pulmões, de leucemia e da próstata.

Houve resultado com a leucemia e com os cânceres de próstata e de pulmão, mas a manga foi mais efetiva nos tipos mais comuns de câncer de mama e do cólon. 

E o mais positivo foi o fato de as células normais do cólon não serem destruídas pelo polifenol da manga.

Ou seja, a fruta funciona como uma quimioterapia seletiva, ou seja, que não atinge as células sadias.

Os cientistas concluíram que os polifenóis e, mais especificamente, os gallotannins, são os compostos bioativos responsáveis por prevenir ou deter as células cancerosas. 

Galotannins são polifenóis que são frequentemente amargos ou secos, encontrados em sementes de uva, no vinho e no chá. 

O próximo passo será testar a descoberta em humanos, e não mais in vitro. 

COMO SE BENEFICIAR DA MANGA

O melhor é comer a fruta à vontade.

Algumas pessoas reclamam de dificuldades digestivas após o consumo da manga.

Neste caso, recomenda-se a substituição da fruta pelo chá das folhas dela: ferva 1 litro de água, desligue o fogo e coloque 1 colher (sopa) das folhas.

Abafe por dez minutos.

Tome de duas a três xícaras por dia.

Este chá é muito indicado para o tratamento de afecções pulmonares, bronquite, asma e tosse.

Leia Mais ►

Receita natural para alisar os cabelos

As progressivas e os relaxamentos fazem parte do universo feminino que deseja alisar os cabelos.

Estamos falando de aproximadamente 80% das mulheres brasileiras.

O maior motivo para essa preferência é a praticidade.

No entanto, além do preço – que na maioria das vezes não é convidativo -  há um sério problema com a forte química dos produtos usados nos salões.

E não estamos falando apenas do formol.

Alguns produtos químicos usados em tratamentos capilares podem causar queda de cabelo e até mesmo câncer.

Preocupados com isso, trouxemos mais uma receita de alisamento natural*.

Ela é feita com leite e maisena.

E é muito recomendada por quem já fez.

Experimente e comprove a eficácia desta receita.

INGREDIENTES

1 copo de 200 ml de leite integral

1 colher de sopa cheia de maisena

MODO DE PREPARO

Misture os ingredientes em uma vasilha de vidro ou de plástico até eles ficarem bem homogêneos.

Lave os cabelos com seu xampu e condicionador.

Espere secar normalmente sem pentear.

Aplique a mistura – que deverá estar líquida – de preferência com um borrifador e um pente fino.

Quando o cabelo estiver com um aspecto duro, deixe agir por uma hora – não prenda para não ficar marcado.

Em seguida, enxágue com água fria.

Use o secador e a chapinha para dar um efeito melhor.

*Veja outra receita de alisamento ensinada por nós. Clique <AQUI>
Leia Mais ►

Massagem para eliminar cólica menstrual

Muitas mulheres reclamam de dor quando a menstruação está por vir. 

O que basicamente acontece é a formação de coágulos sanguíneos no útero, estimulando as contrações uterinas e assim, provocando a famosa cólica menstrual.

Quem nunca teve uma viagem, festa ou encontro especial cancelado pela repentina dorzinha?

A cólica vem acompanhada de uma série de desconforto e por si só é muito incômoda.

O tratamento natural contra cólicas menstruais busca alcançar dois objetivos:

 – desmanchar os coágulos de sangue no útero;

 – consumir substâncias analgésicas.


Primeiro é importante que você saiba que não deve consumir café, doce, chocolate e nada gelado durante o período menstrual – eles tendem a intensificar a dor.

O simples ato de evitar alimentos como café e chocolate ajuda bastante.

Além disso, existem tratamentos muito úteis no combate a esse problema, como a massagem para cólica menstrual: 

MODO DE FAZER 
  
Espalhe um óleo corporal na palma das mãos e passe na região abdominal, fazendo movimentos circulares no sentido horário. 

Centralize mais na região abaixo do umbigo.

Mantenha a massagem por cinco minutos. 

Em seguida, pressione o centro do dedão do pé, fazendo movimentos circulares por 15 segundos.

Outra boa dica de tratamento é o chá anticólica:

INGREDIENTES

1 colher (sopa) de folhas de erva-cidreira

3 folhas de hortelã

1 litro de água

MODO DE PREPARO

Coloque as folhas na água fervida e deixe apurar por 5 minutos.

Em seguida, beba.

É importante também, para suavizar ou mesmo eliminar as cólicas, cuidar da alimentação.

Frutas e legumes frescos são excelentes relaxantes musculares e têm poder anti-inflamatório natural.

E ervas e temperos como alecrim, alfava, camomila e boldo devem ser consumidos com regularidade.
Leia Mais ►

Trocar a proteína animal pela vegetal ajuda a controlar a acne

Inflamação das glândulas sebáceas, a acne geralmente atormenta, por transformações hormonais, muitos adolescentes.

Entretanto, parte da população adulta continua a sofrer com o problema. 

Além de causar irritações na pele, a doença muitas vezes afeta a autoestima.

As causas deste problema também podem ser hereditárias: pais que tiveram acne durante qualquer fase da vida, provavelmente, a passarão para os seus filhos.

Seja por problemas hormonais ou genéticos, a doença acomete também mulheres durante o período menstrual. 

O estresse também aparece como vilão, simplesmente por ser o responsável por aumentar a produção de cortisol. 

No entanto, é sabido que alguns hábitos saudáveis podem melhorar e até erradicar o problema. 

O fato é que o segredo para vencer a acne pode estar na alimentação, que tem influência - e muito - na aparição ou propagação da doença.

Uma dieta anti-inflamatória, por exemplo, pode ser a tábua de salvação para os portadores de acne. 

O simples fato de não consumir carne com regularidade, por exemplo, pode ajudar. 

Basta pensar na quantidade de hormônios presente na carne bovina, suína ou mesmo naquele franguinho grelhado, ovos ou leite. 

Além disso, vilões como chocolate, salgadinhos, carboidratos e doces, que contêm muita gordura e açúcares, devem ser evitados. 

Unidos contra a acne

O primeiro passo para combater a acne é beber água. 

Beber a quantidade correta de água conforme o seu peso e suas atividades é fundamental. 

Atualmente, até aplicativos de celulares avisam você de beber água (e até calculam a quantidade diária de acordo com sua necessidade). 

Lembre-se também de ter uma dieta rica em frutas, verduras, legumes e grãos. 

Prefira as proteínas vegetais, contidas, por exemplo, no feijão, lentilha e grão-de-bico. 

Você pode consultar uma nutricionista e, junto com ela, elaborar a dieta mais indicada para você. 

O ideal é que você mantenha controle total sobre a sua alimentação, pelo menos durante o tratamento da acne. 

Monte no seu computador um cronograma com todas as suas refeições para ter sempre o controle do que comeu ou do que pode comer. 

Ideal manter essa lista sempre à mão, mas, se não tem uma impressora em casa (mancada, aliás), você pode recorrer aos famosos aplicativos de celular, que  ajudam 
com quase tudo hoje em dia. 

Se você tem uma vida corrida, que tal montar pequenas porções para suas refeições e congelar?

Utilize uma impressora de etiquetas para facilitar a 
identificação dos alimentos.

Assim não há motivos para fugir da dieta. 

Manter a mente em ordem é outro grande passo: faça um esporte que lhe agrade para conter o estresse e, durante o período menstrual, procure um ginecologista para ajudar na TPM. 

Além disso, evite o sol nas áreas inflamadas (mesmo com protetor solar, que nunca deve ser abandonado), fazer a higiene correta da pele, de acordo com o dermatologista e nunca (nunca mesmo!) cutucar as erupções são outras dicas valiosas. 
Leia Mais ►

Receitas de lanches naturais: chips de inhame e bolacha de aipim/macaxeira

Hoje em dia, existe a cultura da comodidade.

É essa cultura que faz com que as pessoas consumam cada vez mais comida de péssima qualidade, como pizza, cachorro-quente, hambúrguer, sorvete, biscoitos recheados.

Ninguém quer ir para a cozinha, afinal "tempo é dinheiro", e o comércio oferece tudo pronto.

Mas é um equívoco pensar dessa forma, pois nosso maior tesouro é a saúde.

E, quando a perdemos, o prejuízo é muito grande, e não só o financeiro, o emocional também (e principalmente ele).

A comida caseira e o mais natural possível é o melhor para o nosso corpo.

E, se essa comida for saborosa e de preparo rápido, melhor ainda.

Este é o caso das receitas que vamos ensinar a seguir, duas ótimas opções para um lanche saudável que não deixará a consciência nem o corpo pesados.

Anote aí:

CHIPS DE INHAME


INGREDIENTES

2 inhames

Sal a gosto

1 colher (chá) de azeite de oliva

1 colher (chá) de alecrim picado 

1 colher (chá) de orégano

MODO DE PREPARO

Descasque os inhames, corte em fatias bem fininhas e coloque numa vasilha com água e sal.

Deixe de molho por 20 minutos.

Em seguida, escorra e seque bem com papel toalha.

Forre uma bandeja com papel manteiga, espalhe as fatias de inhame – lado a lado - e as cubra com sal (com moderação), azeite e o orégano. 

Leve a bandeja ao forno preaquecido  a 180° – 200° por aproximadamente 20 minutos (até que os chips estejam dourados e secos).

Espere esfriar para que fiquem crocantes e bom apetite!

BOLACHA DE AIPIM/MACAXEIRA

INGREDIENTES

1 colher (sopa) de azeite

1 pires de aipim/macaxeira cozida e esmagada 

1 pires de polvilho azedo

Sal a gosto 

2 ovos

Farinha de trigo para enfarinhar e polvilhar

Manteiga para untar

MODO DE PREPARO

Escalde o polvilho em água fervendo, sem amolecê-lo completamente.

Em seguida, coloque o polvilho escaldado numa tigela com azeite, a mandioca e o sal.

Mexa.

Aos poucos, vá acrescentando os ovos – até ficar na textura de uma massa.

Mergulhe as mãos na farinha e enrole a massa para formar os biscoitos.

Em uma assadeira untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo, coloque os biscoitos e leve-os ao forno preaquecido até que fiquem dourados.
Leia Mais ►

Receita com limão para combater queda de cabelo e aumentar volume

O limão é alcalinizante, afina o sangue, acelera o metabolismo e tem vitamina C.

É um excelente antioxidante que ajuda a combater o envelhecimento.

Quando tomado pela manhã em jejum, descongestiona e desintoxica o organismo.

É útil no combate às diversas patologias reumáticas e artríticas, além de aumentar a excreção de ácido úrico, ureia e ácido fosfórico.


Regenera os tecidos inflamados das mucosas, estimulando o funcionamento normal de todos os órgãos do aparelho digestivo.

Nas afecções gastrintestinais, os ácidos do limão destroem os germes e as bactérias nocivas que se libertam e contribuem para gerar ulcerações. Ainda combate as fermentações e os gases.

É amigo do pâncreas, expurga e tonifica o fígado e a vesícula.

Enfim, são vários os benefícios do limão.

Poderíamos escrever páginas e páginas sobre essa maravilhosa fruta.

Mas agora vamos falar do uso do limão num tratamento para queda de cabelo.

Para começar, vamos logo dizendo que este tratamento é sensacional.

Em pouco tempo, percebem-se os resultados: os cabelos param de cair, ficam brilhosos e o volume aumenta.

O melhor é que todo o processo é muito simples.

Comece lavando bem os cabelos.

Enxugue bem.

Depois parta um limão ao meio.

Você só vai usar uma das metades.

Vai passá-la (a parte interna!) no couro cabeludo, de forma que você espalhe o sumo do limão por toda a cabeça.

Espere agir de 20 a 30 minutos.

Depois lave e enxágue bem (muito bem mesmo!), com bastante água, para tirar todo o limão da cabeça.

Evite, por precaução, a exposição ao sol depois do tratamento (para não haver risco de queimadura).

Faça isso uma vez por semana.

Importante! Antes de fazer o tratamento, faça um teste: passe uma pequena quantidade no couro cabeludo e observe se ocorre reação alérgica.

A aprovação desse tratamento é alta.

A maioria dos que fazem o elogiam bastante.
Leia Mais ►